Surfistas escrevem carta ao Governo a pedir para voltarem ao mar a 3 de maio

james_gordon_losangeles / Flickr

A Federação Portuguesa de Surf (FPS) assegurou que “vai motivar ao máximo” os praticantes a regressarem ao mar com regras, esperando compreensão do Governo quando for levantado o estado de emergência.

No dia em que organismo endereçou uma carta ao Governo português, ao Presidente da República e à Assembleia da República, juntamente com a Associação Nacional de Surfistas (ANS) e a Liga Mundial de Surf (WSL), a apresentar um conjunto de recomendações para autorizar o regresso ao mar, o presidente da FPS, João Aranha, falou da situação atual da modalidade em solo nacional, em declarações à agência Lusa.

“Queremos [voltar] quando o período de emergência for levantado, supostamente no dia 2 de maio. Temos de dar algum tempo. Achamos que vamos ter uma resposta positiva do Governo, até porque o próprio Executivo já está a inclinado a fazer uma abertura gradual do mar”, começou por dizer à Lusa.

Sobre a carta dirigida ao Governo, a quem pede “ouvidos e entendimento”, o presidente da FPS indica que esta “apela muito ao civismo e à união da comunidade”, revelando ainda que “vai motivar ao máximo os praticantes a voltarem ao mar com regras”.

Na missiva, as entidades argumentam que o “retorno dos surfistas ao mar” deve acontecer à meia-noite do dia 3 de maio, de forma “inequívoca, regrada e desagrupada”, mediante alguns pressupostos, cita o Tribuna Expresso.

Os surfistas devem apresentar-se com cartão de cidadão e com os devidos acessórios para a prática da modalidade, sendo que o regresso ao mar “deve ser feito de forma individual e desagrupada”, exceto em contextos familiares.

Na carta lê-se ainda que o regresso deve ser feito “de forma exclusiva pelo corredor de acesso ao mar, com integral respeito pela não permanência na praia” e, além disso, “cada surfista deverá limitar a sua atividade física diária a uma sessão no mar de até 90 minutos”.

João Aranha justifica o regresso apontando “razões de saúde e bem-estar” e fala de uma “visão diferente”, relativamente às diferenças de regressar ao mar e à praia.

“A praia para nós é uma passadeira e não é onde nós paramos e nos juntamos. Nós temos uma visão diferente. O nosso meio é o mar, são as ondas e queremos voltar ao mar. Compreendemos que o Governo teve algum receio, face aos ajuntamentos nas praias, como é normal”, explicou.

Mesmo com praias fechadas, ou com lotação máxima de pessoas, a ideia é que “haja acesso ao mar para os surfistas”, que estão “a ficar um bocadinho secos, com muita vontade de voltar e desesperados”, segundo revelou o dirigente à Lusa.

Contudo, a grande preocupação para a Federação passa pelo impacto económico “brutal”, como a redução de patrocínios, de eventos e o encerramento das escolas de surf.

“O que me preocupa mais e o que é crítico é a área do ensino de surf e das escolas. Essas sim, estão numa situação extremamente complicada. Tem de haver algum tipo de situação que os ajude a regressar gradualmente. Deviam ser autorizados a regressar, com regras e aulas com menos alunos”, lamentou.

Por fim, João Aranha mostrou-se esperançoso na realização de algumas provas ainda no ano de 2020 “já muito condicionado e reduzido”.

Tal como o responsável pela federação, também o presidente da ANS referiu à Lusa que acredita na compreensão do Governo para que a modalidade regresse a partir do dia 3 de maio.

“Temos a noção que há um bom acolhimento do lado dos municípios e esperamos que também do lado do Governo, para repor com toda a naturalidade e justiça”, referiu Francisco Rodrigues.

Ainda assim, o dirigente lembra que é um processo demorado e que a prioridade passa por estabelecer o surf individual.

“Estabelecer primeiro aquilo que é o surf individual para, depois, acreditar que isto vai correr com toda a normalidade e, poder sim, começar a especificar as medidas para retomar os eventos. Temos de perceber quando as reais condições para os eventos acontecem”, declarou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

Orçamento Retificativo: entre um cocktail de propostas e os apoios que Costa prefere segurar

António Costa decidiu ouvir todos os partidos com assento parlamentar antes de desenhar o esboço final do Orçamento Retificativo. Os encontros decorrem entre segunda e terça-feira. O primeiro-ministro recebe, entre hoje a amanhã, todos os partidos …

Descobertos fósseis do maior canguru do mundo e lagarto com seis metros

Os fósseis do maior canguru do mundo e de um lagarto com 6 metros de comprimento foram alguns dos achados de uma equipa de paleontólogos na Austrália. Uma equipa de paleontólogos relatou a descoberta de uma …

"Resolvia metade dos problemas sociais". PCP critica verba para o Novo Banco

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) disse este domingo que os 850 milhões de euros transferidos recentemente para o Novo Banco davam para “resolver metade dos problemas sociais que neste momento existem”. “Tantas vezes nos …

Schumacher "está numa fase difícil", revela antigo colega do piloto

Michael Schumacher "está numa fase difícil", disse este domingo Felipe Massa, que foi colega do piloto alemão na Ferrari, em 2006. "Sei como está, tenho informações. A minha relação com [Michael Schumacher] sempre foi muito próxima. …