“O tempo das autoestradas terminou”, diz Pedro Nuno Santos

José Coelho / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa e o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas defendeu esta quinta-feira, durante a apresentação do Programa Nacional de Investimentos 2030, que a aposta dos “sucessivos” governos na rodovia reflete-se na condição atual da rede ferroviária.

“Não temos um grande histórico em termos de ferrovia. Sucessivos governos fizeram uma aposta na rodovia […]. Isto reflete-se na condição da nossa rede ferroviária atual. [Esta opção] é ainda mais estranha se considerarmos as mais-valias que a ferrovia pode dar”, afirmou Pedro Nuno Santos, em Lisboa.

O governante lembrou ainda que um dos principais objetivos do programa passa por garantir a continuidade dos investimentos além da atual legislatura e que, para isso, é necessário um grande consenso.

Para o ministro das Infraestruturas, o facto de o plano ter sido elaborado nestes moldes dá “garantias de que os problemas do passado deixem de existir”, nomeadamente, as paragens nos investimentos iniciados por anteriores governantes.

Durante a sua intervenção, Pedro Nuno Santos notou que as principais áreas de intervenção do PNI 2030 são os transportes e a mobilidade, ambiente, energia e regadio, dando resposta aos maiores desafios do planeta e, em particular, de Portugal, nomeadamente, as alterações climáticas e a transição energética.

Já no que se refere à ferrovia, de acordo com Pedro Nuno Santos, as metas do programa centram-se na substituição e aumento do material circulante, aumento da capacidade nas áreas metropolitanas, a criação de uma nova linha Porto-Vigo (Espanha) com duração de uma hora, bem como a eletrificação da rede até 2030. Por sua vez, no que concerne à rodovia, o ministro das infraestruturas destacou um “grande investimento” no interior, que classificou como justo, destacando as ligações ás áreas empresariais.

Pedro Nuno Santos disse mesmo que “o tempo das autoestradas terminou” em Portugal, frisando que a importância da ferrovia num país como Portugal é ainda maior.

O transporte marítimo-portuárias, por seu turno, terá, até 2030, uma melhoria nos acessos, uma via navegável no Douro, bem como novos terminais a e expansão dos existentes, de acordo com o governante.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jornalistas insultados e ameaçados em jantar-comício de Ventura (sem distanciamento)

Jornalistas foram vaiados, insultados e até ameaçados num jantar-comício do Chega, este domingo. O evento não cumpriu o distanciamento social, reunindo 170 pessoas num sala com 450 metros quadrados. No domingo, no Campo de São Mamede, …

Athletic Bilbao vence Barcelona e conquista Supertaça. Messi expulso após agressão

O Athletic Bilbao ergueu a sua terceira Supertaça de futebol de Espanha, ao vencer 3-2 no prolongamento o FC Barcelona, após 2-2 no final do tempo regulamentar, na final disputada no Estádio Olímpico de Sevilha. Depois …

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …