Surfistas escrevem carta ao Governo a pedir para voltarem ao mar a 3 de maio

james_gordon_losangeles / Flickr

A Federação Portuguesa de Surf (FPS) assegurou que “vai motivar ao máximo” os praticantes a regressarem ao mar com regras, esperando compreensão do Governo quando for levantado o estado de emergência.

No dia em que organismo endereçou uma carta ao Governo português, ao Presidente da República e à Assembleia da República, juntamente com a Associação Nacional de Surfistas (ANS) e a Liga Mundial de Surf (WSL), a apresentar um conjunto de recomendações para autorizar o regresso ao mar, o presidente da FPS, João Aranha, falou da situação atual da modalidade em solo nacional, em declarações à agência Lusa.

“Queremos [voltar] quando o período de emergência for levantado, supostamente no dia 2 de maio. Temos de dar algum tempo. Achamos que vamos ter uma resposta positiva do Governo, até porque o próprio Executivo já está a inclinado a fazer uma abertura gradual do mar”, começou por dizer à Lusa.

Sobre a carta dirigida ao Governo, a quem pede “ouvidos e entendimento”, o presidente da FPS indica que esta “apela muito ao civismo e à união da comunidade”, revelando ainda que “vai motivar ao máximo os praticantes a voltarem ao mar com regras”.

Na missiva, as entidades argumentam que o “retorno dos surfistas ao mar” deve acontecer à meia-noite do dia 3 de maio, de forma “inequívoca, regrada e desagrupada”, mediante alguns pressupostos, cita o Tribuna Expresso.

Os surfistas devem apresentar-se com cartão de cidadão e com os devidos acessórios para a prática da modalidade, sendo que o regresso ao mar “deve ser feito de forma individual e desagrupada”, exceto em contextos familiares.

Na carta lê-se ainda que o regresso deve ser feito “de forma exclusiva pelo corredor de acesso ao mar, com integral respeito pela não permanência na praia” e, além disso, “cada surfista deverá limitar a sua atividade física diária a uma sessão no mar de até 90 minutos”.

João Aranha justifica o regresso apontando “razões de saúde e bem-estar” e fala de uma “visão diferente”, relativamente às diferenças de regressar ao mar e à praia.

“A praia para nós é uma passadeira e não é onde nós paramos e nos juntamos. Nós temos uma visão diferente. O nosso meio é o mar, são as ondas e queremos voltar ao mar. Compreendemos que o Governo teve algum receio, face aos ajuntamentos nas praias, como é normal”, explicou.

Mesmo com praias fechadas, ou com lotação máxima de pessoas, a ideia é que “haja acesso ao mar para os surfistas”, que estão “a ficar um bocadinho secos, com muita vontade de voltar e desesperados”, segundo revelou o dirigente à Lusa.

Contudo, a grande preocupação para a Federação passa pelo impacto económico “brutal”, como a redução de patrocínios, de eventos e o encerramento das escolas de surf.

“O que me preocupa mais e o que é crítico é a área do ensino de surf e das escolas. Essas sim, estão numa situação extremamente complicada. Tem de haver algum tipo de situação que os ajude a regressar gradualmente. Deviam ser autorizados a regressar, com regras e aulas com menos alunos”, lamentou.

Por fim, João Aranha mostrou-se esperançoso na realização de algumas provas ainda no ano de 2020 “já muito condicionado e reduzido”.

Tal como o responsável pela federação, também o presidente da ANS referiu à Lusa que acredita na compreensão do Governo para que a modalidade regresse a partir do dia 3 de maio.

“Temos a noção que há um bom acolhimento do lado dos municípios e esperamos que também do lado do Governo, para repor com toda a naturalidade e justiça”, referiu Francisco Rodrigues.

Ainda assim, o dirigente lembra que é um processo demorado e que a prioridade passa por estabelecer o surf individual.

“Estabelecer primeiro aquilo que é o surf individual para, depois, acreditar que isto vai correr com toda a normalidade e, poder sim, começar a especificar as medidas para retomar os eventos. Temos de perceber quando as reais condições para os eventos acontecem”, declarou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …

Min Nyo é jornalista, cobriu os protestos em Myanmar e foi condenado a 3 anos de prisão

Min Nyo, um jornalista birmanês de 51 anos, foi condenado a três anos de prisão pela sua cobertura dos protestos na sequência do golpe de Estado em Myanmar. Min Nyo, que trabalhava para a DVB (Voz …

McDonald's e Casa Branca unem-se para sensibilizar população a ser vacinada

Numa parceria com a Casa Branca, a cadeia de fast food norte-americana também está a dar o seu contributo para sensibilizar a população para a vacinação contra a covid-19. A ideia é promover informações relevantes sobre …

Voo "para lado nenhum" esgota em tempo recorde. Bastaram 2,5 minutos

A companhia aérea australiana Qantas vendeu os bilhetes para o próximo "voo para lugar nenhum" em tempo recorde: 2,5 minutos. A Qantas está a promover um novo "voo para lugar nenhum" que dará aos famintos por …

Todos queriam "O Senhor dos Anéis". Mas cinemas chineses foram obrigados a exibir filmes de propaganda

Pequim ordenou que os cinemas chineses divulgassem propaganda em homenagem ao Partido Comunista. Os cinéfilos do país, que clamam pelos filmes de Hollywood, revoltaram-se. A 1 de abril, no dia em que entrou em vigor um …

Presidente da República condecorou Jorge Coelho a título póstumo

Marcelo Rebelo de Sousa condecorou, a título póstumo, o antigo ministro e dirigente socialista Jorge Coelho com a grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou esta quinta-feira, …