Telefonar para SNS 24 é a “melhor alternativa” às urgências, diz ministra da Saúde

Hugo Delgado / Lusa

A ministra da Saúde Marta Temido

A ministra da Saúde defendeu que o serviço SNS 24 é a “melhor alternativa” ao recurso imediato às urgências hospitalares, assinalando que o encaminhamento das chamadas telefónicas “é feito de acordo com as necessidades” dos doentes.

Marta Temido falava aos jornalistas, em Lisboa, depois de ter visitado o Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde (SNS 24).

Justificando as vantagens do SNS 24, que funciona 24 horas por dia, a ministra apontou “o conforto” de uma chamada a partir de casa, “a rapidez” no atendimento – “em média as chamadas são atendidas em 20 segundos” – e “a segurança” – o “atendimento é feito por enfermeiros e o encaminhamento dos doentes é feito de acordo com algoritmos de decisão” e verificado com “uma chamada de controlo passado algum tempo”.

Apesar de reconhecer que “não há sistemas isentos de falhas”, a ministra quis transmitir uma mensagem de tranquilidade, afirmando que o SNS 24 é um serviço “em que as pessoas podem confiar“.

Marta Temido apelou para o uso da linha telefónica em caso de suspeita de doença, considerando-a como a “melhor alternativa” às urgências, até para “evitar contágios”.

“As pessoas devem ligar para a linha em caso de gripe ou outra sintomatologia”, frisou, lembrando os casos não urgentes que chegam às urgências, provocando “filas de espera nos hospitais”.

A titular da pasta da Saúde acrescentou que, em média, apenas 20% das chamadas diárias de utentes com sintomas de gripe necessitaram de ser encaminhadas para as urgências hospitalares.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que acompanhou a visita, crê que o pico da gripe não terá sido ainda atingido, remetendo “informação mais fiável” para os dados que são atualizados semanalmente, às quintas-feiras, pelo Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge no boletim da gripe.

O plano de contingência sazonal que foi ativado nos centros de saúde de Lisboa e Vale do Tejo – que implica o alargamento do horário de funcionamento e o reforço de equipas – será estendido a centros de saúde de outras regiões caso os médicos responsáveis entendam que se justifique, adiantou Marta Temido.

A ministra reconheceu que, apesar do aumento de 30% do número de utilizadores da linha telefónica do Serviço Nacional de Saúde em 2018, comparativamente a 2017, é preciso continuar a reforçar o apelo à sua utilização.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Isto é tudo uma brincadeira pegada. Na falta de recursos nos hospitais e nos centros de saúde o problema resolve-se por telefone. Verdade se diga que apenas uma tontinha desejosa de protagonismo poderia aceitar um convite para ser ministra da saúde quando no fundo o ministro de todas as pastas é o Centeno.
    Depois temos episódios destes.
    Sabe Sra. Ministra… pode-se telefonar para essa tal linha, para que a senhora e os restantes companheiros de desgovernação irem todos para a pura que os pariu?

  2. Vem agora esta palhaça dizer que os problemas de Saude se resolvem pelo telefone.
    Ela telefona quando está doente? Não, tem muito dinheiro para ir a médicos particulares.

  3. Uma “Solução” que não é Solução nenhuma, e em certos casos pode ser uma agravante para a saúde da Pessoa que tenta uma solução por esse meio. Vale mais nesse caso dirigir-se a Farmácia, esses profissionais orientam de certeza a ou o Doente se considerarem que os sintomas, indicam uma patologia que necessita de ser tratada com a medicação adequada !

    • Ui… cuidado com isso… a Farmácia não é nenhum “centro de orientação” de doentes!
      Já usei o SNS24 e correu tudo bem – encaminharam-me para o centro de saúde e quando lá cheguei tive prioridade, precisamente por ter feito a triagem antecipadamente pelo SNS24.

RESPONDER

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …