III Guerra Mundial pode começar com ataque nuclear preventivo da Coreia do Norte

(dv) KCNA / YONHAP

Míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-14  lançado em local não divulgado na Coreia do Norte

Míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-14 lançado em local não divulgado na Coreia do Norte

A Coreia do Norte é simultaneamente mais e menos perigosa do que parece, segundo um artigo de opinião do The National Interest.

Com um exército de mais de um milhão de soldados, a maioria do equipamento militar do país está envelhecido. De acordo com o The National Interest, a Coreia do Norte não é capaz de invadir a Coreia do Sul.

Por outro lado, o país possui entre 10 a 20 armas nucleares e já testou uma grande variedade de plataformas de mísseis balísticos. O resultado do desenvolvimento do programa nuclear da Coreia do Norte é um arsenal crescente de armas nucleares com um alcance cada vez maior.

As armas nucleares da Coreia do Norte são inúteis para uma ofensiva, por isso o próximo uso do armamento é preservar o regime de Kim Jong-un: as armas nucleares garantem ao líder do país segurança e liberdade de ação.

Dessa forma, as capacidades limitadas da Coreia do Norte determinam uma única maneira de utilização das armas nucleares – a realização de um ataque preventivo antes de o potencial nuclear ser destruído.

De acordo com o The National Interest, a Coreia do Norte vai tentar atingir a Casa Azul, residência oficial do presidente sul coreano, assim como o prédio da Assembleia Nacional da Coreia do Sul, o Ministério da Defesa e a sede do Serviço de Inteligência Nacional.

Além disso, as instalações norte-americanas na Coreia do Sul serão alvos do ataque, com o THAAD – é um sistema de mísseis antibalísticos do Exército dos Estados Unidos projetado para abater mísseis balísticos de alcance curto, médio e intermédio – a constituir o primeiro alvo dos mísseis norte coreanos.

As armas nucleares da Coreia do Norte vão também atingir as instalações dos EUA na região da Ásia-Pacífico, particularmente as bases de forças reservadas para o conflito coreano e aquelas que são utilizadas como nós logísticos pelos EUA, bem como as bases navais de Yokosuka e Sasebo, as bases aéreas Misawa e Kadena e a base aeronaval Atsugi.

De acordo com o artigo de opinião, os ataques nucleares da Coreia do Norte além de destruir um número considerável do potencial militar do inimigo, vão também matar civis da Coreia do Sul e do Japão, bem como militares norteamericanos.

O dispositivo nuclear norte-coreano – a maior bomba testada até agora por Pyongyang – pode matar mais de 34 mil pessoas e ferir cerca de 106 mil se for lançada contra as bases de Yongsang em Seul ou Yokota no Japão.

ZAP //

PARTILHAR

40 COMENTÁRIOS

  1. Não acredito que seja necessario recorrer ao arsenal nuclear para acabar com este chinês maluco. Ainda que ele lance um ataque deste género, espero que os restantes países possuam a sobriedade necessária para não responder na mesma moeda. O arsenal convencional é suficiente para destruir a Coreia do Norte, e prender esse criminoso de olhos em bico que tem deixado o mundo inteiro de sobressalto com as suas ideias megalómanas. Escuda-se por trás de uma população civil inocente, é um cobarde. Devia levar com um zagalote no meio dos olhos.

    • Esta situação é, curiosamente, repetida noutras partes do mundo: ambos os lados sentem-se ameaçados e, para sobreviverem, perpetuam um ciclo vicioso de produzir armas cada vez mais poderosas para conter o outro. Mas como o poder econômico da Coreia do Norte é desprezível e negativo, a sua capacidade de competir neste ciclo com gigantes econômicos torna-se insignificante. No entanto e ciente da sua ” vulnerabilidade” perante os EUA ( que invadiu, ilegalmente, países soberanos no Médio Oriente e na África), a Coreia de Norte poderá, em desespero de causa, atuar antes de ser atacado. Eis o grande perigo.

      • Isso e ter de ler os seus comentários…

        “…perante os EUA ( que invadiu, ilegalmente, países soberanos no Médio Oriente e na África)…”

        Invadiu e invadiu bem diga-se de passagem. E atualmente ainda lhe consigo dizer mais dois ou três territórios que se fossem invadidos ficariam por certo muito melhor: Venezuela onde o povo já está quase a morrer à fome, Coreia do Norte onde para além da pobreza de um povo reina um lunático e o Bombarral onde se produz o pior whisky do mundo…

        • Por essa ordem de ideias, suas, faziam bem também em invadir Portugal que ficaria bem melhor da sua corrupção e perene paralisia perante a demolição de todas as estruturas basilares deste País: a economia, a justiça, a educação, a saúde, a segurança dos cidadãos no dia-a-dia e vis-a-vis os mais poderosos da sociedade. Parece estar disposto a nomear e aceitar os cowboys como os justiceiros do mundo. E eu não: eis a grande diferença. Mas você parece ter afastado ou não ter percebido a parte principal que é o risco de uma guerra mundial, iniciada por insegurança e constante ameaças pelos EUA. Ultimamente andam a provocar a Rússia e a China. Acha que morrem de amor pelos chineses e pelos russos, e por democracia? Não, é a sede do poder, do controle e do petróleo.

        • Só no Médio-Oriente e África?! E na América Central e do Sul? Por que não deixam o norte-coreano em paz? É ele que ameaça, deslocando tropas e navios de guerra e efectuando voos sobre o território dos EUA e exercícios militares ao largo da Califórnia? Por maluco que o considerem é bem assisado. Se não tivera armas atómicas que seria dele? Assim. faz o Trump(a) pensar duas vezes.

        • não se consegue alterar um país introduzindo a força um novo regime governativo e politico, é artificial e pouco duradouro. Não vê o Iraque foi libertado do Sadam mas logo a ISIS invadiu aquilo, idem com o afeganistão e os Talibam. É preciso forças internacionais ininterruptamente nestes paises de maneira a controlar a situação. A coreia do norte é a mesma coisa, o comunismo-ditadura já no sangue daquela gente. Acho que desde que um pais não incomode nenhum vizinho ele deve evoluir socialmente e politicamente por ele proprio. O Iraque estava muito melhor com o Sadam Russain do que hoje, não que eu o apoiasse, mas mal por mal eles tavam melhor sem a ISIS e a guerra.

        • invadiu e invadiu mal pois criou o caos no Médio Oriente e gerou uma vaga de refugiados que é um problema para a Europa. Não ver isto é ser cego. Querer impor a “democracia ocidental” aos outros países é uma estupidez de todo o tamanho e aí americanos dão cartas logo seguidos pelos ingleses.
          Não me esqueço de uma entrevista a uma cristã iraquiana que dizia, que sim, havia alguns problemas no Iraque na época do Hussein, mas os cristãos viviam lá em paz. Agora, diz ela, não podem pôr lá os pés. Informe-se um bocado melhor sff

          • Anda a ler as fontes erradas. E há fontes para explicar tudo e mais alguma coisa. Os US of A foram efetivamente os polícias do mundo durante décadas. Agora lavaram daí as mãos e é bom que a Europa comece a pensar em se armar. Até porque o Putin, vai-se armando.
            Quanto ao resto, o amigo tem uma visão algo limitada dos factos, talvez porque tem lido unicamente literatura redutora de esquerda.
            “…havia alguns problemas no Iraque na época do Hussein…” esta então revela bem o quanto desconhece o que era o Iraque. Para sua informação desloquei-me por diversas vezes ao Iraque no tempo do Saddam e era um local muito pouco hospitaleiro. Quantos não desapareceram. E quantos não foram alvo de torturas. Procure conhecer a realidade e largue os livrozecos de ficção cientítica que a esquerdalha apregoa.

            • não repondo a quem não sabe ler (a frase “…havia.. ” foi a entrevistada) e voto à direita. você é muito mau a analisar pessoas e factos porque está agarrado a estereótipos (uma pessoa de direita não pode criticar os USA, essa é boa!) e não pensa com a sua cabeça. Ora com este tipo de pessoas não dialogo pelo que passe bem.

            • “Para sua informação desloquei-me por diversas vezes ao Iraque no tempo do Saddam e era um local muito pouco hospitaleiro.”
              Hahahaaaa!…
              Oh anjinho, então vai lá agora e depois anda cá contar como está a correr a bela “democratização à ocidente” do Iraque!…
              Há mesmo papalvos para tudo…
              Tu mal consegues raciocinar, quanto mais “ler fontes” ou entender a realidade… provavelmente o teu cérebro também desapareceu no Iraque…
              .
              O Iraque, antes da invasão americana (invasão sem qualquer base legal ou sequer moral!) comparado com o que é hoje, passou do dia para a noite… tudo destruído e “sem rei nem roque”!
              Tal como aconteceu na Líbia ou Síria que, se eram ditaduras e estavam mal, agora estão 1000x piores!!
              Os refugiados devem ir para os países (EUA, etc) que lhes destruiriam a nação porque tem todo o direito de lhes exigir casa e comida – coisa que tinham antes da “excelente ajuda ocidental”!

      • Não percebi népia. Zero. Que raio de dialeto é esse? Que países leem o zapnotícias? De onde é que você saiu? Está nalguma ilha de pés para o ar a beber uns mojitos?

        Estas férias vou estar permanentemente a comentar o ZAP notícias quando estiver deitado na praia. E só não comento quando for mandar uns mergulhos porque o meu burrophone não é à prova de água…

    • Ó Rui….o problema é que esse gajo de olhos en bico como dizes , reage de uma forma previsível e como un cão encercado, mostra os dentes ….ladra, e isso porque teen medo de ser invadidos pelos cowboys .
      O mesmo se passa com a Rússia e a OTAN, á força de trazerem tropas americanas pra junto das fronteiras russas vai haver conflitos.
      PS: supondo que isso é verdade , porque falamos todos de notícias que podem ser manipuladas .

  2. Pelo que acabei de ler no artigo de opinião, o gajo que o escreveu anda a ver muitos filmes e guerra mas…………….tudo é possivel, é que o palneta em geral está quase a rebentar e isto tem de dar uma volta.

  3. Por mim tudo isto se resolvia com uma bujeca seguido de um braço de ferro entre o trumpas e o kinjongas.
    Bebiam primeiro uma bujeca de penalti. Quem acabasse primeiro ganhava. Depois faziam um braço de ferro. Se ganhasse o mesmo então a prova terminaria por ali. Se no final das duas primeiras provas houvesse um empate, recorreríamos ao tradicional e internacionalmente aceite método de desempate: o lançamento da pirisca. Quem ganhasse tinha então o direito de impor a todos os seres humanos o seu corte de cabelo.

      • Qualquer que fosse o resultado desse recontro não seria positivo para a humanidade. Ainda assim preferiria sempre o penteado do Putin… ou até da Merkel

  4. A imprensa mundial sempre a impingir na consciência coletiva a m*rda da III GM.
    Não são as pessoas que querem guerra, são os governos.
    As pessoas estão FARTAS de guerra! Se esses políticos querem guerra, eles é que se deviam defrontar e deixar as pessoas em paz. Isso é que era o mais justo. Mas os peões fazem sempre parte da partida de xadrez, é assim que essa gente pensa.

  5. No geral todas as pessoas pensam que o grande problema na Ásia é a Coreia do Norte, mas na verdade é a China.
    A Coreia do Norte, como disseram aqui e muito bem, tem uma economia desprezível, o que significa que não deverá ter qualquer poder de compra/negociação para adquiri material militar (minimamente) moderno/atualizado para poder ter o arsenal nuclear que quer ou pensa que precisa ter.
    Por outro lado, a China sabe que tem os dias “contados”, pois a sua liderança e poder comercial/económico atual depende dos mercado dos USA e EU que cada vez mais estão virados a voltar industrializar-se em detrimento do mercado Chinês. Como a China não tem recursos materiais (matéria prima, área de exploração natural, etc.) e tecnológica (depende muito das patentes e da experiência do ocidente), mas cedo e mais tarde vai precisar “neutralizar” essas “ideais” ocidentais.
    Nessa altura, nada melhor que um “lunático” Norte-Coreano para ficar com as culpas, quando por trás esta toda uma “máquina” capaz de alimentar uma possível guerra que poderá durar alguns anos e que muito vantajosamente destruiria os maiores rivais asiáticos da China, que são a Coreia do Sul e o Japão.
    Os USA sabe disso e por isso mantém uma atitude muito cautelosa… não vá a coisa “descarrilar” e começar uma guerra a “serio” com a China.
    No entanto, mais cedo ou mais tarde deverá acontecer. O que para Portugal não será problemático do ponto de vista militar (pelo menos os nossos jovens não serão sacrificados), mas do ponto de vista económico poderá ser problemático!

    • Bem… nem sei por onde começar…

      Vamos então a isto:
      “No geral todas as pessoas pensam que o grande problema na Ásia é a Coreia do Norte, mas na verdade é a China.” A China não tem nenhum interesse numa guerra. Será neste momento o país que terá mais a perder (porque também é quem está a ganhar mais)

      “Por outro lado, a China sabe que tem os dias “contados”, pois a sua liderança e poder comercial/económico atual depende dos mercado dos USA e EU que cada vez mais estão virados a voltar industrializar-se em detrimento do mercado Chinês.” A China perderá a sua competitividade e capacidade para atrair investimento à medida que os seus salários sobem e a produtividade não consegue acompanhar. De resto, isto já acontece para os países vizinhos (Vietnam e associados)

      “Como a China não tem recursos materiais (matéria prima, área de exploração natural, etc.) e tecnológica (depende muito das patentes e da experiência do ocidente), mas cedo e mais tarde vai precisar “neutralizar” essas “ideais” ocidentais.” Aqui já anda desatualizado. Neste momento a China tem know how e capacidade de investigação própria. E nalgumas áreas já dá cartas a nível mundial.

      “No entanto, mais cedo ou mais tarde deverá acontecer. O que para Portugal não será problemático do ponto de vista militar (pelo menos os nossos jovens não serão sacrificados), mas do ponto de vista económico poderá ser problemático!” Felizmente que pelas suas palavras não sobra para nós… até porque acabaram de nos levar parte do nosso armamento. Estou mais descansado.

    • ” a China não tem recursos materiais (matéria prima, área de exploração natural, etc.)”
      Claro que não, excepto, entre outros, 80% de terras raras (ouro branco) necessário para fabricar tudo o que chamamos tecnologia de ponta.

    • Deve estar muito enganado sobre a China e o seu poder, que neste momento é monetário, deverá saber se a China quizer, “afunda” os estados unidos, já que detem uma grande parte da dívida americana, como em Portugal as grandes empresas já são chinesas, como a IBM p.ex

  6. Também há a porcaria dos drones que pode mandar uma caipirinha para o jacuzzi do norte coreano … Ficava logo resolvido ..
    Ameaças e ações dessas devem ter um limite .. que qual já atingiu o limite de jogar a Bingo..

    Sim , um drone daqueles que andam ao pé do aeroporto do Lisboa com bananas agarradas .

  7. Já passou da hora dos EUA acabar com as maluquices do ditador corrupto da Coreia Norte. Ele escraviza mata seu próprio povo. Ditadores e comunismo ja era, ficou no passado. As Nações devem gerar emprego e acabar com fome e promiver a paz. Todo mundo tem o direito de ter uma casa Boa carro e sossego e isso depende so bom senso dos líderes.na minha opinião os EUA e aliados devem atacar e libertar o povo Norte coreano

  8. Coreia do norte tem o direito constitucional de construir seu arsenal atômico igualmente os outros países da América e Europa, mas não tem o direito de ficar com retóricas de ameaças contra nunhuma nação do mundo

  9. Fechem os dois num quarto escuro e deem uma caçadeira a cada um deles e muitos cartuchos. Passado meia-hora abre-se a porta e liga-se a luz. Quem estiver de pé… ganhou…

    Mais uma bujeca sff

  10. Quando o lider da Coreia se vir sem saida vir que lhe vão cortando tudo e mais alguma coisa e ele se começar a sentir sem recursos acredito que ele vai cometer esta loucura e levar o mundo para uma guerra nuclear, já se viu que ele é inconsequente que não quer saber de sanções, ainda hoje disseram que houve um terramoto na Coreia do Norte com alguma intensidade superior a 5° uns acreditam que foi um teste nuclear no mar os EUA diz que a rede sismica registou como um abalo de origem natural eu não acredito e se não lhe puserem a mão o quanto antes vai ser a por a mão em nós

RESPONDER

Federer acusado de manobrar a tabela ATP

Contas da associação de tenistas foram alteradas por causa do coronavírus. Roger Federer está no quinto lugar mas só disputou um torneio ao longo de 2020. Em ano anormal, contas anormais: a tabela oficial da Associação …

Astrónomo do Instituto SETI garante que vamos encontrar extraterrestres até 2036

Seth Shostak, astrónomo e astrofísico do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) está convencido de que os humanos vão encontrar uma civilização extraterrestre inteligente até 2036. “O SETI duplica a velocidade aproximadamente a cada dois anos …

Mais leve e elegante. Assim é a nova e-bike que vai chegar às ruas da Europa

A startup Urban Cycles Oy, com sede em Helsínquia, demarcou uma espécie de lacuna no mercado europeu de bicicletas elétricas e por isso quis preenchê-la. O objetivo era produzir uma bicicleta elegante e mais leve. Um …

Incêndio reduz a maior ilha de areia do mundo a metade. É Património da Humanidade

Quase metade de Fraser, a maior ilha de areia do mundo, que se situa no nordeste da Austrália e foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi destruída por um incêndio florestal. O incêndio queimou …

"Toca de bruxaria" permaneceu até agora numa casa do século XVI. Encontrados crânios de cavalo e veneno

Uma casa cheia de objetos ocultos foi recentemente alvo de grande interesse. O espaço estava localizado dentro de numa casa do século XVI no País de Gales, e encontrava-se repleto de objetos ocultos, incluindo crânios …

Em 1843, o primeiro cartão de Natal foi considerado "escandaloso" (agora vai ser leiloado pela Christie)

Um exemplar do primeiro cartão de Natal impresso comercialmente, em 1843, que retratava uma cena da era vitoriana que escandalizou a população, vai ser posto à venda esta sexta-feira e é considerado um item raríssimo. Este …

Marcelo quer alívio de restrições no Natal sem pôr em xeque janeiro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira esperar que a "possível exceção" no Natal ao quadro de restrições para conter a covid-19 "seja bem entendida e bem vivida" e não provoque …

Bill Gates diz que o mundo estará de volta à normalidade já na primavera de 2021

Bill Gates, que desde 2015 tinha vindo a lançar alguns alertas sobre uma possível pandemia, deixou agora uma mensagem de esperança ao dizer que acredita que os EUA irão voltar ao normal na primavera de …

Mais um passo na hegemonia. China constrói aldeia nos Himalaias, em zona também disputada pela Índia e pelo Butão

Novas imagens de satélite mostram que a China construiu uma aldeia nos Himalaias, ao longo de uma fronteira que também é disputada pela Índia e pelo Butão, e que foi palco de um impasse agressivo …

João Félix eleito jogador do mês da liga espanhola. Ronaldo vence prémio em Itália

O português João Félix, do Atlético de Madrid, foi eleito o melhor jogador da Liga espanhola de futebol do mês de novembro. O luso revelou-se uma peça fundamental durante todo o mês e ajudou a equipa …