Suécia continua a resistir ao uso de máscara. “Pensam que sabem mais que o resto do mundo”

A Suécia, que tem chamado a atenção pela sua estratégia face ao novo coronavírus, está mais uma vez isolada na sua luta contra a epidemia da covid-19, continuando a evitar a máscara.

Em Paris, a utilização de máscara passou a ser obrigatória na rua, mas em Estocolmo são raros os que a usam mesmo em espaços fechados como os supermercados, escritórios, autocarros e metropolitano.

As autoridades de saúde suecas consideram o uso de máscara insuficientemente eficaz e insistem no respeito pelo distanciamento social e na higienização regular das mãos.

“Penso que é um pouco estranho. Na Suécia, que é um pequeno país, eles pensam que sabem mais que o resto do mundo”, considera Jenny Ohlsson, responsável por uma loja de acessórios na capital sueca, onde existem todos os tipos de máscaras de tecido colorido.

Contrariamente ao resto da Europa, a Suécia não confinou a sua população e manteve abertos cafés, bares, restaurantes e outros negócios, pedindo a cada um que assumisse as suas responsabilidades. O balanço é questionável: com mais de 5.800 mortos e 84.000 casos, a Suécia está entre os países mais afetados em relação à população (10,2 milhões).

Mas ao contrário de numerosos países europeus que assistem a um recrudescimento de novos casos, como a França, Países Baixos, Alemanha ou Bélgica, os dados da Suécia estão a diminuir desde junho. Face à tendência, as autoridades de saúde não veem para já qualquer razão para mudar de estratégia, incluindo relativamente à máscara.

O epidemiologista Anders Tegnell, rosto da assumida estratégia sueca, considera que a eficácia do uso de máscara ainda não foi comprovada. Mal utilizada, a máscara também pode contaminar quem a usa, defende.

“Há pelo menos três relatórios importantes, da Organização Mundial de Saúde, da ECDC (agência europeia de saúde) e da (revista científica) The Lancet que a OMS cita, que afirmam que as evidências científicas são fracas”, explica o investigador.

“Tentar substituir essas medidas por máscaras não vai funcionar”

KK Cheng, epidemiologista no Instituto de Investigação Aplicada em Saúde de Birmingham, critica uma lógica “irresponsável” e “teimosa”. “Se os que pensam como ele estiverem errados, isso custa vidas. Mas se eu estiver errado, que dano é que isso custa?“, questionou este defensor do uso de máscara.

Anders Tegnell prefere insistir na diminuição dos números após a melhoria das condições nos lares, que registaram muitos mortos no início da epidemia, combinada com um maior respeito por recomendações como o teletrabalho.

Tentar substituir essas medidas por máscaras não vai funcionar“, considera. “Vários países que introduziram as máscaras registam agora um forte recrudescimento”, declarou em meados de agosto à televisão pública.

Os vizinhos nórdicos da Suécia também evitaram durante muito tempo o uso de máscara, mas mudaram todos de caminho no meio do verão. A Finlândia recomenda o uso nos locais públicos, a Noruega aconselha-o nos transportes públicos da capital, Oslo, e a Dinamarca tornou a máscara obrigatória nos transportes públicos.

Em junho, duas dezenas de médicos e investigadores assinaram um apelo divulgado no jornal sueco Aftonbladet para que Anders Tegnell e a Agência de Saúde Pública sueca reconsiderassem a política face ao uso de máscara.

O apelo tem sido repetido regularmente e as autoridades dizem acompanhar o assunto, admitindo introduzir a medida se tal for considerado necessário.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Podem as leis da Física refutar a existência de Deus?

Se existe um Deus que criou todo o universo e todas as leis da Física, Deus segue as suas próprias leis? Ou pode Deus substituir as suas leis, como viajar mais rápido do que a …

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …