/

Testes rápidos estão a ser vendidos com grande diferença de preços

2

Ina Fassbender / AFP

Os autotestes de despiste à covid-19 já estão a ser vendidos em algumas farmácias e noutros locais autorizados à venda de medicamentos, mas os seus preços variam muito.

Ao contrário do que aconteceu com as máscaras e geles desinfetantes, o Governo não definiu qualquer limite de preços destes artigos. Por isso, há diferenças substanciais de preço para o mesmo teste, sendo que estas chegam a superar os 100%.

De recordar que o Infarmed publicou recentemente a lista dos testes rápidos de antigénio autorizados a serem vendidos em farmácias e parafarmácias, a pessoas com idade igual ou superior a 18 anos.

Esta medida tem como objetivo acelerar a testagem em massa, tal como prometido pela ministra da Saúde no início de fevereiro.

Contudo, se no início da pandemia, o Governo decretou a imposição de um limite máximo de 15% na percentagem de lucro das máscaras e geles desinfetantes, até agora não há nenhuma indicação nesse sentido para os testes rápidos.

Por isso, as farmácias têm total independência para estipular o preço dos testes rápidos, sendo que apenas têm que respeitar que estes artigos estão isentos de IVA.

Segundo o ECO, na maioria das farmácias de Lisboa, os testes estão a ser vendidos entre 6,55 euros e 6,99 euros a unidade, havendo também alguns casos de discrepâncias elevadas de preços – como é o caso de uma farmácia da zona de Benfica, onde o jornal escreve que comprou um teste individual por 15 euros.

Já a Wells está a disponibilizar estes testes por 6,99 euros, no caso de serem comprados individualmente, ou por cinco euros a unidade quando comprados em caixas de 25 testes.

Comparado com o Pingo Doce e a Auchan, a realidade é semelhante. A cadeia de supermercados do grupo Jerónimo Martins está a vender embalagens de 25 testes, sendo que cada unidade custa 6,79 euros.

A Auchan está também a disponibilizar testes rápidos individuais por 6,99 euros ou, em alternativa, caixas de 25 testes, sendo que neste caso cada teste fica por 6,79 euros.

Por outro lado, numa farmácia da zona de Belém, o autoteste distribuído pela Roche chega a custar 9,50 euros.

Por fim, o ECO noticia que numa outra farmácia da zona da Baixa lisboeta, cada autoteste está a ser vendido por 8,50 euros.

  ZAP //

2 Comments

  1. Enquanto isso, na Alemanha, onde os ordenados são bem superiores aos de Portugal, e onde até o Lidl tem autorização para vender testes rápidos de covid-19, estes são vendidos a 2,99 euros cada ou a 14,95 euros um pacote de 5 unidades! Como sempre, em Portugal rouba-se o povo e bem à descarada! Aqui o reclame do Lidl na Alemanha para os testes rápidos de covid-19: https://www.lidl.de/de/asset/images/2116_Corona-Schnelltest_4x1_Teaser_1176x425px.jpg

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.