Os táxis autónomos voadores da Airbus já voam

Vahana

Vahana, o táxi autónomo voador da Airbus

A Airbus também está a trabalhar no desenvolvimento de táxis autónomos voadores, e acaba de anunciar que um dos seus primeiros veículos de teste em escala real fez a primeira descolagem e aterragem vertical com sucesso.

A Airbus anunciou esta sexta-feira que a sua divisão A³ realizou com sucesso o voo inaugural da aeronave eléctrica e autónoma Vahana em escala real. A aeronave tem um comprimento de 5.7 metros e largura de 6.2 metros, com uma altura de 2.8 metros e peso de 745 kg, e é propulsionada por oito motores eléctricos montados em asas basculantes.

Essa característica permite ao veículo pousar e descolar na vertical, como um helicóptero, e, mudando a posição das asas e dos propulsores, o aparelho assume o voo horizontal, como um avião.

O primeiro teste, realizado sem tripulante, durou 53 segundos, e o veículo alcançou cinco metros de altura. O ensaio foi realizado em Pendleton, no estado do Oregon, nos Estados Unidos, em 31 de janeiro, e no dia seguinte o aparelho realizou mais um voo semelhante.

Embora o primeiro voo de testes estivesse originalmente planeado para o final de 2017, a Airbus pode orgulhar-se de este seu projecto Vahana não ter “derrapado”.

Este primeiro voo de teste foi bastante modesto, tendo durado apenas 53 segundos, durante os quais a aeronave descolou e se elevou até 5 metros de altura, para de seguida aterrar suavemente.

Mas o teste bem sucedido é um passo importante, e permite que o projecto avance para as fases seguintes, como a parte da transição para o voo horizontal e posterior regresso ao voo. Outro dos passos importantes será o primeiro voo com um passageiro a bordo, já que até agora os testes se têm realizado sem tripulação ou passageiros.

“Estamos hoje a comemorar uma grande conquista na inovação aeroespacial. Em pouco menos de dois anos, o Vahana passou de um esboço feito num guardanapo para uma aeronave autónoma que completou com sucesso o primeiro voo”, disse Zach Lovering, diretor da A³ responsável pelo projecto.

A A³ diz que um dos objetivos do Vahana é “democratizar o transporte aéreo“, estando a trabalhar para criar um veículo com um baixo custo operacional. Aguardemos então para ver até que ponto estes veículos voadores serão capazes de revolucionar a forma de transporte na nossa sociedade…

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Voou durante 53 segundos a 5 metros de altura? Uau, isto promete. Não me admira nada que daqui a 5 anos ou pouco mais, consigam atingir uns incríveis 10 metros de altura.

RESPONDER

Agência Europeia também investiga problemas nos novos aviões da TAP

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) confirmou à TSF que também estar a investigar os estranhos casos de enjoos nos novos aviões da TAP. A tomada de posição da EASA foi confirmada à …

PCP apresenta programa eleitoral que inclui “reforma fiscal”

O secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, apresenta esta terça-feira formalmente o programa eleitoral do partido para as legislativas, que inclui um pacote de medidas de “reforma fiscal”, em cerimónia pública, num hotel lisboeta. O líder do …

Multa histórica ao Facebook deixou Zuckerberg mil milhões de euros mais rico

A multa histórica de 4,4 mil milhões de euros aplicada ao Facebook, no âmbito do escândalo Cambridge Analytica, não está a fazer mossa na empresa e até fez subir as suas acções em bolsa, com …

Vale paga 165 mil euros a familiares dos trabalhadores mortos em Brumadinho

A empresa brasileira acordou indemnizar cada familiar dos trabalhadores mortos na rutura da barragem de Brumadinho, ocorrida em janeiro passado. O acordo, firmado entre o Ministério Público do Trabalho e a companhia mineira Vale, determina que …

Novo currículo e novas metas. Peritos desafiam Costa a mudar tudo no ensino da Matemática

Um grupo de peritos constituído em dezembro pelo Ministério da Educação quer que o ensino da Matemática assente num novo currículo, deixando para trás documentos que considera contraditórios entre si. Coordenado pelo professor Jaime Carvalho e …

Johnson & Johnson investigada por risco de cancro do pó de talco

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está a investigar a Johnson & Johnson para aferir se mentiu sobre o possível risco de cancro do seu pó de talco. Mais de 13 mil pessoas nos Estados …

Von der Leyen apresentou um "ramalhete" de promessas no Parlamento Europeu. Votação marcada para as 18h

A candidata à presidência da Comissão Europeia comprometeu-se esta terça-feira a tornar a Europa o primeiro continente a alcançar a meta da neutralidade carbónica em 2050, indicando que irá apresentar um “acordo verde” nos primeiros …

Em 2018, ficaram por pagar 12 milhões de euros em salários. É um aumento de 60% desde 2017

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) identificou 6.618 trabalhadores com salários em atraso, no valor de 11,7 milhões de euros. É, de acordo com o Jornal de Notícias, um aumento de 59% no espaço …

Maior central elétrica do país está há oito meses à espera de uma nova licença ambiental

A maior central elétrica do país está há oito meses à espera que a sua licença ambiental, essencial para que possa permanecer em operação, seja renovada. Apesar da morosidade do procedimento, e de a licença original …

Esta terça-feira vai poder ver o eclipse parcial da Lua

A Lua vai estar, esta terça-feira, na sombra da Terra devido a um eclipse parcial que vai poder ser visto em Portugal. Este fenómeno vai ser visível, a partir das 21h01, hora em que a Lua …