/

Terrorista de Londres tinha saído da prisão há uma semana

Andy Rain / EPA

O atacante que, no domingo, esfaqueou duas pessoas em Londres, no Reino Unido, e que acabou por ser abatido, tinha saído da prisão há uma semana.

De acordo com o Diário de Notícias, que cita os media britânicos, o atacante foi identificado como sendo Sudesh Amman, um homem que tinha sido libertado há uma semana, depois de ter cumprido metade da pena de três anos e quatro meses de prisão a que tinha sido condenado em 2018.

O suspeito, abatido pela polícia, esfaqueou várias pessoas numa rua de comércio do bairro de Streatham, no sul de Londres. O ataque resultou em três feridos, sendo que um se encontra em perigo de vida.

A polícia começou a tratar o incidente desde o início como estando “relacionado com terrorismo”. Segundo testemunhas citadas pela agência Associated Press, o homem estava vestido com o que parecia ser um colete como os que são usados em ataques-suicida.

“Um engenho foi encontrado agarrado ao corpo do sujeito e foram chamados os especialistas. Cordões de segurança foram levantados e foi rapidamente concluído que o engenho era falso“, indicou a Polícia Metropolitana num comunicado.

O atacante tinha sido condenado por disseminar material terrorista, recolher informação para a construção de bombas e, entre outras coisas, tinha enviado vídeos de decapitações à namorada, aconselhando-a a matar os pais “não crentes”, adianta o DN.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE