Era mais do que uma nota. Sobrevivente de Auschwitz vai conhecer família de soldado que a libertou

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia

Lily Ebert, de 90 anos, sobreviveu ao Holocausto. No campo de concentração de Auschwitz, recebeu uma nota alemã de um soldado judeu norte-americano que a libertou e lhe deu esperança. Agora, vai conhecer a família desse soldado.

A sobrevivente do campo de concentração nazi de Auschwitz, Lily Ebert, que agora vive Londres, vai fazer uma videoconferência na platafora Zoom na próxima semana com os filhos de um soldado norte-americano que a libertou – e lhe deu esperança.

De acordo com a CNN, a iniciativa veio do seu bisneto de 16 anos, Dov Forman, que queria documentar as experiências de Lily e partilhar as mensagens inspiradoras que o soldado norte-americano que a libertou lhe ofereceu.

Lily tinha apenas 14 anos quando foi levada de Bonyhád, na Hungria, para Auschwitz, na Polónia, juntamente com a sua família. A adolescente e as suas duas irmãs foram selecionadas para trabalhar, enquanto a sua mãe, outra irmã e um irmão morreram nos campos da morte nazis.

Auschwitz era um inferno. Auschwitz era realmente uma fábrica de morte”, contou Lily Ebert, em declarações à CNN. “O assassinato continuava o tempo todo. Espero que nada semelhante aconteça novamente”.

Em abril de 1945, quando tinha 16 anos, estava numa marcha da morte – as pessoas eram obrigadas a andar e eram deixadas para morrer ao longo do caminho – com duas das suas irmãs depois de passar quatro meses numa fábrica de munições de trabalho escravo em Altenburg, na Alemanha Oriental.

“Fomos libertados depois de alguns dias a andar sem comida, sem água, sem sapatos”, disse Lily, acrescentando que estavam “meio mortos”. “Quando nos libertaram, queríamos apenas entrar em algum lugar, sentar e dormir e estávamos com muita fome e sede. Ainda tínhamos medo”.

No entanto, Lily lembra-se do soldado que a libertou: ao fazê-lo, escreveu mensagens tocantes numa nota alemã e ofereceu-lhe. A nota estava inscrita com “um começo para uma nova vida” e “boa sorte e felicidade“. “Foi a primeira pessoa que foi gentil e não era inimiga”, disse.

Quando Lily mostrou a nota ao bisneto, Forman decidiu publicá-lo nas redes sociais. Forman disse que queria partilhar a nota porque “poucas pessoas viram a gentileza dos libertadores e eles também tiveram de viver com os horrores que viram”.

Rapidamente, começaram a surgir respostas à publicação de Forman, que dizia que o soldado judeu norte-americano devia ter sido o soldado Hyman Schulman. Schulman tinha escrito “assistente do capelão Schachter” no final da nota.

O ex-soldado do Brooklyn, Nova Iorque, morreu há sete anos e a sua esposa também morreu recentemente. Forman e Ebert disseram estar tristes por não encontrarem o homem cujo gesto gentil significou tanto para Ebert, mas encontraram os filhos de Schulman, que conhecerão por videoconferência na próxima semana.

Depois de ser libertada, Lily foi para a Suíça. Depois, morou em Israel, onde se casou e teve três filhos, antes de se mudar para Londres em 1967.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …