Há um limite que não pode ser ultrapassado. SNS só aguenta 1.200 internados

Giuseppe Lami / EPA

Com a possibilidade de uma segunda onda de contágio, os peritos que apoiam o Governo estão a traçar vários cenários e não ultrapassar o pico de abril é o objetivo.

Um total acumulado de 30 mil casos ao longo de dois meses poderá resultar num pico de cerca de 1.200 internamentos em simultâneo e 300 doentes em cuidados intensivos. Segundo o semanário Expresso, este cenário, semelhante ao pico atingido em abril, é o limite que os especialistas não querem que seja ultrapassado.

Para evitar este cenário é preciso saber com antecedência se o país está a entrar nesse caminho e é esse o trabalho que os peritos que apoiam o Governo estão a desenvolver neste momento.

Manuel Carmo Gomes, professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e colaborador da equipa de peritos da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Dr. Ricardo Jorge, explica que, em relação a março, há dois aspetos que são agora diferentes.

Por um lado, destaca, o país está mais prevenido e o Govenro mais capaz de tomar medidas para travar o ressurgimento da curva. Por outro, o Rt (número médio de contágios provocado por cada infetado) “não será tão alto como no início de março porque as pessoas têm contactos de menor risco, devido ao uso de máscara e distanciamento, e o número de indivíduos que estiveram em contacto com o vírus já não é zero”.

O mais provável é que “a subida de novos casos seja menos rápida do que foi em março”, destaca o especialista. Ainda assim, o número de infetados numa segunda onda não passa, para já, de uma especulação.

No entanto, Manuel Carmo Gomes lembra que o impacto dessa segunda onda na capacidade de resposta dos hospitais dependerá da sua duração. “Uma onda mais longa é menos perigosa do que uma onda muito inclinada e mais curta. E, no entanto, o número total de infetados e de hospitalizados pode ser o mesmo.”

Os especialistas assumem que a percentagem de internados oscila entre 14% e 17% do total de infetados sintomáticos num determinado momento e que 25% vão precisar de cuidados intensivos.

Assim, num dos cenários traçados, com 30 mil novos casos ao fim de dois meses, haveria 4.200 internamentos ao longo desse tempo e cerca de mil doentes dariam entrada em unidades de cuidados intensivos (UCI). Segundo escreve o Expresso, a meio dessa onda que seria atingido o tal máximo que não deverá ser ultrapassado, com 1.200 internados ao mesmo tempo e cerca de 300 doentes em UCI.

Uma vez que é preciso fazer soar o alarme muito antes de chegar a estes valores, os especialistas vão estar atentos a vários indicadores.

O crescimento diário de novos casos, a evolução do nível de transmissão do vírus, o número de consultas em cuidados primários com sintomas de doença respiratória, os internamentos, os óbitos e a distribuição etária dos doentes são os seis indicadores em monitorização, realça o matutino.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Fechou-se o país sobre a desculpa de atrasar o contagio e dar tempo ao SNS para se preparar.
    Com esta decisão, deu-se cabo da economia e lá temos de ir mendigar para a europa … que entretanto ja fez saber que o FMI existe para ajudar (com as devidas medidas de contenção) mas que emprestar dinheiro sem retorno garantido está fora de questão.

    Entretanto, gastou-se milhões em lay-offs, desemprego, subsídios para se ficar em casa no sofá (antigamente os que ficavam no sofá sem trabalhar eram considerados “parasitas da sociedade” hoje em dia são considerados “adultos responsáveis”), mais uns quantos milhões para os Bancos e …. PORQUE RAIO NAO SE GASTOU 10% DESSE DINHEIRO TODO PARA REFORÇAR O SNS !!!!

    Já se sabia que não se podia fechar o país até existir uma vacina que só sai para o ano (com muita sorte e regimes de testes especias), o objectivo foi desde o principio dar tempo ao SNS para se preparar, em que altura é que encher os bolsos de alguns amigos com contractos milionários se tornou mais importante. Foi antes de se tomar as medidas ou depois ?

    • Comentario patetico…… mas um dos paranoicos das teorias da conspiração. O governo fez isto e mais aquilo tudo mal…..
      Reparaste que quase todos os paises agiram da mesma maneira ?
      Enquanto uns acusam o nosso governo de ter demorado a fechar…. outros armam-se em espertos e acusam o fecho. Se tivessemos milhares de mortos como italia berravam a culpar o governo tambem

      Este é o pior grupo de risco : os estupidos

    • A sua lógica parte da suposição de que “fazer mal” está certo.
      Quando for capaz de perceber ( o que duvido) que isso pode não ser o caso, outras coisas farão mais sentido.

  2. Porra! vamos lá a esclarecer isto dos comentários que assim parece confuso:
    O das 12:42 destina-se ao ricardo
    O das 12:43 é para o Paulo L

RESPONDER

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …