//

11 acidentes depois. Tesla alvo de investigação formal nos Estados Unidos

A fabricante de carros elétricos Tesla vai ser alvo de uma investigação formal nos Estados Unidos. Em causa está o sistema de condução autónoma.

A National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), agência responsável pela segurança rodoviária, anunciou que a Tesla vai ser alvo de uma investigação formal nos Estados Unidos.

O regulador está a investigar, pelo menos, 11 acidentes que envolveram automóveis com piloto automático ou outros recursos de direção autónoma que colidiram com veículos de emergência ao chegar ao local de um acidente anterior. Segundo a NHTSA, sete desses acidentes resultaram em 17 feridos e uma morte.

A CNN escreve que os acidentes investigados ocorreram entre 22 de janeiro de 2018 e 10 de julho de 2021, em nove estados norte-americanos diferentes.

Estão a ser avaliados cerca de 765 mil viaturas, especificamente todos os carros dos modelos Y, X, S e 3 lançados entre 2014 e este ano.

“A investigação vai avaliar as tecnologias e métodos usados ​​para monitorizar, auxiliar e impor o envolvimento do motorista com a tarefa de direção dinâmica durante a operação do piloto automático”, referiu, em comunicado, a NHTSA. A investigação vai também analisar a deteção de objetos exteriores por parte do sistema, assim como onde será mais seguro conduzir em piloto automático.

O National Transportation Safety Board (NTSB) recomendou que a NHTSA e a Tesla limitassem o uso do piloto automático a áreas onde possa funcionar com segurança, mas o NTSB não tem poderes de fiscalização e só pode fazer recomendações a outras agências federais.

A Tesla tem procurado oferecer tecnologia totalmente autónoma aos seus clientes, mas, embora afirme que os dados mostram que os carros com piloto automático têm menos acidentes por quilómetro do que os carros conduzidos por motoristas, a empresa avisa que “os recursos do piloto automático exigem supervisão e não tornam o veículo autónomo”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.