TAP vai ter de dispensar ainda mais trabalhadores, revela secretário de Estado Santos Mendes

A TAP não tem mais meios disponíveis para ajudar a Groundforce, pelo que existe a “possibilidade” de os trabalhadores ficarem sem os salários de maio.

Em entrevista ao Tudo é Economia, da RTP3, Hugo Santos Mendes, secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, revelou que a TAP vai ter de dispensar mais trabalhadores para salvaguardar a sua situação financeira.

Na mesma entrevista, o responsável adiantou que a “TAP não está em condições de ajudar mais a Groundorce”, pelo que espera que não se chegue a uma “situação em que o cenário de insolvência se possa colocar”.



Assim, reconheceu que há a “possibilidade” dos trabalhadores ficarem sem os salários de maio, tudo dependendo das negociações que estão a decorrer entre a Pasogal e uma nova entidade privada.

Já em relação à TAP, Santos Mendes acrescentou que a empresa necessitará de “ter mais saídas, entre 400 e 500″. Até ao momento, foram aceites pela TAP um total de “760” saídas voluntárias.

Também esta terça-feira, Pedro Nuno Santos deu a garantia de que a equipa que vai liderar os destinos da TAP vai ser divulgada “nos próximos dias” ou, o mais tardar, “nas próximas semanas”.

O ministro não adiantou nomes, mas assegurou que o Governo está “a fazer o seu trabalho”. “Quando tivermos a equipa concluída, será conhecida”, acrescentou, citado pelo jornal i.

O semanário Nascer do SOL divulgou que Miguel Frasquilho, atual presidente do conselho de administração da TAP, se perfila para ser reconduzido no cargo.

Ramiro Sequeira, até aqui CEO interino da companhia área, deve permanecer em funções, assim como Alexandra Reis – contratada pelo Grupo Barraqueiro para as compras da TAP – e Arik De, nos últimos anos responsável pelo departamento de redes e controlo de receita da companhia.

Além destes elementos, há ainda uma vaga por preencher, indicada pelo Ministério da Defesa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se tivessem deixado falir a tap, o governo poderia ficar com os activos e ter criado uma nova companhia aérea à medida das possibilidades do pais, tendo mantido também outras empresas associadas ao ramo. Agora isto transformou-se num processo agonizante sem fim à vista e a requerer ainda mais dinheiro público. Isto não é estratégia nenhuma. É um buraco sem fundo. Tipo ppp.

  2. E que tal dispensarem administradores que nada estão a fazer a não ser levar chorudos vencimentos sem qualquer justificação?

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …