Governo já criou task force com cientistas comportamentais para ajudar na comunicação à população

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

A task force de cientistas comportamentais que vai assessorar o Governo na comunicação à população sobre os comportamentos indicados para combater a pandemia está criada.

De acordo com o Público, que teve acesso a um despacho assinado pela ministra da Saúde, o Governo criou uma task force de cientistas comportamentais que terão como responsabilidade ajudar a transmitir mensagens aos cidadãos sobre os comportamentos “recomendados como mais eficazes” no combate à pandemia de covid-19.

Os membros não serão remunerados e vão assessorar o Governo até ao final deste ano. Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde vão apoiar o grupo técnico e a ligação com o Governo será feita através de Tiago Antunes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro.

A task force é coordenada por Margarida Gaspar de Matos, da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, e conta com António Silva, do Instituto Superior de Economia e Gestão; Cristina Godinho, da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica; Duarte Sequeira, dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde; Marta Moreira Marques, do Trinity Centre for Practice and Healthcare Innovation; Miguel Arriaga, da Direcção-Geral da Saúde; Osvaldo Santos, do Instituto de Medicina Preventiva e Saúde Pública da Faculdade de Medicina de Lisboa; e Rui Gaspar, da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica.

O objetivo da equipa é contribuir para “uma mudança de comportamentos individuais e coletivos” e “garantir que diferentes indivíduos e as suas comunidades” mantêm os “comportamentos recomendados como mais eficazes em cada momento e contexto social, na resposta à pandemia e nos momentos que a ela se sucederão”.

O despacho assinado por Marta Temido revela que as “mudanças comportamentais apenas poderão ser alcançáveis com a aplicação estruturada da ciência comportamental” que permite “identificar, explicar, prever e intervir sobre comportamentos“, baseando-se no “estudo de flutuações” em relação às “perceções do sistema social sobre a evolução da pandemia”.

As flutuações “nos comportamentos de prevenção dos riscos de contágio pelo vírus SARS-CoV-2, em diferentes momentos e contextos sociais e por diferentes pessoas”, também assumem um papel importante, assim como as variações “nos fatores individuais, sociais e ambientais que permitem a sua facilitação ou inibição e consequente explicação e previsão de alterações ao comportamento e expectativas de adesão futuras”.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …