Suspeitas sobre favorecimento no Vale do Lobo confirmadas por testemunhas

unaoc / Flickr

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates

O Ministério Público apresentou recentemente dois trunfos para reforçar tese do favorecimento no empreendimento do Vale do Lobo: os testemunhos de um arquiteto da Câmara de Loulé e um quadro da Caixa Geral de Depósitos recolhidos na Operação Marquês.

O Diário de Notícias descreve que, numa das últimas respostas a um recurso de José Sócrates, o procurador Rosário Teixeira exibiu, para fundamentar a sua tese, os depoimentos de um arquiteto da Câmara de Loulé e de um quadro da Caixa Geral de Depósitos e ex-administrador de Vale do Lobo, associando-a às suspeitas de corrupção e confirmando o favorecimento ao empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve, quer através do Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve (PROTAL) quer junto da Caixa Geral de Depósitos.

Segundo o procurador Rosário Teixeira, Nuno Guerreiro, arquiteto do Departamento de Urbanismo da autarquia de Loulé, explicou que antes da aprovação do PROTAL (publicada a 3 de agosto de 2007 em Diário da República) pelo governo de José Sócrates “existia a a expectativa” de que um regime de exceção consagrado no documento não viesse a ser admitido, “razão pela qual não havia sequer o empenho de desenvolver as estruturas e de comercializar determinados lotes”.

O artigo em questão estabelecia que as novas regras do PROTAL não se aplicavam “aos planos de urbanização e aos planos de pormenor em elaboração que à data da entrada em vigor da presente resolução já tenham sido remetidos à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve” – ou seja, até 31 de dezembro de 2007.

O DN descreve que a entrada em vigor só se verificou em dezembro de 2007, e a Assembleia Municipal de Loulé aprovou o novo PDM em janeiro de 2008, consagrando as regras de ordenamento do território definidas no PROTAL. Contudo, ficou definido que “os parâmetros urbanísticos fixados neste artigo não se aplicam às áreas abrangidas pelos seguintes planos municipais de ordenamento do território enquanto plenamente eficazes” – entre os quais estava o Plano de Pormenor de Vale do Lobo 3.

Em declarações ao Diário de Notícias, Seruca Emídio, presidente da Câmara de Loulé na altura, afirmou não ter memória da tramitação e e discussão do PDM, declarando no entanto que o documento aprovado em janeiro de 2008 “apenas serviu para adaptar as normas existentes às regras do PROTAL”.

O ex-autarca garantiu que nem Sócrates, nem nenhum administrador de Vale do Lobo o contactaram sobre o processo.

Paralelamente às decisões administrativas, a Operação Marquês investiga ainda o papel da Caixa Geral de Depósitos no financiamento ao empreendimento do Vale do Lobo, que começou com a concessão de crédito e posteriormente com a entrada da CGD no capital da empresa que gere o resort de luxo.

De acordo com o DN, dois depoimentos recolhidos pelo Ministério Público – de Arnaldo Matias, ex-colaborador de Vale do Lobo, e de José Vilela Filipe, ex-membro do conselho de administração e atual quadro da CGD – apontam, segundo o procurador, no sentido de que o banco público financiou “de forma precipitada” o empreendimento, “com um resultado, em sede de incumprimento do crédito concedido, que não se explica” pela posterior “crise do setor imobiliário”.

As suspeitas de corrupção imputadas a José Sócrates e a Armando Vara, administrador da CGD durante este período, recaem nas alegações do Ministério Público de que Hélder Bataglia, um dos sócios do Vale do Lobo, transferiu dinheiro ao ex-primeiro-ministro por este ter incluído no Plano de Ordenamento do Território para o Algarve (PROTAL) de 2007 um regime de excepção que beneficiou o empreendimento, baseando-se em coincidências temporais entre as decisões administrativas de da Caixa e várias transferências bancárias.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. E, mais uma vez, o segredo de justiça violado. E aqui não há investigação (séria e aprofundada) com direito até a prisões preventivas (uma moda que parece estar a pegar…).

    • Se tivesse percebido o texto seria a última coisa que pensaria escrever não fosse o seu lado “country” – Para uma boa coboiada além de cavalgaduras deve incluir fluxos temporais do vil metal com os mesmos circuitos !?!

      • Devo entender então, que para si, o segredo de justiça devia acabar? Sim… Desde que não o prejudique…
        Coboiadas? É o que se mais faz! Na “Justiça”. Na relação promíscua entre a “Justiça” e a “Imprensa”. Vale tudo! E nem precisa sequer ser verdade!
        Alguém disse (e muito bem) que: “A liberdade de um acaba quando interfere na do outro…” Não percebeu? Talvez (se tiver muita sorte) nunca venha a perceber…

  2. O MP tem muitas “suspeitas” e poucas certezas. Aliás as tais suspeitas são dúvidas em penal não pode haver dúvidas…

RESPONDER

As montanhas geladas de Plutão são fruto de um processo único (e inverso ao da Terra)

As montanhas descobertas em Plutão durante o "flyby" da nave New Horizons pelo planeta anão em 2015 estão cobertas por um manto de metano gelado, criando depósitos brilhantes impressionantemente parecidos aos das cadeias de montanhas …

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …