“Não vá ao ginásio, nem à biblioteca, nem a jantares ou a festas”. Suécia limita reuniões a oito pessoas

Fredrik Sandberg; TT / EPA

A Suécia, que tem mantido uma estratégia menos estrita do que a maioria dos países europeus face à covid-19, anunciou esta segunda-feira que vai limitar as reuniões públicas a um máximo de oito pessoas devido ao aumento dos contágios.

O indicador de aglomerações, até agora fixado em 50 a 300 pessoas dependendo do caso, cairá para oito a partir de 24 de novembro, medida “necessária” para diminuir o número de infeções, justificou o primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, em conferência de imprensa.

A medida entrará em vigor a 24 deste mês e assim permanecerá por quatro semanas.

Até sexta-feira, a Suécia contabilizou 177.000 casos de infeção com o novo coronavírus e 6.164 mortes por covid-19.

Trata-se da segunda medida de restrição anunciada em menos de uma semana pelas autoridades suecas, após terem imposto a proibição de venda de álcool a partir das 22h e a obrigação de encerramento de bares, restaurantes e clubes noturnos até às 22h30.

A estratégia de combate ao novo coronavírus na Suécia, o país escandinavo mais afetado e que conta com cerca de 103 milhões de habitantes, tem sido mais branda do que a dos vizinhos da Dinamarca, Finlândia e Noruega, apostando em poucas restrições e muitas recomendações, em que se apela à responsabilidade individual.

Löfven justificou a medida pelo menor cumprimento das recomendações, algo que considera “compreensível” pela duração da pandemia, mas ressalvou a importância de atuar com rapidez para limitar os contágios.

“A situação no nosso país é complicada e, ao mesmo tempo, simples: vivemos um tempo de provações. E vai piorar. Cumpra o seu dever, assuma a sua responsabilidade para impedir a propagação. Não vá ao ginásio, nem à biblioteca, nem a jantares ou a festas. Fique em casa”, insistiu Löfven.

Suécia registou 10 vezes mais óbitos do que a Noruega

Depois de uma primavera dura, em que a Suécia registou cinco vezes mais óbitos do que a Dinamarca e 10 vezes mais do que a Noruega, embora com uma taxa de mortalidade inferior à dos países mais castigados da Europa, a pandemia no país melhorou durante o verão, com os níveis de contágio abaixo dos restantes países nórdicos.

No entanto, nas últimas duas semanas, e de acordo com os dados mais recentes do Centro Europeu e Controlo de Doenças (ECDC), está a registar-se uma média de 511,9 novos casos por cada 100.000 habitantes, o dobro do índice da Dinamarca e mais do que os Países Baixos e o Reino Unido, entre outros.

“O rápido aumento que vimos na Europa veio para cá com grande força. O peso sobre a Saúde aumentou claramente e isso significa um contágio crescente”, disse o diretor da Agência de Saúde Pública sueca, Johan Carlson, defendendo que a regra passa pela ideia de “desistir de tudo o que não é absolutamente necessário”.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.319.561 mortos resultantes de mais de 54,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela AFP.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente chinês faz rara e discreta visita ao Tibete

O Presidente chinês fez uma rara visita ao Tibete, numa altura em que as autoridades reforçam o controlo sobre a cultura budista tradicional e impulsionam o desenvolvimento económico e modernização das infraestruturas da região dos …

Casinos em concelhos de risco elevado e muito elevado podem abrir a partir de sábado

Casinos, bingos e estabelecimentos similares localizados em concelhos de risco elevado e muito elevado podem funcionar a partir de sábado, tendo os clientes que apresentar certificado digital ou teste negativo. A medida consta de um despacho …

EMA aprova uso da vacina da Moderna para jovens entre os 12 e 17 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou, esta sexta-feira, a administração da vacina da Moderna em jovens dos 12 aos 17 anos. Foi aprovada a administração da vacina da Moderna para jovens menores de idade. A …

Dizer que MAI autorizou festejos do Sporting é "delírio"

Esta sexta-feira, no Funchal, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, voltou a distanciar-se do modelo adotado pelo Sporting para os festejos do campeonato. Os festejos do Sporting, do passado dia 11 de maio, não cumpriram …

"Não tem emenda." PSD e Bloco de Esquerda criticam relatório do Novo Banco

O Bloco de Esquerda defende que a versão entregue do relatório da comissão do Novo Banco, redigida por um deputado do PS, tem uma "parcialidade evidente" a favor do Governo. O PSD diz que "não …

Frederico Morais falha Jogos Olímpicos. Testou positivo à covid-19

O português Frederico Morais vai falhar a estreia do surf nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, por estar infetado pelo novo coronavírus, informou esta sexta-feira o Comité Olímpico de Portugal (COP). O surfista natural de Cascais, de 29 …

Governo propõe que todas as freguesias possam ter pelo menos um autarca a meio tempo

O Governo aprovou uma proposta para que todas as freguesias do país possam ter um autarca a meio tempo independentemente da sua dimensão, anunciou esta sexta-feira a ministra da Modernização do Estado, que tutela as …

Espanha vai administrar terceira dose da vacina

Espanha anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose da vacina contra a covid-19, embora ainda não haja data prevista. Carolina Darias, ministra da Saúde espanhola, anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose …

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …