Soldado norte-coreano baleado quando desertava para a Coreia do Sul

Edward N. Johnson / USGov

Soldados da Coreia do Norte em vigilância na zona desmilitarizada entre as duas Coreias

Um soldado da Coreia do Norte conseguiu esta segunda-feira desertar para a Coreia do Sul, após ser ferido por disparos do exército norte-coreano enquanto cruzava a zona desmilitarizada entre as duas Coreias, DMZ.

Segundo informou o Estado-Maior Conjunto (JCS) sul-coreano, o militar foi levado para uma unidade hospitalar sul-coreana para receber tratamento por um ferimento no ombro,

O incidente ocorreu às 16h horas locais e aconteceu na Área de Segurança Conjunta (JSA) de Panmunjom, o único local da DMZ no qual teoricamente os soldados das duas Coreias podem ver-se frente a frente, segundo detalhou à Agência EFE um porta-voz do Ministério de Defesa da Coreia do Sul.

O exército sul-coreano aumentou o seu nível de alerta perante eventuais provocações do exército norte-coreano”, explicou o JCS num breve comunicado.

O episódio mais sangrento na história da JSA, área criada no fim da Guerra da Coreia, em 1953, aconteceu em 1984, quando o estudante soviético Vasily Matuzok desertou para a Coreia do Sul aproveitando uma visita turística a Panmunjom durante uma estadia na Coreia do Norte.

Vasily Matuzok começou a correr até atravessar para o outro lado da linha de demarcação militar que divide a JSA, o que ocasionou uma prolongada troca de tiros entre os dois lados. O confronto causou a morte de três soldados norte-coreanos e um sul-coreano, além de seis feridos – um deles, um militar americano.

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul permanecem tecnicamente em estado de guerra, desde o conflito de 1950-53, que terminou apenas com um armistício que nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.

// EFE

RESPONDER

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …