Soldado norte-coreano baleado quando desertava para a Coreia do Sul

Edward N. Johnson / USGov

Soldados da Coreia do Norte em vigilância na zona desmilitarizada entre as duas Coreias

Um soldado da Coreia do Norte conseguiu esta segunda-feira desertar para a Coreia do Sul, após ser ferido por disparos do exército norte-coreano enquanto cruzava a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, DMZ.

Segundo informou o Estado-Maior Conjunto (JCS) sul-coreano, o militar foi levado para uma unidade hospitalar sul-coreana para receber tratamento por um ferimento no ombro,

O incidente ocorreu às 16h horas locais e aconteceu na Área de Segurança Conjunta (JSA) de Panmunjom, o único local da DMZ no qual teoricamente os soldados das duas Coreias podem ver-se frente a frente, segundo detalhou à Agência EFE um porta-voz do Ministério de Defesa da Coreia do Sul.

O exército sul-coreano aumentou o seu nível de alerta perante eventuais provocações do exército norte-coreano”, explicou o JCS num breve comunicado.

O episódio mais sangrento na história da JSA, área criada no fim da Guerra da Coreia, em 1953, aconteceu em 1984, quando o estudante soviético Vasily Matuzok desertou para a Coreia do Sul aproveitando uma visita turística a Panmunjom durante uma estadia na Coreia do Norte.

Vasily Matuzok começou a correr até atravessar para o outro lado da linha de demarcação militar que divide a JSA, o que ocasionou uma prolongada troca de tiros entre os dois lados. O confronto causou a morte de três soldados norte-coreanos e um sul-coreano, além de seis feridos – um deles, um militar americano.

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul permanecem tecnicamente em estado de guerra, desde o conflito de 1950-53, que terminou apenas com um armistício que nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Pó de talco para bebés tem amianto (e a Johnson & Johnson sabia há décadas)

O conhecido pó de talco para bebés da marca Johnson & Johnson contém vestígios de amianto, substância considerada cancerígena, há várias décadas, de acordo com uma investigação da Reuters que garante que a empresa tinha …

Registo da atribuição do caso Sócrates a Carlos Alexandre desapareceu

O registo da atribuição do processo da Operação Marquês ao juiz Carlos Alexandre, em 2014, desapareceu do sistema informático Citius. Quem o diz é o juiz Ivo Rosa, que decidirá se o caso segue ou …

Alemanha soube mais do que Portugal. Bloco exige explicações do Governo

O Parlamento alemão terá discutido e votado um documento com as condições exigidas a Portugal para o pagamento antecipado ao FMI, enquanto que a Assembleia da República portuguesa não teve acesso a essa informação. O Bloco …

“Eu sei cortar”. Turquia revela áudio de assassino de Khashoggi

Foi divulgada mais uma prova do assassinato do jornalista saudita, Jamal Khashoggi, no consulado saudita em Istambul: uma gravação captada no momento do crime, na qual se ouve um dos assassinos dizer “eu sei cortar”. Quem …

Comité que planeou tomada de posse de Trump investigado

O comité que organizou a tomada de posse de Donald Trump está a ser investigado por suspeitas em torno do uso de 107 milhões de dólares que lhe chegaram através de donativos. A investigação, ainda embrionária, …

Catástrofe cósmica pode ter aniquilado tubarões pré-históricos gigantes

A explosão de estrelas há 2,6 milhões de anos pode ter contribuído para a extinção em massa que varreu os oceanos pré-históricos da Terra, eliminando criaturas como o tubarão gigante conhecido como Megalodon. Partículas cósmicas destas …

"Coletes Amarelos" já chegaram a Israel. Protestam contra a subida de preços

Algumas centenas de manifestantes com coletes amarelos e imitando a contestação em França protestaram esta sexta-feira em Telavive e Jerusalém contra o aumento do custo de vida anunciado para 2019. Respondendo a um apelo nas redes …

Silvano apoia sanções a presenças-fantasma desde que se separem registos

O secretário-geral do PSD disse que apoiará sanções que venham a ser incluídas no regulamento da bancada para falsas presenças de deputados, desde que exista uma separação entre o registo de acesso ao sistema e …

Caçador da Idade da Pedra não foi vítima de canibalismo. Foi queimado vivo

O crânio partido de um caçador que viveu há cerca de 8.000 anos não é evidência de canibalismo, como os investigadores pensavam anteriormente. Em vez disso, o caçador morreu num terrível assassinato, sugere um novo …

Mordida de formiga "drácula" é cinco mil vezes mais rápida que um piscar de olhos

A formiga "drácula", nome popular da Mystrium camillae, é um inseto que vive no Sudeste Asiático e na Oceânia. A sua mordida é a mais rápida do mundo animal, com velocidade de 320 quilómetros por …