Sonda Cassini inicia a sua “missão suicida” nos anéis de Saturno

A sonda Cassini da NASA está de volta ao contacto com a Terra depois do seu primeiro mergulho bem-sucedido, através da estreita abertura entre o planeta Saturno e os seus anéis, no passado dia 26 de abril.

A nave espacial encontra-se no processo de transmissão de dados científicos e de engenharia recolhidos durante essa passagem, via Complexo Goldstone da DSN (Deep Space Network) da NASA no Deserto de Mojave, na Califórnia, EUA.

A DSN adquiriu o sinal da Cassini às 07h56 de dia 27 de abril (hora portuguesa) e os dados começaram a aparecer às 08h01 do mesmo dia.

“Na maior tradição de exploração, a sonda Cassini da NASA, mais uma vez, abriu novos caminhos, mostrando-nos novas maravilhas e demonstrando onde a nossa curiosidade nos pode levar quando nos atrevemos,” comenta Jim Green, diretor da Divisão de Ciência Planetária na sede da NASA em Washington.

Enquanto mergulhava através da divisão, a Cassini passou a três mil quilómetros do topo das nuvens de Saturno (onde a pressão do ar é de 1 bar – comparável à pressão atmosférica da Terra ao nível do mar) e a cerca de 300 quilómetros da orla mais interna e visível dos anéis.

Apesar dos gerentes da missão estarem confiantes de que a Cassini ia passar com sucesso pela lacuna, tomaram precauções extra neste primeiro mergulho, pois a região nunca tinha sido explorada antes.

Nenhuma nave espacial jamais esteve tão perto de Saturno. Só podíamos contar com previsões, baseadas na nossa experiência com os outros anéis de Saturno, com o que pensávamos que essa divisão entre os anéis e Saturno seria,” comenta Earl Maize, gestor do projeto Cassini no JPL da NASA em Pasadena, na Califórnia.

“Fico muito contente em informar que a Cassini passou pela divisão exatamente como planeado e saiu do outro lado em excelente forma”, acrescentou.

A distância que separa os anéis e o topo da atmosfera de Saturno ronda os dois mil quilómetros. Os melhores modelos para a região sugeriam que se houvesse partículas do anel na área onde a Cassini cruzava o plano anular, que estas seriam minúsculas, na escala de partículas de fumo.

A nave espacial passou por esta região a velocidades que rondam os 124 mil km/h em relação ao planeta, de modo que quaisquer partículas pequenas que atingissem uma área sensível podiam, potencialmente, ter desativado a nave espacial.

Como medida protetora, a sonda usou a sua grande antena parabólica de alto ganho (4 metros de diâmetro) como escudo, orientando-a na direção das partículas do anel em aproximação. Isto fez com que a sonda estivesse fora de contacto com a Terra durante a travessia do plano dos anéis, que ocorreu às 10h00 (hora portuguesa) de dia 26 de abril.

A Cassini estava programada para recolher dados científicos enquanto passava bem próximo do planeta e para, cerca de 20 horas depois, orientar-se para a Terra e fazer contacto.

O próximo mergulho da Cassini, através da lacuna que separa o planeta dos anéis, está agendado para o dia 2 de maio.

Lançada em 1997, a Cassini chegou a Saturno em 2004. Após o último “flyby” pela grande lua Titã, no dia 22 de abril, a sonda começou o que os técnicos da missão chamam de “Grand Finale”.

Durante este último capítulo, a Cassini orbitará Saturno aproximadamente uma vez por semana, fazendo um total de 22 mergulhos entre os anéis e o planeta. Os dados deste primeiro mergulho vão ajudar os engenheiros a compreender se e como precisarão de proteger a nave durante as próximas travessias do plano dos anéis.

Nos próximos quatro meses, a NASA espera obter informações para responder a grandes questões sobre Saturno, como saber o que está na sua estrutura interna, quanto dura um dia no planeta e em que velocidade gira o seu núcleo. Os investigadores também esperam verificar com detalhe os anéis do planeta, quando estes se formaram e do que são feitos. Esta será também a primeira vez na história em que serão feitas análises das partículas de gelo dos anéis principais e das camadas externas da atmosfera do gigante gasoso.

A sonda está numa trajetória que, eventualmente, a levará a mergulhar na atmosfera de Saturno – e assim terminar a sua histórica missão – no dia 15 de setembro de 2017.

ZAP // CCVAlg / Canal Tech

PARTILHAR

RESPONDER

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …

Estado angolano exige 25 milhões de euros ao general Dino

O Estado angolano exige ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento, mais conhecido por Dino e um dos homens de confiança do ex-presidente José Eduardo dos Santos, o pagamento de 29 milhões de dólares (25 milhões …

Procuradora dos "Cinco de Central Park" deixa de lecionar Direito após série da Netflix

Elizabeth Lederer, a procuradora principal do caso dos "Cinco de Central Park", que resultou na condenação injusta de jovens negros e latinos por violação, disse que vai deixar de lecionar Direito na Universidade de Columbia, …

A água da torneira de uma cidade americana ficou repentinamente cor-de-rosa

Os residentes de Coal Grove, no Ohio, foram surpreendidos por água cor-de-rosa a sair das torneiras das suas casas. O problema esteve relacionado com uma avaria na bomba da estação de tratamento da água. Nenhum habitante de …

Hospital Pulido Valente sem anestesistas na escala este fim de semana

Médicos do Hospital Pulido Valente, em Lisboa, foram este sábado surpreendidos com a falta de anestesistas na escala deste fim de semana e manifestam preocupação com o impacto da decisão nos doentes internados. O coordenador da …

Na Suécia, há quem tenha "vergonha" de andar de avião

Viajar de avião ou usar outro meio de transporte? Para muitos, essa pergunta vem de um dilema ético, de pessoas preocupadas com o impacto da aviação nas mudanças climáticas. Nenhum país, contudo, levou esse dilema tão …

EUA. Governo separa famílias de imigrantes ilegais e envia as crianças para antiga base militar

O internamento de nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial sempre permaneceu uma mancha terrível nos livros de história dos Estados Unidos (EUA). Cerca 120 mil pessoas foram mantidas à força em várias dessas instalações entre …

Morreu o cineasta italiano Franco Zeffirelli

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu, na sua casa, em Roma, aos 96 anos, noticiou este sábado a imprensa italiana. “O desaparecimento ocorreu no final de uma longa doença. O mestre vai descansar no cemitério de …