Suspensão de voos para a Venezuela vai custar 10 milhões à TAP. “Quem vai pagar a conta?”

António Cotrim / Lusa

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves

O presidente da TAP está preocupado com as consequências da suspensão dos voos para a Venezuela. “Quero saber que vai pagar essa conta.”

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, disse esta quinta-feira que a suspensão de voos para a Venezuela durante 90 dias vai custar à companhia 10 milhões de euros em prejuízos diretos.

“Temos um potencial de 10 milhões de euros de prejuízo por conta dessa decisão. Eu quero saber quem vai pagar essa conta”, disse o responsável, que falava na conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2019 da companhia aérea, em Lisboa.

Em causa está uma decisão do Governo venezuelano de suspender os voos da TAP para aquele país durante 90 dias, acusando a companhia de ter permitido o transporte de explosivos e de ter ocultado a identidade de Juan Guaidó num voo de Lisboa para Caracas.

O CEO da TAP clarificou que os 10 milhões de euros se referem a prejuízos diretos, devido à suspensão dos dois voos semanais que a TAP tem para a Venezuela, acrescentando que não sabe dimensionar o valor dos prejuízos indiretos. “A bom rigor, nós fomos suspensos por 90 dias sem nenhuma justificação plausível. Mesmo porque quem faz o raio-x não é a TAP, quem faz a inspeção das bagagens não é a TAP. É cómico, mas é trágico, porque são 10 milhões de euros.”

Garantindo que a TAP “cumpre rigorosamente” os procedimentos, o responsável lamentou a decisão, que considerou um “vexame” (a expressão em português do Brasil para “vergonha”) para Portugal.

TAP “não comenta política remuneração da empresa”

Antonoaldo Neves escusou-se a fazer comentários sobre a atribuição de prémios a alguns trabalhadores depois de prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, dizendo que “não comenta política de remuneração da empresa”.

“A Comissão Executiva não comenta política de remuneração da empresa. A Comissão Executiva também não comenta declarações de outras pessoas”, afirmou o presidente da transportadora aérea, referindo-se às declarações do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, que considerouinaceitável” o pagamento de prémios a alguns trabalhadores depois dos prejuízos verificados no ano passado.

De acordo com o comunicado da TAP SGPS, que engloba todas as empresas do grupo, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), “o processo que envolve a gestão da entrada das 30 aeronaves e a saída de 18 antigas teve um impacto negativo financeiro de 55 milhões de euros no resultado do ano”.

A empresa liderada por Antonoaldo Neves refere ainda que em 2019 “foi penalizada entre 30 milhões de euros a 35 milhões de euros em resultado da ineficácia da infraestrutura”, referindo-se à “falta de investimento na capacidade do aeroporto de Lisboa” e ao “congestionamento do espaço aéreo”.

Na quarta-feira, um dia antes do anúncio dos resultados da TAP, o Governo considerou “inaceitável” que a TAP, empresa que “tem 100 milhões de euros de prejuízos” em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores, ressalvando que a decisão não é da administração, mas da gestão privada.

“É uma falta de respeito para com a esmagadora maioria dos trabalhadores da TAP e para com os portugueses”, avançou o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, em resposta ao deputado do PS Hugo Costa que questionou se é moralmente aceitável a atribuição de prémios na TAP, face aos prejuízos da empresa.

Numa audição parlamentar na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, o ministro disse que os prejuízos na TAP são “uma matéria que preocupa” o Governo, defendendo que o processo de reversão da privatização da companhia aérea de bandeira portuguesa foi “importante”, mas “se deve contar pelos dedos de uma mão os anos em que não deu prejuízo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Se a TAP escondeu os nomes do Guaidó e do tio…como é que os coletivos já sabiam que eles chegavam e estavam à espera deles para os agredir?? O governo do maduro não consegue implicar com outros países, então veio chatear Portugal.

    • e se calhar este CEO-Che é cumplkice do Maduro.
      Tudo é possivel, com a esquerdalhada. Por tudo ser possivel, é que ninguem acredita e os gajos fazem exactamente por ninguem acreditar em semelhante barbaridades

  2. É vergonhosa toda esta situação para a República de Portugal (RP), provocada pela má conduta da TAP (Transportes Aéreos Portugueses) empresa que outrora tanto dignificou o país e os cidadãos Portugueses, e agora se vê envolvida num esquema de tráfico de droga e transporte de explosivos nas suas aeronaves liderado pelo sr. Guaidó, o esquizofrénico que se auto-proclamou presidente da Venezuela.

    Já não bastava as medíocres e cobardes declarações do sr. Augusto Silva, Ministro dos Negócios Estrangeiros da República de Portugal (RP), que revelam claramente a sua ignorância diplomática e compadrio com a ingerência nos assuntos internos da República Bolivariana da Venezuela (RBV), ou o roubo do dinheiro pertencente aos cidadãos Venezuelanos efectuado pelo Novo Banco no valor de 1500 Milhões de Euros, tínhamos agora de passar por esta vergonha com a TAP o que leva a questionar se foi para isto que se privatizou uma empresa que outrora era digna.

    E como se não bastasse ainda temos o facto do sr. Guaidó viajar com uma identidade falsa, o que viola claramente os acordos internacionais da Organização Internacional de Aviação Civil, tendo sido recebido em Caracas pelo sr. Romain Nadal, Embaixador da França na República Bolivariana da Venezuela (RBV), o que não deixa de ser curioso.

  3. Só teorias da conspiração, nota se a léguas que os velhos do Restelo e alguns do antigo estado novo insistem nas suas ideias pré concebidas da mania da perseguição que paira nas suas cabecinhas e teima em não sair.. façam um passeio ao ar livre pela manhã, façam um piquenique, e, ainda que tarde, calem se, que já ninguém suporta ideias retrógradas.

RESPONDER

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …