A “sucessora natural” de André Silva. Inês Sousa Real não exclui candidatura à liderança do PAN

João Relvas / Lusa

A líder parlamentar do PAN, Inês de Sousa Real, defendeu esta segunda-feira que o partido saberá renovar-se num “novo ciclo” após a saída da liderança do deputado André Silva e não excluiu uma eventual candidatura.

Em declarações à Lusa, Inês de Sousa Real afirmou que este é um tempo “de reflexão” sobre o futuro e de “agradecimento” a André Silva, que no domingo anunciou que em junho deixaria o parlamento e o cargo de porta-voz do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), pelo trabalho que fez nos últimos anos, pelo partido e pelas suas causas.

Sobre a eventualidade de vir a ser candidata, no congresso já previsto para junho, afirmou: “Atendendo àquelas que são as responsabilidades assumidas no partido, não me excluo dessa reflexão [sobre o futuro do partido]. A seu tempo, e oportunamente, as candidaturas à comissão política nacional do partido serão conhecidas e, portanto, é um trabalho interno que terá que ser feito e para o qual estamos todas e todos convocados”.



Tendo em conta a decisão de André Silva, disse, haverá um congresso já e “todas e todos os filiados” estão “convocados para participar daquilo que é o início de um novo ciclo político para o partido”.

A líder da bancada do PAN relativizou a saída do atual porta-voz, afirmando que é “natural e saudável”, dentro da “construção democrática” interna, ainda mais porque o partido tem “valorizado a não perpetuação nos cargos“.

Em síntese, Sousa Real está “em reflexão” e quis expressar “um agradecimento” ao atual porta-voz porque “se o PAN chegou onde chegou deve-o a este coletivo de pessoas que trabalharam muito empenhadas para fazer avançar as causas que formam o ideário” do partido e “o André também é um exemplo disso”.

Segundo o semanário Expresso, o PAN está a apelar aos militantes para refletirem antes do Congresso agendado para 5 e 6 de junho. Inês de Sousa Real, líder parlamentar, é já apontada como a “sucessora natural” de André Silva.

“Julgo que será eleita uma lista de continuidade para a Comissão Política Nacional (CPN). A Inês, que tem tido um percurso e uma notoriedade crescente no partido, já deu provas e deverá assumir essa tarefa“, disse um membro da comissão política, em declarações ao mesmo jornal.

Tem todas as condições para ser a nova porta-voz, ainda que possa haver mais pessoas capazes”, afirmou um outro membro da CPN. “Penso que a Inês será a sucessora natural do André. Aliás, já tem feito um caminho nesse sentido, mas só a ela caberá essa decisão”, reiterou outro dirigente.

O porta-voz do PAN, André Silva, anunciou no domingo que vai abandonar as suas funções executivas no partido e o lugar de deputado no parlamento, invocando motivos pessoais e a defesa do princípio da limitação de mandatos.

“Volvidos vários anos de intenso trabalho e de uma magnífica experiência cívica e pessoal, decidi não me recandidatar aos órgãos nacionais do partido”, escreveu André Silva numa carta que dirigiu aos militantes do PAN e que publicou na sua página pessoal no Facebook.

Na carta, o porta-voz do PAN considera que “chegou a hora de mudar” e refere que, tendo sido pai há 5 meses, entende que deve “apanhar o comboio da paternidade para materializar valores” que considera essenciais nas esferas privada e pública.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

PAN acusa partidos de boicotarem ida de Rui Pinto à comissão do Novo Banco

André Silva fala em sucessivos adiamentos do agendamento da audição ao hacker, pedida pelo PAN, o que leva o deputado a referir “manobras e expedientes dilatórios”. Como recorda o Público, o PAN foi o único partido …

O vulcão em erupção na Islândia está agora à venda

O vulcão no sudoeste da Islândia, na Península de Reykjanes, que entrou em erupção no final de março, está agora à venda (e já há várias propostas em cima da mesa). De acordo com o jornal …

Após críticas, Cravinho garante que cartões de Antigo Combatente já estão a ser enviados

O Ministro da Defesa garantiu hoje que os cartões de Antigo Combatente já estão a ser produzidos e alguns já foram distribuídos aos beneficiários, assegurando que o processo vai continuar. João Gomes Cravinho abordou o tema …

Palácio onde Churchill nasceu muda nome do "Quarto Indiano" (para afastar polémica sobre ligações coloniais)

O Palácio de Blenheim mudou o nome da sua “Sala Indiana” para evitar polémica sobre ligações coloniais numa nova exposição sobre Winston Churchill. Uma exposição intitulada "O Grande Britânico" no local de nascimento do líder do …

militares a cantar hino do Sporting na parada

Exército investiga vídeo de militares a cantar hino do Sporting na parada

O vídeo que mostra recrutas de um quartel do Funchal, na Madeira, a entoar cânticos de apoio ao Sporting durante uma parada militar está a ser investigado pelo Exército. O episódio terá acontecido depois de …

Autoridade Marítima diz que multas nas praias ainda não podem ser aplicadas

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das medidas de prevenção da covid-19, indicando que as coimas por incumprimento só podem ser aplicadas …

Trabalhadores das cantinas e refeitórios em greve na 2.ª feira por aumentos salariais

Os trabalhadores das cantinas, refeitórios, fábricas de refeições e bares concessionados vão estar em greve na segunda-feira, por aumentos salariais, segundo a Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT). Além …

469 novos casos, 7 mortes e 386 recuperados em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, sete mortes atribuídas à covid-19 e 469 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde. O número de internamentos continua a descer. …

Limpeza, segurança e discrição. O Monte de Saint Michael procura um "rei" para o seu castelo

O Monte de Saint Michael, uma fortificação histórica na Cornualha, está a procura de um "rei". O trabalho inclui a responsabilidade pela segurança e proteção do castelo.  Abriram as inscrições para um "oficial do castelo" residente …

China cancela subidas ao Evereste por receio de casos vindos do Nepal

A China cancelou as permissões de escalar o Monte Evereste do seu lado do pico mais alto do mundo devido ao receio de importar casos de covid-19 do vizinho Nepal, noticiou a imprensa estatal. O encerramento …