Soldado que fugiu da Coreia do Norte tem “parasitas gigantes” no intestino

(dv) Kim In-cheol / Yonhap / EPA

O cirurgião sul-coreano Lee Cook-jong, em conferência de imprensa no hospital de Suwon, apresenta informações sobre o estado de saúde do soldado desertor

O soldado norte-coreano que conseguiu desertar para a Coreia do Sul, depois de ser ferido por vários disparos enquanto cruzava a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, tem um número elevado de parasitas no intestino.

O soldado cruzou a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, a chamada DMZ, na passada segunda-feira, mas foi ferido por pelo menos seis disparos do exército norte-coreano para que não conseguisse escapar.

O norte-coreano foi transportado para uma unidade hospitalar da Coreia do Sul e já se encontra estável, no entanto, segundo a BBC, os médicos encontraram um número elevado de parasitas no intestino, que estão a contaminar os ferimentos e a atrasar a sua recuperação.

“Nunca vi nada assim nos meus 20 anos enquanto médico”, afirmou Lee Cook-jong aos jornalistas, explicando que o maior verme retirado do corpo tinha 27 centímetros.

De acordo com a BBC, a condição deste desertor mostra-nos mais a fundo como é a vida na Coreia do Norte. Em declarações à emissora, o professor Andrei Lankov, da Kookmin University, em Seoul, diz que “é um país muito pobre e, tal como todos os outros países nesta situação, tem graves problemas a nível de saúde pública”.

“A Coreia do Norte não possui recursos para ter um sistema de saúde moderno. Os médicos são mal formados e têm de trabalhar com equipamento primitivo”, acrescenta.

Os parasitas podem entrar no corpo humano através de comida contaminada, pela picada de determinados insetos ou caso consigam passar pela pele. No caso do soldado norte-coreano, é provável que a explicação esteja na comida, uma vez que a Coreia do Norte continua a usar fezes humanas como fertilizantes.

À agência Reuters, Lee Min-bok, um especialista da agricultura deste país, conta que “os fertilizantes químicos eram fornecidos pelo Estado até 1970. Na década de 90, o regime não conseguiu mais manter esta prática, por isso os agricultores começaram a usar fezes”.

Se as fezes não forem tratadas e forem usadas para fertilizar legumes que são depois ingeridos crus, os parasitas entram na boca e intestinos das pessoas. Enquanto que uns vermes são inofensivos, outros podem ser uma grande ameaça, explica o professor da Escola de Ciências Biológicas da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, Peter Preiser.

“O que eles fazem é retirar os nutrientes do corpo. Por isso, embora alguns deles passem despercebidos, todos indicam um mau estado de saúde. Noutras palavras: pessoas que têm parasitas não são saudáveis”, afirma.

As sanções internacionais, as secas e a gestão interna desastrosa fazem com que a escassez de alimentos seja um grande problema na Coreia do Norte. Até 70% da população vive com ajuda alimentar providenciada pelo regime e tem uma dieta perigosamente variável, com grandes deficiências de micronutrientes tais como ferro, zinco, vitamina A e iodo.

As duas Coreias permanecem tecnicamente em estado de guerra, desde o conflito de 1950-53, que terminou apenas com um armistício que nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.

ZAP // Ciberia

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O que lhes vale é serem constantemente alimentados de ideologia comunista, assim ficam todos a pensar por uma só cabeça a do Kim-Jong-un que no entanto anda bem gordinho e lustroso dando provas de que o tacho é outro bem diferente.

    • É bem clara a diferença, entre o desgraçado do soldado que fugiu, e a do “Adorado Lider”, que o diabo conserve o menos possível.
      Mas a situação das “lombrigas”, é facil de resolver. Alimenta-se o soldado, pelo recto, com umas belas bifanas com mostarda durante dois ou três dias. As lombrigas gulosas que são habituam-se ao piteu. Ao que se faz uma paragem no tratamento. Então o enfermeiro de serviço, mesmo que não seja especializado em lombrigas, espera que alguma se manifeste, pondo a cabeça de fora e pergunte pelas bifanas. Acto continuo, leva logo uma martelada, e adeus lombriga.

O Ártico pode ficar sem gelo no verão de 2044

As mudanças climáticas provocadas pelo Homem estão muito perto de tornar o Ártico livre de gelo, já a partir do verão de 2044. Um artigo científico, publicado recentemente na Nature Climate Change por investigadores da Universidade …

Estamos sozinhos no Universo? Cientistas detalham que exoplanetas poderiam albergar vida

Através da modelagem climática, uma equipa de cientistas da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, apontou que tipo de planetas têm maior probabilidade de serem habitáveis. A descoberta pode ajudar os astrónomos a selecionar áreas …

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …