Sporting terá utilizado jogador de forma irregular, na liga de basquetebol

João Pedro Morais / Sporting CP

Shakir Smith no Sporting-Imortal

Shakir Smith não deveria ter entrado em campo contra o CD Póvoa, avisa o clube nortenho. E vêm aí mais queixas, provenientes da Póvoa de Varzim.

O Sporting utilizou um jogador que não deveria ter utilizado, quando recebeu e venceu o Clube Desportivo da Póvoa, na principal Liga de basquetebol. A denúncia foi feita pelo clube nortenho, na noite passada.

O jogo realizou-se no Pavilhão João Rocha no dia 8 de Janeiro deste ano, terminando com a vitória do campeão nacional por 113-70. Mas, avisa o CD Póvoa, Shakir Smith não estava elegível para essa partida.

Shakir Smith tinha assinado pelo Sporting um mês antes, a 4 de Dezembro. Foi um regresso a Lisboa do basquetebolista norte-americano, que já tinha representado os “leões” na temporada passada. Começou a época 2021/22 num clube da Islândia, o IR, mas saiu no final do ano.

O problema prende-se com a troca de jogos. O CD Póvoa explica em comunicado que esse jogo de Janeiro estava programado para a Póvoa de Varzim. Mas, após pedido do Sporting, a ordem inverteu-se: o jogo que seria em Lisboa realizou-se na Póvoa, em Outubro do ano passado; o jogo que seria na Póvoa de Varzim realizou-se em Lisboa, em Janeiro deste ano.

Como Shakir Smith chegou em Dezembro, foi inscrito pelo Sporting entre esses dois jogos. E jogou mesmo no duelo em Lisboa, tendo estado em campo durante quase nove minutos.

Mas como esse jogo estava programado para Outubro (altura em que Shakir Smith ainda estava na Islândia), o CD Póvoa entendeu que o base do Sporting não deveria ter jogado no Pavilhão João Rocha – numa partida que, no início da época, estava inserida na 4.ª jornada. O Sporting, na 4.ª jornada, não tinha Shakir no seu plantel.

A direcção dos poveiros apresentou uma participação disciplinar à Federação Portuguesa de Basquetebol mas a entidade negou o protesto, explicando que esse jogo em Lisboa, oficialmente, não foi adiado.

Ou seja, oficialmente o Sporting-CD Póvoa passou a integrar a 15.ª jornada, em vez de ser um jogo da 4.ª jornada adiado para Janeiro.

Decisão diferente

O CD Póvoa lamenta esta decisão porque lembra que, na época passada, a decisão foi diferente.

Na altura o duelo em causa foi entre CD Póvoa e BC Limiense. Ficou acordada uma troca igual, no calendário. E, tal como o Sporting fez agora, o CD Póvoa inscreveu um jogador entre esses dois jogos trocados.

No entanto a Federação Portuguesa de Basquetebol não permitiu a utilização desse reforço porque, nesse caso, considerou que o jogo que seria na primeira volta tinha sido adiado.

“Uma coisa é certa: quer o erro seja numa ou noutra decisão, há pelo menos um erro. Um erro gravíssimo… que tem de ter consequências”, escreve o clube da Póvoa.

E o CD Póvoa deixa no ar a ideia de que vêm aí mais queixas nos próximos dias porque, no início do comunicado, refere que “o copo transbordou” e que este foi apenas o primeiro de cinco comunicados.

“O Clube Desportivo da Póvoa tem vivido, nos últimos meses, páginas de surrealidade na sua participação na Liga BetClic que, com a calma e ponderação que sempre o caracterizou, tentou resolver pelos canais existentes. São demasiados os acontecimentos e demasiadas as gralhas cometidas que o único caminho possível é torná-lo público”, lê-se.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.