A bóia de salvação da Suíça é a economia forte e diversificada

Miquel Fabré / Flickr

Zurique (Suíça)

A economia suíça, forte e diversificada, deverá resistir à crise que se avizinha. Com a fronteira com o norte de Itália, o país agiu cedo e prepara-se agora para revitalizar a economia.

A tempestade ainda não passou, mas as prioridades da Suíça já mudaram: com o desconfinamento já na segunda de três fases, a prioridade agora é a recuperação da economia.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) espera que o PIB da Suíça diminua 6% em 2020, enquanto que a Secretaria de Estado dos Assuntos Económicos estima uma queda de 6,7%. Ainda assim, as previsões são melhores do que para muitos países europeus. Para Portugal, por exemplo, a estimativa do FMI é de uma quebra de 8% do PIB.

A crise que se avizinha não vai ser uma tarefa fácil de superar, mas Gregor Zemp, secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria Suíça em Portugal, admite que a economia tem duas grandes vantagens que vão ajudar o país a reerguer-se.

A primeira é “a competitividade da nossa economia, que permitirá uma retoma mais rápida”, e a segunda é “a dívida pública ter-se situado ao longo dos últimos dois anos em cerca de 30%, portanto, num valor mais baixo do que em muitos outros países”.

Para o secretário-geral, “com os cofres mais abastecidos combate-se a crise com mais facilidade”, logo “países, empresas e até pessoas que tiverem a liquidez necessária conseguirão ultrapassar este período com as receitas afetadas e investir na adaptação às novas circunstâncias, até o mercado se normalizar”.

À semelhança de outros países, há setores que vão perder mais do que outros. É o caso do turismo, que conta para 3% das receitas diretas da economia suíça, e das “empresas de trading, sobretudo de matérias-primas, das quais a Suíça tem várias com peso internacional”, explica Gregor Zemp, citado pelo Diário de Notícias.

As PME (cerca de 99% das empresas suíças) também deverão ficar prejudicadas, uma vez que “dependem fortemente da exportação”.

Segundo Zemp, quem sai a ganhar “é o cluster Life Science (química/farmacêutica, biotech, medtech), particularmente o setor farmacêutico, em que empresas como uma Roche, com um longo historial de desenvolvimento de produtos, neste momento estão a trabalhar arduamente no desenvolvimento de medicamentos e/ou de uma vacina contra o vírus”.

Os seguros ou o setor financeiro também são afortunados, “uma vez que a Suíça continua a ser considerada segura e estável, um “porto seguro” para os tempos de tempestade”.

O Governo já anunciou uma ajuda de emergência da ordem dos 60 mil milhões de francos suíços, mais de 56 mil milhões de euros, para travar as consequências económicas e sociais da pandemia de covid-19.

Apesar de a ajuda não ser suficiente para fazer face às perdas colossais, a economia do país deverá sobreviver por ser tão “diversificada e forte”, argumentou o embaixador André Regli, citado pelo mesmo jornal.

Zemp traça um paralelismo com Portugal, destacando que, nesta altura, “é interessante constatar que em países com uma governação mais humilde e democrática, como a Suíça e Portugal, o combate à crise tem sido mais bem-sucedido”.

“Em países com uma governação mais autocrata e até arrogante, como os EUA, a Rússia ou o Brasil, e no início também o Reino Unido, o vírus conseguiu causar mais prejuízo, com mortes e consequências económicas mais dramáticas”, acrescentou.

“Esperamos que os governos da Suíça e de Portugal continuem com esta forma humilde, consequente e pragmática a combater esta crise”, rematou o secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria Suíça em Portugal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Exacto….
    “economia forte e diversificada” ou como se costuma dizer: esconder (e ajudar a desviar) dinheiro/ouro de ditadores, de corruptos e de criminosos em geral!…

RESPONDER

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …