Era mais do que uma nota. Sobrevivente de Auschwitz vai conhecer família de soldado que a libertou

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia

Lily Ebert, de 90 anos, sobreviveu ao Holocausto. No campo de concentração de Auschwitz, recebeu uma nota alemã de um soldado judeu norte-americano que a libertou e lhe deu esperança. Agora, vai conhecer a família desse soldado.

A sobrevivente do campo de concentração nazi de Auschwitz, Lily Ebert, que agora vive Londres, vai fazer uma videoconferência na platafora Zoom na próxima semana com os filhos de um soldado norte-americano que a libertou – e lhe deu esperança.

De acordo com a CNN, a iniciativa veio do seu bisneto de 16 anos, Dov Forman, que queria documentar as experiências de Lily e partilhar as mensagens inspiradoras que o soldado norte-americano que a libertou lhe ofereceu.

Lily tinha apenas 14 anos quando foi levada de Bonyhád, na Hungria, para Auschwitz, na Polónia, juntamente com a sua família. A adolescente e as suas duas irmãs foram selecionadas para trabalhar, enquanto a sua mãe, outra irmã e um irmão morreram nos campos da morte nazis.

Auschwitz era um inferno. Auschwitz era realmente uma fábrica de morte”, contou Lily Ebert, em declarações à CNN. “O assassinato continuava o tempo todo. Espero que nada semelhante aconteça novamente”.

Em abril de 1945, quando tinha 16 anos, estava numa marcha da morte – as pessoas eram obrigadas a andar e eram deixadas para morrer ao longo do caminho – com duas das suas irmãs depois de passar quatro meses numa fábrica de munições de trabalho escravo em Altenburg, na Alemanha Oriental.

“Fomos libertados depois de alguns dias a andar sem comida, sem água, sem sapatos”, disse Lily, acrescentando que estavam “meio mortos”. “Quando nos libertaram, queríamos apenas entrar em algum lugar, sentar e dormir e estávamos com muita fome e sede. Ainda tínhamos medo”.

No entanto, Lily lembra-se do soldado que a libertou: ao fazê-lo, escreveu mensagens tocantes numa nota alemã e ofereceu-lhe. A nota estava inscrita com “um começo para uma nova vida” e “boa sorte e felicidade“. “Foi a primeira pessoa que foi gentil e não era inimiga”, disse.

Quando Lily mostrou a nota ao bisneto, Forman decidiu publicá-lo nas redes sociais. Forman disse que queria partilhar a nota porque “poucas pessoas viram a gentileza dos libertadores e eles também tiveram de viver com os horrores que viram”.

Rapidamente, começaram a surgir respostas à publicação de Forman, que dizia que o soldado judeu norte-americano devia ter sido o soldado Hyman Schulman. Schulman tinha escrito “assistente do capelão Schachter” no final da nota.

O ex-soldado do Brooklyn, Nova Iorque, morreu há sete anos e a sua esposa também morreu recentemente. Forman e Ebert disseram estar tristes por não encontrarem o homem cujo gesto gentil significou tanto para Ebert, mas encontraram os filhos de Schulman, que conhecerão por videoconferência na próxima semana.

Depois de ser libertada, Lily foi para a Suíça. Depois, morou em Israel, onde se casou e teve três filhos, antes de se mudar para Londres em 1967.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há quem tome medicamento para cavalos para tratar covid-19, podendo envenenar-se acidentalmente

A pandemia de covid-19 gerou uma série de desinformações, algumas levando as pessoas a tomar medicamentos não prescritos para tratamento da doença, colocando em risco a sua saúde. Quando a cloroquina, medicamento para tratar a malária, …

Parece o "Batmóvel", é movido a energia solar e pode ser produzido em massa

A Aptera Motors está a preparar-se para lançar o primeiro automóvel movido a energia solar a ser produzido em massa até ao final do ano. A Aptera Motors, uma empresa norte-americana, apresentou recentemente o primeiro carro …

George Floyd. Minneapolis ia contratar influencers para combater desinformação durante julgamento de Derek Chauvin

A cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, planeava contratar seis influencers para ajudar a partilhar informações durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd. De acordo com a CNN, o plano …

Imagens revelam que a Coreia do Norte oculta local onde armazena armas nucleares. EUA planeiam agir

As imagens de satélite mostram que a Coreia do Norte tomou medidas para ocultar uma instalação, que as agências de inteligência dos EUA acreditam estar a ser usada para armazenar armas nucleares. A situação fez …

Antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi recebeu envelope com duas balas

O antigo chefe do governo italiano Matteo Renzi recebeu, esta quarta-feira, um envelope com duas balas no interior, uma ameaça imediatamente denunciada por toda a classe política. O envelope foi entregue diretamente na sede do Senado, …

Polícia do Capitólio alerta para ameaça de nova invasão já esta quinta-feira

A polícia do Capitólio, responsável pela segurança do Congresso dos Estados Unidos, alertou para a ameaça de uma milícia invadir a sede do Congresso na quinta-feira, com ligações a uma teoria de conspiração. A agência …

Oito feridos em esfaqueamento na Suécia. Polícia fala em terrorismo

Um homem esfaqueou, esta quarta-feira, um grupo de pessoas na vila de Vetlanda, na Suécia. Há pelo menos oito feridos, que foram transportados para o hospital, e as autoridades policiais suspeitam de um “ataque terrorista”. O …

China testa moeda digital nacional nas principais cidades

A mudança para a moeda digital dá aos governos mais controle sobre o seu dinheiro. É o que procura a China, onde o Executivo está a testar a eCNY, lançada em 2020, em cidades como …

TdC dá luz verde a Linha Rosa e prolongamento da Amarela do Metro do Porto

O Tribunal de Contas (TdC) deu luz verde às empreitadas de construção da Linha Rosa do Metro do Porto e de prolongamento da linha Amarela até Vila d’ Este, em Gaia, disse esta quarta-feira à …

Presidência Trump deixou democracia dos EUA ao nível do Panamá e da Roménia

Um novo recuo de direitos políticos e liberdades no final da presidência de Donald Trump deixou os Estados Unidos ao nível da Roménia e do Panamá, segundo a organização não-governamental Freedom House. No último ano da …