Sindicatos dos enfermeiros reúnem para anunciar novas formas de luta

Rodrigo Antunes / Lusa

Os sindicatos de enfermagem reúnem-se esta quarta-feira para concertar novas formas de luta que prometem anunciar ainda hoje em conferência de imprensa, na sede da UGT, em Lisboa.

Numa nota enviada à comunicação social, seis sindicatos justificam o anúncio de “formas de luta” com o argumento de que o Ministério da Saúde “não cumpre compromisso, não envia contraproposta de carreira de enfermagem”. Segundo os sindicatos, o prazo para o envio dessa contraproposta terminou a 15 de agosto.

A reunião entre os sindicatos, que seria para analisar a contraproposta do Governo, servirá para concertar as novas formas de luta a anunciar em conferência de imprensa após a reunião, disse à Lusa Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), remetendo mais pormenores para a conferência de imprensa.

No início do mês, o presidente do SEP, José Carlos Martins, admitiu à Lusa novas greves e manifestações caso falhassem as negociações com o Governo.

Além do SEP, convocaram a conferência de imprensa o Sindicato dos Enfermeiros, o Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem, o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal, a Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros e o Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira.

Após a conferência de imprensa, representantes das seis estruturas reúnem-se com a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco.

À Lusa, a bastonária disse que a Ordem “apoia as formas de luta que forem legais e legítimas”, lembrando a necessidade da definição da “estrutura de carreira” de enfermagem, uma profissão de “desgaste físico, psíquico e emocional rápido”.

Bruno Reis, porta-voz do Movimento dos Enfermeiros Especialistas, que não participa nas negociações, assinalou que se chegou a um “ponto de rutura“.

“Os enfermeiros estão cansados, sentem-se gozados pelo poder político, têm direito a uma profissão digna e valorizada”, afirmou à Lusa, queixando-se das “sucessivas reuniões”, que, enfatizou, se perpetuam há mais de um ano.

Bruno Reis contou casos de enfermeiros que desistiram da profissão e “abriram um negócio próprio” na área da restauração.

José Correia Azevedo, presidente da Federação Nacional dos Sindicatos de Enfermagem (Fense), que agrega o Sindicato dos Enfermeiros e o Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem), chama ‘calvário’ à negociação da carreira.

A Fense, que volta a reunir-se hoje com a comissão negocial do Ministério da Saúde, esteve na origem da greve geral de 13 a 17 de agosto, por causa do “impasse na negociação” do acordo coletivo de trabalho. Os enfermeiros pretendem que seja criada uma carreira especial de enfermagem, que integre a categoria de enfermeiro especialista, e exigem o descongelamento da carreira.

Este mês têm decorrido greves regionais em várias unidades de saúde em defesa da progressão da carreira, mas convocadas pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses. Para hoje estão marcadas paralisações no Centro Hospitalar Cova da Beira e no Hospital Distrital da Figueira da Foz.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …