Seis empresas de ex-funcionário do PS já ganharam 1 milhão em contratos

partidosocialista / Flickr

António Costa no XX Congresso do PS

António Costa no XX Congresso do PS

Domingos Ferreira, militante e ex-funcionário do PS, faturou, nos últimos anos, cerca de um milhão de euros com a realização de contratos entre as várias empresas que detém e o Estado – normalmente, quando o partido socialista está no poder.

Segundo uma consulta feita pelo Público ao Portal Base – onde são registados todos os contratos do Estado – seis das 17 empresas de que Domingos Ferreira é sócio tiveram contratos no valor de um milhão de euros, dos quais 117 mil foram pagos por António Costa.

A ligação de Domingos Ferreira ao Partido Socialista já dura há quatro décadas – primeiro no Porto, depois em Lisboa.

Em 1979 filiou-se no PS e, no ano seguinte, era já funcionário dos quadros do partido e ajudava a montar as campanhas e a angariar fundos.

Cerca de 19 anos depois, Domingos Ferreira fundou a AEDIS – Assessoria e Estudos de Imagem, para formalizar o trabalho de organização de eventos que realizava para o partido, e através da qual faturou com contratos com o Governo Socialista.

Ou seja, o PS privatizou a atividade de organização de eventos.

Em 2009, a AEDIS terá cobrado 16.916,67 euros pelo aluguer de “equipamento de som e iluminação da tomada de posse dos eleitos locais pelo município de Lisboa” e, dois meses depois, recebeu – do Governo Civil de Lisboa, liderado pelo socialista António Galamba – mais 16.725 euros por fornecer equipamento na cerimónia de entrega de viaturas à PSP e à GNR.

Somando 34.640 euros do evento de Apresentação do Programa Simplex 2016, a empresa faturou 68.281 euros.

À semelhança da AEDIS, realça o Público, várias outras empresas de Domingos Ferreira também lucraram através de contratos assinados.

A Grandevento cobrou 25 mil euros na tomada de posse de António Costa, em Lisboa, pelo serviço de “registo e projeção de imagem”, 75 mil euros pela montagem de som e luz nas comemorações do centenário da República e 73.600 euros pelo aluguer de tendas para o Congresso do Presunto – recebendo do Estado um total de 279 mil euros.

A empresa Servicepack, que fornece audiovisuais e equipamentos informáticos, realizou 20 contratos de 372 mil euros, faturando mais de 52.300 euros.

Também a Sino-AZ, uma empresa de publicidade e design, recebeu 14.600 euros pela elaboração do spot televisivo de apelo ao voto do PS, e lucrou 37.090 euros por serviços publicitários para a Agência para a Modernização e Qualidade do Serviço ao Cidadão, nos Açores.

Todas estas empresas têm trabalhado com o Estado quando o PS está no poder – quase sempre por ajusto direto.

Enquanto isso, também de acordo com o Público, o Partido Socialista ignora os avisos do Tribunal de Contas sobre os contratos milionários entregues, em campanhas sucessivas, ao antigo funcionário, Domingos Ferreira.

BZR, ZAP

PARTILHAR

27 COMENTÁRIOS

    • Portanto na sua (e de muitos) lógica, o fato de os outros eventualmente fazerem justifica que estes façam. Seguindo a sua lógica podemos todos roubar e vigarizar porque há sempre os outros que o fazem. Vamos acabar com a seriedade e com a honestidade.

      • Não justifica nada… o comportamento é igualmente censurável, mas não é exclusivo (infelizmente) deste Governo… batamos e combatamos todos por igual…

  1. E agora quem acompanha isto? Acho que sem não é o Correio da manhã a fazê-lo ninguém o faz. E depois dizem mal do CM!!!!!

    • Caro senhor,
      O seu comentário é que é tendencioso.
      A notícia é o que é.
      Ou é verdadeira, ou é falsa. Se for verdadeira, não pode ser tendenciosa.
      O que seria tendencioso seria o ZAP só dar notícias verdadeiras acerca de (ou contra uma) determinada tendência – coisa que, como muito bem sabem os nossos leitores mais fieis, não é o que acontece.

      • Se a notícia fosse sobre outro partido havia criticas por parte do comentador, já não era tendenciosa, mas como se sente atingido, pq é o PS, a notícia já é tendenciosa. Não têm coerência

    • Há uma coisa que temos que nos mentalizar, se é o PS que governa, é o PS que é atacado e chafurdado pela imprensa… se for PSD/CDS são estes 2 que são atacados e chafurdados. A imprensa só ataca quem está no poleiro, ainda ninguém reparou nisso? Não o fazem com as muletas, pq ainda não foram governo… e quem sabe se não foi por isso que não aceitaram? Para não verem a vida chafurdada?

      • É para isso que servem os partidos. Cada qual fica com a sua parte e não repartem com ninguém.

        Quando havia um partido único, a tal “parte” ainda era repartida por todos…..

  2. Para quem só vê o greiro nos olhos dos outros nada mal! É evidente que as empresas e empresários terão o direito de trabalhar independentemente de qual seja o partido mas aqui parece evidente o conluio entre ambos, andarem na oposição constantemente a transpirar ética sempre que abrem a boca mais valia estarem calados porque até já são velhas raposas mais do que conhecidas do Povo.

    • A notícia não é parcial, é uma notícia, e bem esclarecedora para quem ainda não tinha percebido a desgraça que é este governo.
      Pelo contrário, o seu comentário é bem parcial. Certamente será um fanático desta esquerdalhada, ao ponto de querer tapar o sol com a peneira (será para não pagar IMI?).

  3. Em Coimbra quinta onde nasci não podia ser dividida em lotes porque a maior parte do terreno ficava sobre uma mina de água. Alem disso também havia o quartel da GNR. Então meus bisavós decidiram deixar a quinta e a casa para determinados afilhados. Um deles casado com um senhor filiado no PS. Depois do 25 de Abril e aquando da estada no governo desse mesmo partido poderam-se fazer construções várias chamadas de torres devido ao número de andares. Ainda tentei “refilar” mas logo me dissersm que “quem manda, pode”. As torres estão lá ainda e foram vendidas por alto preço por ser uma zona nobre.

    • Por momentos, pensei que fosse contar a história de um senhor pedreiro, que emigrou para França, tornou-se dono da Altice e, por esta via, conseguiu tornar-se dono da PT. Ora acontece que este senhor tem uma mansão de luxo, construída em AREA PROTEGIDA, com court de ténis, duas piscinas, golf, etc e paga de IMI 200 e poucos euros. Ao que parece, aquela “casinha” insere-se num concelho que era governado pelo PS e cujo presidente tudo fez para demolir a “casinha” e demover o dono de construir em área protegida. Tudo sem sucesso pois o senhor é “bem relacionado”. Vieram eleições e, ganhou o candidato PSD. Ingénuamente, pensei eu, que o novo presidente iria manter, neste assunto em concreto, a mesma postura do anterior mas, em vez disso, o novo presidente alterou o PDM (plano diretor municipal) e, por magia, a “casinha” do pedreiro dono da PT, deixou de estar em zona protegida e portanto, ficou “legal”.
      Em suma, vigaristas, oportunistas, ladrões, trafulhas, escroques, etc, existem em toda a parte e, enquanto isso, vamos sendo comidos, chupados, chulados até ao tutano, sem que esta gentalha seja verdadeiramente julgada e punida mas punida a sério e não em faz de conta.

  4. o caso da familia almeida santos em monte gordo, não cabia na cabeça de alguem fazer um hotel nas dunas, mas ele foi feito a. matias

  5. Claro que isto ou semelhante é de condenar, mas o que é facto é que ultimamente só saem notícias sobre pessoas do ps ou próximas porque será?

    • Pq será? Será que ainda não se apercebeu ao longo destes anos todos, que o partido ou partidos que estão no governo, enqto estiverem serão as vitimas das linguas viperinas, serão caça na mira do tiro, serão pessoas na mira dos jornalistas, não têm paz, é só censura para onde quer que se virem. A imprensa anda sempre à procura de segredos, uns verdades, outros mentiras, é preciso haver informação e censura pela oposição.

  6. Gente muito séria! Nada a apontar. E se houvesse, porquê fazê-lo? Mudava alguma coisa?! Estes e os outros. Alguém ainda se surpreende com estas notícias? Onde têm andado?

  7. Comentários já li muitos, mas, será que a notícia foi bem lida? Duvido!
    Primeiro porque estão ali algumas “pérolas” interessantes, por exemplo, uma empresa que REALIZOU 20 contratos no valor de 370 mil € e facturou 52 mil €? Parece-me que há aqui valores que não batem certo não? Outro exemplo, o que é entendido na notícia como essas empresas terem ganho concursos do ESTADO no valor de 1 milhão, parece-me também pouco correcto, desde logo porque há concursos que são internos ao partido de que este individuo faz parte e portanto nada têm que ver com o Estado. Continhas feitas nem metade do que é dito em valor é real.
    Por fim, naturalmente que, havendo bom senso, isto é criticável a todos os títulos. Revela clientelismo, pouca transparência, favorecimento, viola a livre concorrência, etc. NÃO PODEM ACONTECER situações destas em concursos do Estado. Se for dentro dos partidos não me choca que favoreçam a “prata da casa”, seja o ps, psd ou qualquer outro.

  8. Mais um caso que é coincidência, alguém tinha que fazer o trabalho, se foi militante do PS ainda bem , pois assim não vai cobrar mais por isso, se ganhou dinheiro que importa alguém o ia ganhar, pelo menos foi por um amigo, depois pode ajudar o partido ou algum amigo necessitado…O importante é que ainda há pessoas que se sacrificam em pró da colectividade.

RESPONDER

Idosa de 93 anos recuperou de Covid-19 (e há 6 crianças em estado grave no Dona Estefânia)

Uma mulher de 93 anos que esteve internada em Lisboa, com Covid-19, recuperou da infecção ao cabo de 11 dias. Enquanto isso, há seis crianças com idades entre 4 meses e 17 anos que estão …

"Grande erro" da Europa é não usar máscaras, considera especialista chinês

George Gao, diretor dos Centros de Controlo e Proteção de Doenças da China (CDC), considera que o "grande erro" da Europa no combate à pandemia de covid-19 é o facto de as pessoas não usarem …

Obama critica de Trump. "Cada um de nós deve exigir mais dos nossos líderes"

O ex-Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou esta terça-feira que o seu sucessor, Donald Trump, ignorou os avisos sobre os riscos de uma pandemia do novo coronavírus, e recordou o mesmo comportamento quanto às alterações climáticas, …

Covid-19. Hotel cinco estrelas na Austrália vai acolher sem-abrigo

A Austrália vai levar a cabo um projeto piloto que visa retirar das ruas alguns sem-abrigo e transferi-los para hotéis de luxo, protegendo-os assim do novo coronavírus oriundo da China (Covid-19).  O projeto, Hotels With Heart, …

Red Bull equacionou infeção voluntária dos seus pilotos

Um responsável da Red Bull admitiu que propôs aos pilotos da marca austríaca, que participa no Mundial de Fórmula 1, uma estratégia de infeção voluntária de covid-19, visando ficarem imunes no início da temporada. Helmut Marko …

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …

Portugal tem há cinco dias os mesmos 43 recuperados. DGS e especialistas explicam porquê

Portugal regista, desde o passado dia 27 de abril, os mesmos 43 recuperados da Covid-19, segundo os boletins epidemiológicos diários da Direção-Geral da Saúde. Questionado pela agência Lusa sobre a estagnação no número de altas hospitalares …