Soldado que fugiu da Coreia do Norte tem “parasitas gigantes” no intestino

(dv) Kim In-cheol / Yonhap / EPA

O cirurgião sul-coreano Lee Cook-jong, em conferência de imprensa no hospital de Suwon, apresenta informações sobre o estado de saúde do soldado desertor

O soldado norte-coreano que conseguiu desertar para a Coreia do Sul, depois de ser ferido por vários disparos enquanto cruzava a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, tem um número elevado de parasitas no intestino.

O soldado cruzou a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, a chamada DMZ, na passada segunda-feira, mas foi ferido por pelo menos seis disparos do exército norte-coreano para que não conseguisse escapar.

O norte-coreano foi transportado para uma unidade hospitalar da Coreia do Sul e já se encontra estável, no entanto, segundo a BBC, os médicos encontraram um número elevado de parasitas no intestino, que estão a contaminar os ferimentos e a atrasar a sua recuperação.

“Nunca vi nada assim nos meus 20 anos enquanto médico”, afirmou Lee Cook-jong aos jornalistas, explicando que o maior verme retirado do corpo tinha 27 centímetros.

De acordo com a BBC, a condição deste desertor mostra-nos mais a fundo como é a vida na Coreia do Norte. Em declarações à emissora, o professor Andrei Lankov, da Kookmin University, em Seoul, diz que “é um país muito pobre e, tal como todos os outros países nesta situação, tem graves problemas a nível de saúde pública”.

“A Coreia do Norte não possui recursos para ter um sistema de saúde moderno. Os médicos são mal formados e têm de trabalhar com equipamento primitivo”, acrescenta.

Os parasitas podem entrar no corpo humano através de comida contaminada, pela picada de determinados insetos ou caso consigam passar pela pele. No caso do soldado norte-coreano, é provável que a explicação esteja na comida, uma vez que a Coreia do Norte continua a usar fezes humanas como fertilizantes.

À agência Reuters, Lee Min-bok, um especialista da agricultura deste país, conta que “os fertilizantes químicos eram fornecidos pelo Estado até 1970. Na década de 90, o regime não conseguiu mais manter esta prática, por isso os agricultores começaram a usar fezes”.

Se as fezes não forem tratadas e forem usadas para fertilizar legumes que são depois ingeridos crus, os parasitas entram na boca e intestinos das pessoas. Enquanto que uns vermes são inofensivos, outros podem ser uma grande ameaça, explica o professor da Escola de Ciências Biológicas da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, Peter Preiser.

“O que eles fazem é retirar os nutrientes do corpo. Por isso, embora alguns deles passem despercebidos, todos indicam um mau estado de saúde. Noutras palavras: pessoas que têm parasitas não são saudáveis”, afirma.

As sanções internacionais, as secas e a gestão interna desastrosa fazem com que a escassez de alimentos seja um grande problema na Coreia do Norte. Até 70% da população vive com ajuda alimentar providenciada pelo regime e tem uma dieta perigosamente variável, com grandes deficiências de micronutrientes tais como ferro, zinco, vitamina A e iodo.

As duas Coreias permanecem tecnicamente em estado de guerra, desde o conflito de 1950-53, que terminou apenas com um armistício que nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.

ZAP // Ciberia

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O que lhes vale é serem constantemente alimentados de ideologia comunista, assim ficam todos a pensar por uma só cabeça a do Kim-Jong-un que no entanto anda bem gordinho e lustroso dando provas de que o tacho é outro bem diferente.

    • É bem clara a diferença, entre o desgraçado do soldado que fugiu, e a do “Adorado Lider”, que o diabo conserve o menos possível.
      Mas a situação das “lombrigas”, é facil de resolver. Alimenta-se o soldado, pelo recto, com umas belas bifanas com mostarda durante dois ou três dias. As lombrigas gulosas que são habituam-se ao piteu. Ao que se faz uma paragem no tratamento. Então o enfermeiro de serviço, mesmo que não seja especializado em lombrigas, espera que alguma se manifeste, pondo a cabeça de fora e pergunte pelas bifanas. Acto continuo, leva logo uma martelada, e adeus lombriga.

RESPONDER

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …

Iniciativa Liberal vai votar contra programa de Costa

O deputado eleito do Iniciativa Liberal vai votar contra o Programa de Governo, e revela que as suas primeiras propostas serão de desagravamento fiscal perante um Parlamento onde se quer sentar ao meio, "o mais …