Talibãs afirmam que já controlam 85% do Afeganistão

EPA / NAWEED HAQJOO

Os Talibãs já controlam 85% do território do Afeganistão, avançou esta sexta-feira um porta-voz do grupo, cujas forças militares ocuparam grande parte das províncias do norte do país, perto da fronteira com a China.

Esta afirmação surge num momento em que três dos membros do grupo visitam Moscovo para discutir as preocupações da Rússia sobre a possibilidade de grupos extremistas se infiltrarem nas suas fronteiras. O governo afegão referiu que a informação avançada pelo grupo não é um golpe de propaganda dos Talibãs, noticiou esta sexta-feira o Guardian.

O avanço do grupo ocorre ao mesmo tempo que os Estados Unidos (EUA) e os seus aliados, como o Reino Unido, aceleram a retirada das tropas do Afeganistão. Os Talibãs vão ocupando território, enquanto tentam estabelecer parcerias de longo prazo e relações com países vizinhos, como a China.

O porta-voz dos Talibãs, Suhail Shaheen, disse que o grupo vê a China como um “amigo” e deseja atrair investimentos chineses para a reconstrução do país, dilacerado pela guerra. “Se têm investimentos, é claro que garantimos a sua segurança. A segurança deles [chineses] é muito importante para nós”, indicou o responsável à This Week in Asia.

Esta sexta-feira, autoridades locais disseram à agência Reuters que os Talibãs tomaram Torghundi, perto da fronteira com o Turquemenistão, onde vivem dezenas de milhares da minoria xiita hazara. Estes rápidos avanços levaram centenas de agentes afegãos, funcionários da inteligência e refugiados a fugir para o Turquemenistão e o para Irão.

Em junho, o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Hua Chunying, referiu que a escalada da violência no Afeganistão se devia ao anúncio “abrupto” de retirada das tropas norte-americanas.

Analistas chineses apontam para a possibilidade de o Afeganistão se tornar um porto seguro para grupos separatistas uigures. Mas Suhail Shaheen afirmou que os Talibãs não permitirão a entrada no Afeganistão de combatentes uigures, acrescentando que o país também não abrigará elementos da Al-Qaeda.

A velocidade da retirada dos militares norte-americanos e da NATO do Afeganistão aumentou as preocupações da China sobre um possível vácuo na segurança. Contudo, os chineses mantêm laços diplomáticos com os Talibãs há anos.

Em junho, o Ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, disse aos seus colegas afegãos e paquistaneses que Pequim está a planear expandir substancialmente no Afeganistão os projetos que constam do plano de política externa do Presidente Xi Jinping, de forma a aumentar a sua influência no país.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …