Senado aprova processo de destituição de Donald Trump

Chris Kleponis / EPA

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Senado norte-americano aprovou, esta terça-feira, com os votos dos senadores democratas e de alguns republicanos, a continuação do processo judicial de destituição do ex-Presidente.

Num Senado dividido entre 50 republicanos e 50 democratas, 56 senadores votaram a favor e outros 44 votaram contra, confirmando, assim, que o processo de destituição contra Donald Trump se enquadra na sua jurisdição.

Seis republicanos votaram a favor da continuação do processo, juntamente com os 50 senadores democratas. Segundo a estação pública alemã Deutsche Welle, o único voto inesperado foi o do senador Bill Cassidy, que mudou de posição depois da exposição dos argumentos, tendo-se juntado a Susan Collins, Lisa Murkowski, Mitt Romney, Ben Sasse e Pat Toomey.

A votação no Senado teve lugar no final do primeiro dia de debate, em que bastava uma maioria simples para o processo avançar. Recorde-se que Trump é acusado de incitamento à insurreição na sequência da invasão do Capitólio, no passado dia 6 de janeiro.

Sob fortes medidas de segurança no exterior do mesmo edifício, os cem senadores assistiram a excertos dos acontecimentos desse dia. Além das imagens do assalto, foram reproduzidas imagens do comício do ex-Presidente, no exterior do Capitólio, em que proferiu uma frase que a acusação considera provar que incitou a violência que se seguiu: “Vamos dirigir-nos ao Capitólio”.

“Se isto não é ofensa digna de destituição, então não existe tal coisa”, afirmou o democrata Jamie Raskin, que liderou o grupo de nove deputados da Câmara dos Representantes que apresentaram o pedido de impeachment.

Em contraste com a acusação dos democratas, os advogados de Trump atacaram o processo de destituição, argumentando ser inconstitucional e um esforço partidário para acabar com o futuro político do seu cliente.

A defesa afirmou ainda que o ex-chefe de Estado, ao discursar para os seus apoiantes antes da invasão, estava apenas a exercer o seu direito de liberdade de expressão, previsto na Constituição.

David Schoen, um dos advogados de Trump, denunciou aquilo a que chamou de “desejo insaciável por um impeachment“, tendo exibido também um vídeo no qual mostra legisladores democratas a pedir a destituição do republicano em 2017.

O julgamento irá continuar esta quarta-feira, às 12h00 locais de Washington.

Trump é o primeiro Presidente dos Estados Unidos a ser sujeito duas vezes a um processo de destituição no mesmo mandato e o único a ser julgado politicamente depois de já ter abandonado o cargo.

O primeiro impeachment foi aprovado pela Câmara dos Representantes, em dezembro de 2019, por abuso de poder e obstrução do Congresso, ao ter pressionado a Ucrânia a lançar uma investigação contra Joe Biden, agora Presidente, e o seu filho Hunter. O Senado acabou por absolver Trump em fevereiro do ano passado.

A Constituição determina que a condenação só é válida se tiver o apoio de dois terços dos cem senadores, mas da bancada republicana poucos se mostram favoráveis à condenação do ex-Presidente.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Ninguém sabe do paradeiro dos Evangelhos Garima, um dos maiores tesouros do mundo cristão

Depois de terem sobrevivido a 1.500 anos de história num mosteiro remoto, os Evangelhos Garima enfrentam agora a sua ameaça mais grave. Um dos maiores tesouros do mundo cristão, guardado durante mais de 1.500 anos no …

"Estou preocupado". Ex-piloto da Marinha dos EUA diz que via OVNIs "todos os dias"

Um antigo piloto da Marinha dos Estados Unidos diz que, durante anos, viu Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) "todos os dias". Depois de anos a ignorar a questão, uma task force do Pentágono prepara-se para revelar …

Peru está a investigar se a lixívia pode curar a covid-19

O congresso do Peru votou para investigar se beber ou injetar uma lixívia industrial poderia curar a covid-19. A moção foi aprovada com 49 votos a favor e 39 votos contra. Está a ser criado um …

Há vestígios de ouro nesta imagem de satélite

As operações de mineração num dos maiores depósitos de ouro da Rússia, em Aldan, incluem um método que deixa rastos na paisagem. E são visíveis do Espaço. A imagem de satélite, tirada em setembro de 2019, …

Dezenas de corpos de vítimas de covid-19 encontrados nas margens do rio Ganges

Ciclone Tauktae faz pelo menos 33 mortos na Índia (e paralisa vacinação contra covid-19)

Pelo menos 33 pessoas morreram e quase cem estão desaparecidas na Índia, devido ao impacto do ciclone Tauktae, esta terça-feira. O país também registou o maior número de mortes diárias provocadas pela covid-19. Centenas de milhares …

Cientistas criam dispositivos de testagem que produzem resultados em tempo recorde

Cientistas criaram dispositivos que permitem detetar infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 num segundo ou em menos de 30 minutos, conforme a técnica usada, revelam dois estudos distintos divulgados esta terça-feira na imprensa da especialidade. Investigadores das …

CP está a vender bilhetes com 80% de desconto

A CP tem uma nova campanha, que entra em vigor esta terça-feira, através da qual disponibiliza cerca de 17.920 viagens com descontos até 80% nos comboios intercidades. De acordo com o jornal Público, os bilhetes abrangidos …

Mais de 40 pessoas, quase todas crianças, no hospital de Beja com vómitos

Um total de 35 crianças e seis adultos oriundos de diversas escolas do concelho de Beja deram esta terça-feira entrada no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana. A notícia foi avançada por fonte hospitalar, que …

Novo Banco. "Não era um banco bom, foi preciso fazer dele um bom banco", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou esta terça-feira que o Novo Banco “não era um banco bom” e “foi preciso fazer dele um bom banco”, recordando o “legado do BES” que marca …

Ensino superior com vagas especiais para lusodescendentes

O Governo alargou o contingente especial de acesso ao ensino superior dirigido a emigrantes e seus familiares permitindo que, no próximo ano letivo, se possam candidatar todos os lusodescendentes, de nacionalidade portuguesa e residentes no …