“O SNS é a nossa prioridade”, garante secretário de Estado da Saúde

Rodrigo Antunes / Lusa

O secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes

Pelo terceiro dia consecutivo, Portugal contabilizou, esta sexta-feira, mais de dois mil casos de infeção de covid-19. O “SNS está preparado”, garante o secretário de Estado da Saúde.

Na habitual conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, esta sexta-feira, Diogo Serras Lopes, secretário de Estado da Saúde, falou sobre o reforço feito no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O governante destacou a contratação de mais de cinco mil profissionais de saúde, a aquisição de 731 ventiladores e a própria capacidade de testagem que, esta semana, ultrapassou durante vários dias os 30 mil testes diários.

O secretário de Estado também referiu o trabalho feito pela linha SNS24 que, este mês, atendeu mais de 20 mil chamadas por dia, batendo recordes de utilização, “sem o aumento significativo dos tempos de espera”.

Na capacidade de internamento, Serras Lopes garantiu que o “SNS está preparado”, referindo que a percentagem de ocupação de camas global está em cerca de 70%.

Relativamente à aplicação Stayaway Covid, o secretário de Estado afirmou que já foram feitos um milhão e 683 mil downloads e foram inseridos 179 códigos de pessoas infetadas.

Quando questionado sobre a obrigatoriedade proposta pelo Governo, o governante disse que o debate será feito na Assembleia da República. “Aguardaremos o que sairá dessa decisão”.

Distribuição da vacina da gripe

Na mesma conferência de imprensa, a diretora-geral da Saúde adiantou que já foram distribuídas 785 mil doses de vacina para a gripe e acrescentou que, “na próxima semana, chegaremos a um milhão e quatrocentas mil doses”.

Graça Freitas relembrou que, este ano, houve “uma estratégia de reforço da vacinação no SNS”, tendo sido adquirido o “maior número de sempre de doses: dois milhões”.

Esta primeira fase da vacinação foi, preferencialmente, para dois grupos: “pessoas em instituições, sobretudo as mais idosas, mas também da rede de cuidados continuados e os profissionais de saúde e do setor social”. As grávidas também começaram a ser vacinadas nesta fase e continuarão a ser na segunda, que começa já na segunda-feira.

Sequelas nos doentes covid-19

Sobre as eventuais sequelas dos doentes infetados, Graça Freitas disse que começam a surgir estudos, mas há que distinguir duas situações: “as do foro neuromuscular e relacionadas com a perda de capacidade física que podem ter diretamente a ver com a doença covid – ainda não temos a certeza absoluta – ou com o facto de alguns destes doentes terem tidos internamentos prolongados, nomeadamente em unidades de cuidados intensivos”.

Segundo a responsável da DGS, “quem fica em unidades de cuidados intensivos, nomeadamente ventiladas e por períodos longos, independentemente da doença que deu origem a esse internamento, pode apresentar sequelas que muitas vezes não ficam permanentemente”, podendo ser reversíveis, por exemplo, com fisioterapia.

“Os médicos dos hospitais que deram alta a estes doentes acompanham a sua convalescença e vão monitorizando o aparecimento e desaparecimento destas sequelas. É um trabalho normal e é normal que existam estudos descritivos que dizem isso: quantos ficaram com sequelas e o que aconteceu”, acrescenta.

Estagiários de enfermagem vão reforçar equipas

Graça Freitas reconheceu que “existe uma enorme pressão sobre os serviços de saúde pública”. “Estamos com muitos doentes e casos e a investigação epidemiológica implica que a partir de cada caso diagnosticado se vá à procura dos contactos”.

“Os contactos têm de ser divididos em dois grupos: contactos de alto risco, que ficam em isolamento profilático, e contactos de baixo risco. É uma carga enorme de trabalho, para cada doente é preciso uma grande investigação.”

A diretora-geral da Saúde disse que “está a ser feito um reforço das equipas de saúde pública”. “Houve um contacto do Ministério da Saúde com o Ministério do Ensino Superior para que, através das escolas de enfermagem, os alunos dos últimos anos, acompanhados com os professores, possam fazer estágio nestas unidades de saúde pública e receber treino que numa primeira fase é dado pela DGS”.

Quanto ao número de óbitos nos lares de idosos, Graça Freitas afirmou que, desde o início da pandemia, já morreram infetadas com covid-19 860 pessoas: 349 da região Norte, 152 da região centro, 333 de Lisboa e Vale do Tejo, 20 do Alentejo e seis do Algarve.

Público nos eventos desportivos está a ser revisto

Graça Freitas revelou que a DGS está a equacionar o regresso do público aos eventos desportivos como, por exemplo, a Fórmula 1 e o MotoGP.

“A DGS está a rever a sua programação em função da epidemiologia em cada região do país que, como sabem, não é uniforme”, afirmou. “Estamos a ser muito cautelosos”, acrescentou.

Sobre os contactos com o setor privado para apoiar a situação do público, o secretário de Estado disse que “o SNS tem uma relação já longa e profícua com o setor privado e social”, com contactos feitos diariamente.

“Caso seja necessário recorreremos a soluções desse âmbito. De qualquer forma, a prioridade é o reforço do SNS“, declarou.

Graça Freitas sublinhou também que nas autoridades regionais existem “equipas de retaguarda” que podem “ajudar agrupamentos de centros de saúde”.

“Essas equipas, desde o início da pandemia, têm estado em expansão conforme as necessidades. A primeira linha de recrutamento desta expansão têm sido profissionais do próprio agrupamento de outras áreas que são deslocados para este reforço”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Data de hoje ´, não consigo adquirir as necessárias vacinas para os meus familiares Idosos na minha habitual Farmácia, como foi o habitual desde a quinze Anos. Diz a Sra. Ministra da Saúde que é mais essencial que nunca que todos sejam vacinados contra o Virus Influenza este Ano, Gostava de saber a razão para tal falta de Vacinas !….. Com o Inverno a porta, é evidente que as baixas humanas vão em crescendo, por falta de meios básicos………..Mas…talvez seja esse “maquiavélico” objectivo !…..

  2. E que tal a prioridade ser a saúde dos portugueses?
    Se o SNS fosse a prioridade, o título do cargo era “Secretário de Estado do SNS”.

RESPONDER

Pessoas com 55 anos ou mais já podem agendar a vacina contra a covid-19

Depois dos maiores de 60 anos, chegou a vez da inscrição dos utentes com 55 anos ou mais. Estes cidadãos já podem agendar a toma da vacina contra a covid-19. O auto-agendamento para a vacina contra …

Primeiro-ministro israelita garante que o país usará "força crescente" contra Hamas

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, avisou na quarta-feira que Israel vai continuar a intensificar a força dos ataques retaliatórios contra as milícias palestinianas em Gaza e que vai visar vários comandantes da liderança militar do …

Melhorias nos edifícios e uma nova plataforma. PRR tem 45 milhões para ajudar pessoas com deficiência

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) tem 45 milhões de euros para acelerar as acessibilidades físicas para pessoas com deficiência ou incapacidades. Na terceira componente do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) disponibilizado pelo Governo, …

Siza Vieira diz que Governo está “disponível para colocar recursos públicos” na transição digital

Pedro Siza Vieira revelou estar "inteiramente disponível para colocar recursos públicos" ao serviço da transição digital e assegurou que o país "está preparado" para aproveitar fundos da UE. O ministro da Economia e da Transição Digital …

Partido de Macron impede candidata de concorrer a eleição por usar hijab

O partido do presidente francês Emmanuel Macron impediu uma mulher muçulmana de concorrer como candidata às eleições locais porque tirou uma fotografia para um panfleto de campanha usando um hijab na cabeça. Sara Zemmahi ficou famosa …

Coroa de D. Maria II arrematada por 1,3 milhões. Não vem para Portugal por falta de dinheiro

A tiara de diamantes e safiras da década de 1840, que pertenceu à rainha D. Maria II e suscitou interesse da direção do Palácio Nacional da Ajuda, foi arrematada em leilão da Christie’s por 1 …

Nova alteração no apoio à retoma. Empresas podem cortar horários em 100% em maio e junho

O Governo voltou a alterar o apoio à retoma e decidiu permitir que as empresas com quebras de, pelo menos, 75% continuem a reduzir os horários dos seus trabalhadores até 100%, no mês de maio …

É oficial. Dragão vai receber final da Champions (e com adeptos nas bancadas)

A UEFA anunciou, esta quinta-feira, que o Estádio do Dragão, na cidade do Porto, vai ser o palco da final da Liga dos Campeões, entre Chelsea e Manchester City, a 29 de maio. "A final da …

Nuno Mendes entra na agenda do Nápoles

Depois de ter chamado a atenção de vários clubes europeus, o clube napolitano é o mais recente interessado no jovem lateral do Sporting. Segundo o jornal Corriere dello Sport, com a qualificação quase garantida para a …

Nova ponte no Douro vai estar pronta em 2025. Vai custar 36,9 milhões de euros

A nova ponte rodoviária sobre o rio Douro custa 36,9 milhões de euros, incluindo acessos, e fica pronta em 2025, indica a proposta de lançamento de concurso que vai esta quinta-feira à reunião camarária de …