90 casos: surto de legionella desta magnitude e gravidade não é normal

Rodrigo Gatinho / portugal.gov

O director-geral da Saúde, Francisco George

O director-geral da Saúde, Francisco George

O director-geral da Saúde, Francisco George, anunciou este sábado que foram já diagnosticados 90 casos de infecção por ‘legionella’ na Grande Lisboa, dos quais 16 estão nos cuidados intensivos, admitindo que possam surgir novos casos.

A quase totalidade dos casos detectados, cerca de 90%, “estão concentrados na área de Vila Franca de Xira”, nomeadamente nas localidades de Vialonga, Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa.

Destes 90 casos detectados, 59 estão internados no Hospital de Vila Franca de Xira e os restantes casos estão internados por todos os hospitais da Grande Lisboa, como o Centro Hospitalar de Lisboa Norte, o hospital de Amadora-Sintra, o hospital das Descobertas e o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures.

Francisco George admitu esta tarde que o surto de legionella verificado em Vila Franca de Xira “é um problema que não é habitual” dada “a magnitude e gravidade”.

Para Francisco George, este surto de legionella “é uma situação preocupante“, indicando que estão a ser tomadas “medidas sem descanso” e assegurando que as autoridades de saúde “estão preparadas para um eventual aumento de casos”.

O director-geral de Saúde disse ainda que “não foi identificada a fonte de contágio“, nem a “explicação para este fenómeno”.

Na sexta-feira, deram entrada no hospital de Vila Franca de Xira 27 pessoas com problemas respiratórios, sendo que já hoje houve a registar a primeira vítima mortal, um homem de 59 anos com problemas respiratórios já anteriores a ter sido infetado com a bactéria Legionella.

As pessoas têm razões para estar atentas e preocupadas, é um problema que não é habitual, uma situação deste tipo, com esta magnitude e gravidade, não é habitual“, disse o diretor-geral de Saúde, admitindo que surjam novos casos nas próximas horas e dias, dado que o período de incubação da doença é de uma semana a 10 dias.

“É possível haver mais casos nas próximas horas e nos próximos dias”, disse Francisco George, considerando que as pessoas devem estar “alertadas e preocupadas, mas não alarmadas”, até porque, só este ano, já houve 88 casos de legionella em Portugal.

A bactéria da legionella, disse, “transmite-se por inalação, é respirada através da formação e produção de aerossóis, que são pequenas gotículas nos duches, nos repuxos, de tudo o que possa fabricar aerossóis, como por exemplo sistemas de ar condicionado, e uma vez que a água que esteve na sua origem tenha a bactéria, é provável a transmissão por inalação”.

Esta bactéria, vincou o diretor-geral de Saúde, “não se transmite de pessoa a pessoa“, pelo que a principal recomendação para os cidadãos, nomeadamente os da zona de Vila Franca de Xira, é “ter em atenção as comunicações dos meios de comunicação de referência”.

Quanto aos grupos de risco, Francisco George apontou as pessoas com mais de 50 anos e os grandes fumadores, lembrando que a única vítima mortal, até agora, era um “fumador de mais de dois maços por dia”, que por causa disso “tinha um fator de risco que determinou esta evolução”.

 Ministro da Saúde anuncia plano de contingência

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, anunciou este sábado que foi acionado um plano de contingência para lidar com o surto de legionella que surgiu na sexta-feira em Vila Franca de Xira.

Em declarações aos jornalistas à entrada para uma reunião de emergência das autoridades de saúde, em Lisboa, Paulo Macedo disse que “há um conjunto de medidas que têm vindo a ser tomadas, sendo que a primeira é tratar das pessoas e assegurar número suficiente de camas e a possibilidade de ventilar os doentes com dificuldades especiais”.

Paulo Macedo confirmou tratar-se de “um caso que não é normal”, mas lembrou que todos os anos “há um número significativo de Legionella e, no ano passado, houve 120 casos”.

Os especialistas das autoridades de saúde “reuniram-se na sexta-feira com a câmara de Vila Franca e empresas municipais de águas no sentido de o mais cedo possível podermos estabelecer conexões e fazer vários despistes e encontrar pontos comuns a estas pessoas”, disse o ministro, acrescentando que “foi feita geo-referenciação dos casos” e que todos os “factos vão ser trabalhados para ver como pode ser identificada a origem desta situação e pôr-lhe cobro, que é a segunda prioridade”.

Aberto inquérito epidemiológico

“Ontem, sexta-feira, foi também iniciado inquérito epidemiológico para averiguar a fonte potencial de contaminação e vão ser tomadas medidas para a sua eliminação”, disse à Lusa uma fonte oficial do Ministério liderado por Paulo Macedo.

A equipa é constituída pela Direção Geral de Saúde, Instituto Nacional de Saúde dr. Ricardo Jorge, delegados de Saúde e Administração de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, e o ministro tem “acompanhado pessoalmente a evolução da situação e participado em algumas reuniões”.

Os trabalhos, conclui a fonte oficial do Ministério da Saúde, estão concentrados em duas frentes: “na assistência e tratamento dos doentes e na identificação da fonte de contaminação”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …