Chamavam-lhe “computador humano”. Agora, a sua vida deu um filme

HetveeSPatel / Wikimedia

A indiana Shakuntala Devi, também chamada “computador humano”

Shakuntala Devi era tão rápida a fazer cálculos mentais que ficou conhecida como “computador humano”. Agora, a história da sua vida chegou ao grande ecrã.

De acordo com a BBC, o talento de Shakuntala Devi, que morreu em 2013, aos 83 anos, valeu-lhe um lugar no Livro Guinness dos Recordes e deu-lhe a oportunidade de viajar pelo mundo para demonstrar as suas proezas matemáticas em lugares como universidades, teatros, estúdios de rádio e de televisão.

Agora, a vida desta mulher indiana, a quem chamavam “computador humano”, foi retratada num filme com o seu nome, que foi lançado no passado dia 31 de julho.

Vidya Balan, a atriz de Bollywood que interpreta Devi, descreve-a, em declarações à emissora britânica, como uma “rapariga de uma pequena cidade indiana que conquistou o mundo”.

“Não teve uma educação formal, mas podia fazer os cálculos mais complexos na sua mente a uma velocidade surpreendente. Era mais rápida do que um computador”, disse.

Para se preparar para o papel, a atriz estudou, entre outras coisas, um vídeo da rede de televisão canadiana ATN Channel em que Devi pergunta à audiência se quer que responda da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda.

Segundos antes, uma pessoa tinha pedido à indiana que multiplicasse dois números de oito dígitos. Devi deu a resposta quase imediatamente. Na altura, o vídeo, publicado em 2013, foi visto mais de meio milhão de vezes.

“Dom divino”

Em entrevistas, Devi contou que fazia cálculos de cabeça “desde os três anos”. “É um presente de Deus, um dom divino”, costumava dizer, quando lhe pediam para explicar este seu talento. A indiana também aprendeu sozinha a ler e a escrever.

Em 1977, em Dallas, nos Estados Unidos, venceu uma disputa com o Univac, um dos supercomputadores mais rápidos já construídos. Mais tarde, entrou para o Guinness, depois de multiplicar dois números de 13 dígitos escolhidos ao acaso por um computador em frente a mil pessoas na Imperial College London. Devi demorou 28 segundos, incluindo o tempo para dizer o resultado de 26 dígitos.

Além de ser um génio da matemática, Devi também fez carreira como astróloga, tendo escrito livros sobre esta área, mas também sobre matemática, culinária e crime. Numa das suas obras, defendeu a descriminalização da homossexualidade que, nos anos 70, era um grande problema não só na Índia, mas na maior parte do mundo.

Shakuntala Devi era tantas coisas. Vivia a vida nos seus próprios termos. Não tinha medo, não se desculpava. E pensar que isto aconteceu há 50 anos!”, recorda Balan.

A atriz também contou com a ajuda de Anupama Banerji, a única filha desta indiana, que agora mora com a família em Londres, que lhe contou várias histórias.

“Tudo isto me deu uma ideia sobre a vida dela. Mas o que realmente me fascinou é que, normalmente, não se associa uma pessoa engraçada à matemática, e ela muda completamente essa ideia”, diz.

“Devi brincava com os números, dá para ver que existia uma espécie de alegria nela quando fazia cálculos matemáticos. E adorava atuar”, acrescenta.

Balan espera que o filme seja uma forma de entretenimento num momento em que muitas pessoas estão em casa devido à pandemia de covid-19. Mas também que “traga uma mudança na forma como se ensina matemática, que se torne mais interessante, que acabe com o medo que as pessoas têm desta disciplina e que inspire mais pessoas a estudá-la”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

EDP defende que venda de barragens não estava sujeita a imposto de selo

A EDP considera que a venda da concessão das barragens ao consórcio da Engie não beneficiou de isenção do Imposto do Selo prevista na lei desde 2020 porque a forma como a operação decorreu não …

Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) está, esta terça-feira, a fazer buscas na Câmara Municipal de Lisboa, nas instalações do departamento de gestão urbanística, situadas no Campo Grande, e nos Paços do Concelho. Ao que o jornal online …

Portugal regista mais 424 casos e cinco óbitos por covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais cinco mortes e 424 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

Ministro reconhece que retoma do Ensino Superior tem de ser "gradual"

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior considerou, esta segunda-feira, que a retoma das atividades letivas tem de ser feita de forma “gradual e faseada”, mas mostrou-se satisfeito com a responsabilidade demonstrada por docentes …

Apenas uma em cada 500 pessoas foram vacinadas nos países pobres. Greta Thunberg apoia vacinação equitativa com 100 mil euros

Apenas uma em cada 500 pessoas, em média, foi vacinada contra a covid-19 nos países pobres, enquanto nos ricos uma em cada quatro já está parcial ou totalmente imunizada, revelou esta segunda-feira a Organização Mundial …

Mário Soares vai dar nome a uma rua na Covilhã

O antigo Presidente da República Mário Soares vai dar nome a uma das ruas da Covilhã, numa homenagem que integra as comemorações do 25 de Abril naquela cidade do distrito de Castelo Branco. O programa preparado …

"Estava em segredo". Comissão de inquérito abre investigação à divulgação do relatório secreto de Costa Pinto

A Comissão Parlamentar de Inquérito ao Novo Banco abriu esta terça-feira uma investigação sumária à divulgação do chamado “Relatório Costa Pinto”. A notícia é avançada esta terça-feira pelo jornal online Observador, o mesmo órgão de comunicação …

Cheias em Luanda fazem 14 mortos e mais de 8 mil desalojados

As chuvas torrenciais que esta segunda-feira provocaram o caos em Luanda, deixaram 14 mortos e mais de oito mil pessoas desalojadas, segundo dados transmitidos esta noite pelo porta-voz do serviço de protecção civil e bombeiros. Faustino …

De Ronaldo a Félix. Seleção pode perder oito jogadores com a Superliga

Se a Superliga Europeia avançar, assim como as ameaças da UEFA, a seleção das quinas poderia ficar sem oito jogadores, tendo em conta a última convocatória para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022. A …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …