Sistema de ventiladores gigantes está perto de conseguir remover dióxido de carbono do ar

A Carbon Engineering, empresa financiada por Bill Gates, está a construir uma nova tecnologia para acabar com as grandes emissões de dióxido de carbono.

Enquanto algumas pessoas acreditam que a poluição do dióxido de carbono está associada às unidades industriais e às chaminés gigantes que libertam o gás na atmosfera, a realidade é que a maior ameaça vem dos transportes.

As emissões de dióxido de carbono provenientes deste setor representam cerca de 24% das emissões globais e, entre todos os fatores, este é o que tem uma maior taxa de crescimento.

Para além disso, estas são das emissões mais difíceis de controlar porque, embora já exista tecnologia para absorver o CO2 a partir, por exemplo, de uma chaminé, a verdade é que até hoje não foram ainda criadas soluções capazes de prender o gás libertado na atmosfera por carros, camiões e aviões – dióxido de carbono que é 300 vezes menos concentrado do que uma pilha de fumo.

No entanto, este é um problema que pode estar prestes a chegar ao fim, já que no início deste ano, a Carbon Engineering, empresa fundada e financiada por Bill Gates, iniciou a construção do primeiro dispositivo capaz de absorver o dióxido de carbono existente no meio ambiente.

Tal como as árvores, a nova tecnologia absorve o dióxido de carbono que polui o meio ambiente e ainda economiza espaço, o que não seria possível com a vegetação.

“Plantar árvores suficientes para acabar com esta poluição exigiria desviar uma grande quantidade de terreno agrícola fértil. Na verdade, para absorver todo o CO2 era preciso ter cerca de mil vezes mais terreno devido ao grande número de árvores que seriam necessárias plantar”.

Para além disso, o novo dispositivo não precisa de ser instalado em terras férteis, sendo terrenos como desertos perfeitamente viáveis para o sistema funcionar.

Segundo David Keith, professor na Harvard University School of Engineering e presidente executivo da empresa responsável pelo projeto, o protótipo, construído na Universidade de British Columbia, pode absorver as emissões de quase quinze veículos ou cerca de 100 quilos de dióxido de carbono por dia.

Neste sistema, depois de o ar entrar na instalação, passa por um absorvente líquido do CO2, que retém cerca de 80% do dióxido de carbono, numa solução para processamento adicional.

Posteriormente, o objetivo é que o CO2 seja recuperado a partir da solução de carbonato e integrado na produção de hidrocarbonetos líquidos, que são totalmente compatíveis com a infraestrutura dos transportes atuais, mas que têm uma baixa ou quase nula concentração de carbono.

O protótipo deve estar concluído ainda no final deste ano. O próximo passo será em 2017, no qual se prevê a construção do mesmo dispositivo em grande escala, para depois começar a ser comercializado.

HypeScience

4 COMENTÁRIOS

  1. idem, para as plantas industriais! industrial plants = unidades industriais/ fábricas.
    Depois de passar um tradutor convém reler o artigo, senão isto fica uma bandalheira completa!

  2. Os governantes estão mais interessados na proliferação das armas, dão mais lucro, quanto ao futuro do planeta talvez acreditem que daqui irão para melhor.

  3. Qual é a “pegada ecológica” associada a estes ventiladores por estarem a consumir energia eléctrica? Irão consumir apenas energia eléctrica produzida ecologicamente?

RESPONDER

Catalunha aplaude referendo curdo. Erdogan pode fazê-los "passar fome"

Os curdos iraquianos votaram esta segunda-feira de forma massiva no referendo sobre a sua independência, mas esta possibilidade alimentada há um século arrisca provocar uma escalada nas tensões regionais. O parlamento em Bagdade, na presença dos …

Enfermeiros exigem aumento mínimo de 400 euros. Ministro da Saúde considera "incomportável"

Os enfermeiros podem voltar à greve a 16 de outubro caso o Governo não satisfaça um conjunto de reivindicações esta terça-feira entregues à tutela e que incluem um aumento mínimo de 400 euros para todos …

João Lourenço põe Portugal fora da lista dos principais parceiros

O novo Presidente angolano, João Lourenço, excluiu esta terça-feira Portugal da lista de principais parceiros, no seu discurso de tomada de posse, sublinhando que Angola considerará todos que "respeitem" a soberania nacional. A posição foi assumida …

MP desvalorizou indícios de maus tratos contra menino que morreu na Guarda

A mãe da criança de 7 anos que morreu no sábado, na Guarda, depois de cair de um terceiro andar, está acusada dos crimes de violência doméstica e de exposição ou abandono. O alerta dado …

Casa do presidente da Câmara de Lisboa também vai ser alojamento local

"É tão absurdo como Marcelo Rebelo de Sousa concessionar o Palácio de Belém para um hotel de charme." A crítica é do candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa, Ricardo Robles, sobre …

Marcelo Rebelo de Sousa assobiado na tomada de posse de João Lourenço

João Lourenço, de 63 anos, foi esta terça-feira investido, pelas 12:15, no cargo de Presidente da República de Angola, o terceiro que o país conhece desde a independência, em novembro de 1975. Marcelo Rebelo de …

Centeno e Governador do Banco de Portugal à beira da ruptura

As declarações do Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, sobre as "tentações" do Governo de reduzir a independência dos bancos centrais, caíram mal no seio das Finanças que exigem a Governador que se "retrate". "A …

Fraude massiva com medicamentos potencialmente letais leva centenas à prisão

123 países estiveram envolvidos na operação Pangea X, uma ação a nível internacional coordenada pela Interpol que pretendia combater medicamentos falsificados e os perigos associados à compra de medicamentos pela internet. No âmbito da operação Pangea …

Quase 60 mil pessoas retiradas devido a "erupção iminente" de vulcão em Bali

Mais de 57 mil pessoas fugiram das zonas em torno do vulcão de Monte Agung, na ilha indonésia de Bali, perante registo de atividade sísmica sem precedentes no local. O centro de vulcanologia da ilha …

Governo alarga concurso de regularização da função pública a precários em tempo parcial

Os trabalhadores do Estado em tempo parcial vão poder participar nos concursos para integração de precários. A proposta do PS vai ao encontro do que defendem o BE e o PCP e é votada na …