PSD/Lisboa. Teresa Leal Coelho diz que cumprirá mandato (e recorda que só os cidadãos o podem tirar)

PSD / Flickr

A deputada social-democrata Teresa Leal Coelho

A vereadora Teresa Leal Coelho assegurou que irá continuar na Câmara de Lisboa enquanto autarca do PSD e terminará o mandato que lhe foi atribuído pelos eleitores, apesar de a concelhia lhe ter retirado a confiança política.

“Naturalmente que vou continuar na Câmara, tenho um mandato que me foi atribuído pelos eleitores, esse mandato é de quatro anos, eu estou a meio do mandato, irei terminar o mandato sempre na concretização do programa eleitoral que apresentei como cabeça de lista do PSD à Câmara Municipal de Lisboa e continuarei exatamente nessa qualidade de vereadora do PSD na Câmara Municipal de Lisboa”, afirmo à agência Lusa.

A concelhia de Lisboa do PSD anunciou na madrugada desta quarta-feira que decidiu retirar a confiança política à vereadora social-democrata Teresa Leal Coelho, que deixará assim de representar o partido na autarquia da capital.

Questionada se entende que passará a partir de agora a ser vereadora “independente”, Teresa Leal Coelho considerou que isso “não faria nenhum sentido”.

“Sou militante do PSD, sou vereadora eleita nas listas do PSD e este mandato foi-me atribuído pelos cidadãos eleitores, não foi atribuído por qualquer outra estrutura”, salientou, assegurando que a sua missão enquanto autarca social-democrata é resolver os problemas das pessoas que vivem, trabalham e estudam em Lisboa.

Teresa Leal Coelho garantiu ainda que irá continuar a trabalhar com o outro vereador do PSD na Câmara de Lisboa e lembrou que João Pedro Costa é o seu “número dois”, além de ter sido escolhido e convidado por si para integrar as listas sociais-democratas às eleições autárquicas de 2017.

“Continuo a trabalhar com tudo e com todos, mas a trabalhar num quadro democrático, de Estado de Direito, com respeito pelas instituições e, sobretudo, pelo voto dos eleitores”, assegurou, acrescentando que, “com muita tranquilidade e com muita serenidade”, irá continuar a implementar o seu programa eleitoral para a cidade de Lisboa.

Vereadora recusa ser “sustentáculo do PS”

Interrogada se se revê-se nas críticas da concelhia de ser um “sustentáculo do PS”, Teresa Leal Coelho recusou a acusação, lembrando que é vereadora em Lisboa há seis anos e argumentando que aquilo que defende é “o interesse das pessoas, as soluções concretas, as soluções para problemas concretos das pessoas”, além da “lei e da democracia”.

Teresa Leal Coelho deixou também críticas à concelhia de Lisboa, considerando que “o grupo de pessoas que gravita naquela estrutura” não representa o PSD, porque o partido “é muito mais do que isso”.

“Aquilo que este grupo de pessoas pode fazer são estas manifestações de retirar a confiança política, agora o que não pode fazer é retirar-me o mandato e o mandato enquanto vereadora do PSD, porque a lei, o direito, a Constituição Portuguesa não permite e, por isso, julgo que nos temos de concentrar nos problemas que a cidade de Lisboa tem”.

“Só os cidadãos me poderão retirar o meu mandato, reiterou, em declarações à SIC.

A direção da concelhia do PSD aprovou uma deliberação que visa a retirada de confiança política à autarca, numa reunião da Comissão Política da secção de Lisboa, que começou na noite terça-feira e se prolongou até ao início da madrugada desta quarta-feira.

Os sociais-democratas começam por justificar a decisão com o facto de a vereadora ter votado a favor da recondução do ex-vereador do Urbanismo Manuel Salgado à presidência do conselho de administração da empresa municipal SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana, desrespeitando a orientação de voto indicada pela concelhia, e permitindo a aprovação da proposta.

Na deliberação, assinada pelo presidente da concelhia de Lisboa do PSD, Rogério Jóia, a vereadora social-democrata é também acusada de uma “total descoordenação com os órgãos do partido na cidade, consubstanciada pela verificação de algumas votações divergentes com o outro vereador do PSD [João Pedro Costa], em matérias que são politicamente sensíveis e onde – certamente por coincidência – o PS se encontrava isolado e sem o apoio do seu parceiro de gestão autárquica”.

De acordo com a deliberação agora aprovada, a representação do PSD na Câmara Municipal de Lisboa passará a ser exercida apenas pelo vereador João Pedro Costa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Oumuamua pode ser um icebergue de hidrogénio (e um dos objetos mais raros do Universo)

Uma equipa de astrónomos da Universidade de Yale e da Universidade de Chicago propôs uma nova descrição para o Oumuamua, o primeiro objeto interestelar a passar pelo nosso Sistema Solar. De acordo com a nova teoria …

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …