De Ronaldo a Félix. Seleção pode perder oito jogadores com a Superliga

José Sena Goulão / Lusa

Se a Superliga Europeia avançar, assim como as ameaças da UEFA, a seleção das quinas poderia ficar sem oito jogadores, tendo em conta a última convocatória para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022.

A notícia caiu que nem uma bomba no mundo do futebol. Este domingo, 12 clubes anunciaram a criação da Superliga Europeia, uma competição de elite, concorrente da Liga dos Campeões, em oposição à UEFA.

São eles: AC Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, FC Barcelona, Inter de Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham.

A UEFA, organismo que tutela o futebol europeu, já ameaçou excluir estes clubes das competições internacionais e nacionais e de impedir os jogadores de representar as suas seleções nacionais.

“Os jogadores que entrem nessa liga serão banidos de entrar em Mundiais e Europeus. Pedimos a todos que nos apoiem para garantir que isto nunca aconteça”, garantiu Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, numa conferência de imprensa esta segunda-feira, citado pelo jornal online Observador.

Caso esta Superliga Europeia avance, assim como as ameaças da UEFA, isto significa que o selecionador Fernando Santos não poderá contar com muitos dos seus mais importantes jogadores.

Tal como explica o jornal O Jogo, se tivermos em conta a última convocatória do selecionador das quinas para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022 com o Azerbaijão, a Sérvia e o Luxemburgo, a seleção portuguesa poderia perder oito jogadores, nos quais se inclui o capitão Cristiano Ronaldo, que joga na Juventus.

Mas também Bruno Fernandes, que atua no Manchester United; Bernardo Silva, Rúben Dias e João Cancelo, jogadores do Manchester City; Diogo Jota, avançado do Liverpool; Cédric Soares, que defende o emblema do Arsenal; e João Félix, do Atlético de Madrid.

Além destes oito titulares, há também o caso de Francisco Trincão, que joga no FC Barcelona e que já foi chamado à seleção principal. E recorde-se que os portugueses Diogo Dalot e Rafael Leão também jogam pelos italianos do AC Milan.

Às ameaças da UEFA já se juntaram a Federação Inglesa de Futebol e a Premier League; a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) e a La Liga; e a Federação Italiana de Futebol (FIGC) e a Serie A.

“Permaneceremos unidos nos nossos esforços para acabar com este projeto cínico, um projeto que se baseia no interesse de alguns clubes num momento em que a sociedade precisa mais do que nunca de solidariedade”, lê-se no comunicado divulgado em reação ao anúncio da Superliga Europeia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo. Partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …

Reino Unido. Variante indiana é “preocupante“ e já infetou idosos vacinados

No Reino Unido, já foram encontradas 48 cadeias de transmissão da variante indiana e sabe-se que há transmissão comunitária. A Public Health England classifica esta variante como “preocupante”. A direção geral de saúde de Inglaterra (PHE …

Petição para cancelar Jogos Olímpicos conta já com 200 mil assinaturas

Uma petição 'online' a pedir o cancelamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 devido à pandemia da covid-19 ultrapassou esta sexta-feira as 200 mil assinaturas, avançou a agência Lusa. A campanha, lançada na quarta-feira pelo advogado e ativista …

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …

Fome e seca levam milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia

A fome provocada pela seca extrema na província de Cunene, no sul de Angola, está a levar milhares de pessoas a fugir para a Namíbia. "A estiagem provocou a rutura de 'stocks' alimentares das comunidades e …

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens. Preço das viagens disparou

Portugal vai estar na “lista verde” de países considerados seguros para viajar e isentos de quarentena na chegada a Inglaterra a partir de 17 de maio, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Portugal …

Nova Zelândia vai proteger fiorde emblemático de turismo de massas

O Governo da Nova Zelândia anunciou que vai proteger do turismo de massas a paisagem natural do icónico fiorde Milford Sound-Piopiotahi, património mundial na ilha do Sul. O turismo em Milford Sound-Piopiotahi, considerado um dos principais …