Mais vale ser magro e sedentário que obeso e fazer exercício

Não é segredo que a obesidade traz vários problemas à saúde. Mas agora um novo estudo revela que a prática regular de atividades físicas por quem está com quilos extras não ajuda a diminuir o risco de morte prematura.

A pesquisa, realizada por cientistas suecos, acompanhou mais de 1,3 milhão de homens, a partir dos 18 anos, durante 29 anos. Todos os participantes tinham servido nas forças armadas, onde se submeteram a um teste físico.

Os resultados do estudo foram publicados esta semana na revista científica International Journal of Epidemiology.

A equipa de cientistas analisou quantos homens tinham morrido neste período por doenças como o cancro e problemas cardíacos.

Os resultados mostraram que os participantes que tiveram melhor aptidão no teste físico tinham uma probabilidade muito menor de morrer, mesmo se estivessem inactivos.

Entretanto, esse benefício não foi encontrado entre os homens obesos.

Os homens magros e inactivos corriam um risco 30% menor de morrer em comparação com aqueles que estavam acima do peso, mas activos.

“Estes resultados sugerem que ser magro no início da vida é mais importante do que a alta aptidão física, em relação à redução do risco de morte prematura”, disse Peter Nordstrom, professor da Universidade de Umea, na Suécia, e principal autor do estudo.

Segundo os nutricionistas, ser magro implica manter entre 18,5 e 24,99 o Indice de Massa Corporal, ou seja, a razão entre o peso e a altura deve estar entre 18 e 25. [calcule aqui o seu IMC]

De acordo com os autores, citados pela EurekAlert, estes resultados contrariam a crença de que as pessoas obesas podem compensar o risco de mortalidade ao praticarem actividade física.

No entanto, salientam os autores do estudo, fazer exercício ainda traz muitos benefícios para aqueles que têm excesso de peso.

ZAP / Move

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …