Starbucks e Coca-Cola suspendem publicidade em todas as redes sociais

A Starbucks anunciou que suspenderá as suas campanhas publicitárias em todas as redes sociais, incluindo o Facebook, Instagram e Twitter.

Em comunicado citado pelo Business Insider, a maior cadeia de cafetarias do mundo refere que é “contra o discurso de ódio” e é da opinião de que “os líderes empresariais e os criadores de políticas devem unir-se para alcançar mudanças reais.

“Vamos fazer uma pausa no que respeita à publicidade em todas as plataformas de redes sociais, enquanto continuaremos as discussões internas com os nosso parceiros de redes sociais e organizações de direitos civis, num esforço para impedir a disseminação do discurso de ódio”, pode ler-se na mesma nota de imprensa.

Em declarações ao portal USA Today, a Starbucks esclareceu que a decisão não faz parte do boicote oficial #StopHateForProfit, organizado por grupos de direitos civis para condenar a inação do Facebook no que respeita à eliminação do discurso de ódio.

A Starbucks, que no ano fiscal de 2019 gastou 246 milhões de dólares em publicidade, continuará com outras campanhas em meios digitais, mas recusou-se a avançar com uma data para voltar a publicitar nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Na sexta-feira, a Coca-Cola anunciou que também vai interromper as suas campanhas publicitárias em todas as redes sociais pelo menos durate 30 dias.

Em comunicado, a empresa explica que a suspensão vigorará durante 30 dias, enquanto avalia a sua estratégia durante a ondas de críticas às redes sociais e ao “conteúdo racista” que continua nestas plataformas sem a intervenção das gigantes tecnológicas.

“Não há lugar para o racismo no mundo e não há lugar para o racismo nas redes sociais. A Coca-Cola Company fará uma pausa na publicidade paga em todas as plataformas de redes sociais em todo o mundo pelo menos durante 30 dias”, disse James Quincey, executivo-chefe da empresa, citado na nota de imprensa.

Neste período de tempo, a Coca-Cola vai avaliar as suas políticas de publicidade para determinar se são necessárias mudanças, pendido ainda às plataformas das redes sociais que permitam mais transferência na sua utilização.

Também a Unilever, dona de marcas como Dove, Ben & Jerry’s e Hellmann’s, anunciou tambem nesta sexta-feira que deixará ter os seus anúncios no Facebook, Instagram e Twitter nos Estados Unidos até o final deste ano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em 33 anos, Amazónia perdeu 72,4 milhões de hectares de floresta. O equivalente ao território do Chile

A floresta amazónica, presente em nove países da América do Sul, perdeu 72,4 milhões de hectares de cobertura vegetal entre 1985 e 2018, uma área equivalente ao território do Chile, segundo dados divulgados na quinta-feira …

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …