Supermercados preparam-se para vender testes rápidos à covid-19

Mahmoud Khaled / EPA

Comprar testes rápidos à covid-19 num supermercado deverá tornar-se uma realidade para os portugueses, embora estes sejam restritos às áreas de saúde que existem em alguma superfícies e não de forma generalizada como no caso da Alemanha.

Uma portaria do Ministério da Saúde deixa margem para a venda de auto-testes em locais autorizados de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica. Para já, as empresas distribuidoras ainda aguardam regulamentação, mas a Biojam releva a necessidade de sensibilizar a população.

A portaria publicada na sexta-feira em Diário da República pelo Ministério da Saúde, que criou um regime excecional para a realização em auto-teste de testes rápidos de antigénio, e que deverá ficar regulamentada até ao final da semana, abriu porta à venda de testes rápidos para serem feitos sem supervisão de profissionais de saúde nas farmácias, mas também em locais autorizados de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica.

Segundo o jornal i, a Jerónimo Martins já confirmou que os testes serão vendidos nos espaços Bem-Estar das lojas Pingo Doce “brevemente”.

“Estamos a trabalhar no sentido de disponibilizar, com a maior brevidade possível, a venda destes testes nos espaços Bem Estar das lojas do Pingo Doce”, confirmou fonte oficial da empresa.

As empresas, tal como as farmácias, estão a aguardar a regulamentação por parte das autoridades, que de acordo com a portaria tem de ficar concluída em cinco dias úteis, prazo que termina na próxima sexta-feira.

De acordo com o mesmo jornal, os grupos de trabalho que envolvem o Infarmed, a Direção Geral da Saúde e o Instituto Ricardo Jorge têm estado a trabalhar em conjunto e deverão ser definidos vários aspetos, nomeadamente como serão comunicados os resultados dos testes, que marcas de testes rápidos de antigénio poderão ser vendidos e se haverá algum tipo de comparticipação.

A portaria definiu que poderão ser usados como auto-testes, ou seja sem supervisão, testes que assentem na recolha de amostras da área nasal anterior interna.

Isto significa que deverão ser disponibilizados apenas testes que sejam feitas com uma amostra colhida nas narinas e não aqueles que dependem de colheitas feitas com zaragatoas em profundidade nas vias respiratórias e na garganta.

Carlos Monteiro, diretor executivo da Biojam – uma das primeiras empresas a comunicar que tinha testes rápidos passíveis de ser utilizados como auto-teste – defende que um ponto essencial será sensibilizar a população e fornecer informações sobre como se fazem os testes nasais.

“Um profissional de saúde está habituado a fazer isto. Se forem duas gotas de sangue, é mensurável. Se for uma quantidade de saliva é mensurável. Agora como é que o comum dos mortais sabe que uma amostra das narinas é a amostra certa?”, refere, defendendo que os testes de saliva seriam mais adequados para auto-teste.

Outra questão que considera que deve ser alvo de sensibilização é a necessidade de comunicar resultados e em que circunstâncias fazer os testes rápidos.

Como avança o Jornal de Notícias, também nas farmácias, os auto-testes à covid-19, conhecidos como testes rápidos de antigénio, estão a ter muita procura nas farmácias portuguesas.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Falta de respeito". Patrões abandonam concertação social e pedem audiência a Marcelo

As quatro confederações patronais suspenderam, esta sexta-feira, a sua participação nas reuniões da Concertação Social e decidiram solicitar uma audiência ao Presidente da República, perante a "desconsideração do Governo pelos parceiros sociais" na discussão sobre …

Parlamento aprova diplomas para alargar gratuitidade das creches e "direito ao esquecimento"

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um projeto-lei para o alargamento da gratuitidade das creches e de soluções equiparadas e ainda um diploma que consagra o "direito ao esquecimento". A Assembleia da República aprovou um projeto-lei do …

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …