Um sucesso viral? A sequência do coronavírus produz uma música surpreendentemente agradável

Uma equipa de investigadores transformou o genoma do novo coronavírus em música e surpreendeu-se pela melodia agradável que gerou.

Um estudo recentemente publicado na revista científica BMC Bioinformatics revela como a música pode ser usada para revelar propriedades funcionais do genoma do coronavírus.

Este projeto segue o trabalho anterior que gerou um áudio a partir de sequências de ADN humano. Desta vez, o investigador Mark Temple queria aplicar essas técnicas ao vírus que está a varrer o mundo para ver o que poderia ser revelado.

Os genes do coronavírus são como capítulos de livros biológicos: eles contêm todas as palavras que descrevem o vírus e como é que ele pode funcionar. Essas “palavras” são feitas de cadeias de letras químicas às quais os cientistas se referem como G, A, U e C.

Este “livro” viral tem mais de 30.000 caracteres. Alguns desses caracteres juntam-se para formar o que os cientistas chamam de codão, que é uma sequência de ARN que corresponde a um aminoácido específico. Mas, para nos mantermos fiéis à analogia, vamos apenas dizer que eles juntam-se para formar “palavras”.

Os investigadores atribuíram notas a essas palavras para gerar áudio. Os cientistas desenvolveram uma ferramenta online para ouvir o som do coronavírus fazendo duas coisas que a maioria dos genomas faz: a primeira é chamada de “tradução”, que é onde o vírus produz novas proteínas. A segunda é chamada de “transcrição”, que é onde o genoma do vírus se copia.

Há várias coisas que se pode ouvir: o início e o fim dos genes, as regiões entre os genes e as partes do genoma que controlam como é que os genes são expressos.

Relações entre estrutura e função

Para que serve tudo isto? Como ferramenta de investigação, o áudio ajuda a suplementar algumas das muitas exibições visuais que existem para representar informações genómicas.

Por outras palavras, ajuda os cientistas a entender ainda mais sobre o vírus e como é que ele opera. Recentemente, o compositor e investigador brasileiro Eduardo Miranda, da Universidade de Plymouth, usou dados de sequência de ADN para composição musical e para entender melhor a biologia sintética. O investigador Markus Buehler, do MIT, tem trabalhado com representações musicais de proteínas para indagar sobre novas estruturas de proteínas.

Surpreendentemente, ouvindo o genoma do novo coronavírus ficamos surpreendidos com o quão musical ele soa.

https://twitter.com/Sonifyed/status/1313097669116678146

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …