Segunda fase da vacinação. Peritos propõem extensa lista de novas (e raras) doenças

A segunda fase de vacinação contra a covid-19 já arrancou em alguns centros de saúde. Os peritos estão a propor uma nova e extensa lista de doenças de maior risco que passam também a ser prioritárias e agora sem limite de idade.

O plano inicial da vacinação contra a covid-19 vai ser revisto. Em vez de três fases, passará apenas a ter duas, sendo que a primeira está prestes a terminar. Em alguns centros de saúde, a segunda fase até já arrancou.

Segundo o jornal Público, a comissão de especialistas da Direção-Geral da Saúde (DGS) propôs que que a fase 2 do plano seja subdividida em duas, a A e a B.

Ao mesmo tempo que são vacinados as pessoas conforme o critério da idade, recomenda-se a imunização prioritária das pessoas que sofrem de uma lista de doenças com maior risco associado a covid-19 e que são mais raras do que aquelas que estavam inicialmente previstas.

Na parte B, sugere-se a a imunização às pessoas a partir dos 74 até aos 50 anos – por ordem decrescente.

Na segunda-fase, a hipertensão arterial e a diabetes tipo 2 deixarão de ser consideradas prioritárias. A hipertensão é muito prevalente e está associada à idade e a diabetes também afeta um universo muito grande de pessoas, que serão rapidamente vacinadas pelo critério da idade se a vacinação em massa avançar.

Contudo, alertam os peritos, caso não se confirme o anunciado cenário de abundância de doses, estas patologias devem voltar a ser priorizadas.

A obesidade mantém-se, ainda que os peritos recomendem que sejam priorizado quem tem índice de massa corporal superior a 35. Continuam também a integrar a lista as neoplasias malignas ativas e a diabetes tipo 1.

Ao mesmo tempo, propõe-se a inclusão de um grande número de doenças que não estavam previstas e que não terão limite de idade. A lista inclui os doentes imunodeprimidos, como infetados pelo VIH e os transplantados, as pessoas que sofrem de algumas doenças neuromusculares, nomeadamente as atrofias musculares congénitas.

Também incluídas na nova lista estão a esclerose lateral amiotrófica, a epilepsia refratária, a esquizofrenia e a doença bipolar grave. A lista engloba igualmente a doença hepática crónica, a insuficiência cardíaca, a hipertensão pulmonar, a doença coronária, o enfarte agudo de miocárdio, a insuficiência renal crónica, a doença respiratória crónica em ventiloterapia e a doença pulmonar obstrutiva crónica.

Está igualmente recomendada a vacinação prioritária dos doentes com fibrose quística e fibrose pulmonar.

Algumas destas patologias estavam já no plano inicial, mas apenas para pessoas com mais de 50 anos.

Segunda fase já arrancou

A segunda fase do plano de vacinação contra a covid-19 já começou em alguns agrupamentos de centros de saúde, enquanto outros se preparam para fazê-lo no início da próxima semana.

Com a quase totalidade das pessoas com mais de 80 anos e do grupo entre os 50 e os 79 anos, com uma das quatro doenças definidas na fase 1 como de alto risco de mortalidade ou internamento em caso de infecção por SARS-CoV-2, os centros de saúde começam a chamar o grupo entre os 79 e os 60 anos, usando o critério da idade.

“Depende dos agrupamentos de centros de saúde, mas alguns já terminaram a primeira fase e ou já iniciaram ou vão iniciar na próxima semana a fase 2. São as pessoas entre os 79 e os 60 anos, a começar pela convocatória dos mais velhos”, disse Diogo Urjais, presidente da Associação Nacional de Unidade de Saúde Familiares (AN-USF), em declarações ao Público.

Esta possibilidade foi adiantada ao Diário de Notícias pelo vice-almirante Gouveia e Melo, coordenador da task force de vacinação, que explicou que “se uma ARS terminou a Fase 1 com alguns dias de antecedência e existe disponibilidade de vacinas, pode iniciar imediatamente a fase 2”.

Contudo, isto não significa que todas as pessoas incluídas na fase 1 tenham sido já vacinadas com pelo menos uma dose. “Há pessoas que estão no estrangeiro, pessoas que estiveram doentes”, exemplificou Diogo Urjais.

Além disso, há contactos desatualizados – ou nem os há – nos registos de saúde, o que criou algumas dificuldades. Assim, os centros de saúde “continuam à procura”, referiu o presidente da ANUSF.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em 2040, reformas vão cair para metade em Portugal

A Comissão Europeia prevê que, até 2040, os pensionistas passem a viver com pouco mais de metade do salário que tinham. Discrepância entre os últimos rendimentos do trabalho e a pensões de reforma dos portugueses …

Bruxelas piora previsões para défice português, mas melhora as do desemprego

A Comissão Europeia piorou hoje em duas décimas as previsões para o défice português, esperando um saldo negativo das contas públicas de 4,7% este ano. Contudo, melhorou as da dívida pública em três pontos percentuais, …

Barcelona empata com o Levante e "despede-se" do título espanhol

O FC Barcelona deu hoje um gigante passo atrás na corrida ao título espanhol de futebol, ao empatar 3-3 no reduto do Levante, depois de estar a ganhar por 2-0 e 3-2, em encontro da …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: 11.05.2021

Festa verde e assunto encerrado. Sporting quebra jejum de 19 anos e volta a celebrar a conquista de um título de campeão nacional. O novo desafio de Mourinho. As finais da Champions e Liga Europa. …

Certificado covid-19. Preço para os testes na UE gera discórdia

O Certificado Verde Digital, proposto pela Comissão, deverá passar a chamar-se Certificado Covid19 da UE, admitiu a presidência portuguesa da União Europeia. Os eurodeputados querem testes gratuitos para quem viaja, mas essa proposta esbarra nos …

Paulo Fonseca em negociações com o Lyon

O ainda treinador da AS Roma, que vai ser substituído por José Mourinho na próxima temporada, já estará em negociações com o Lyon. Segundo o jornal Record, Paulo Fonseca não só figura na lista de prioridades …

"Incongruente" e "inadequada". Antigos militares criticam reforma das Forças Armadas

Antigos militares consideram que o melhor seria suspender a proposta do Governo que admitem que "nem em tempo de guerra tem lugar". Um grupo de antigos militares GREI - Grupo de Reflexão Estratégica Independente - sugere …

Manchester City conquista título no sofá e com costela portuguesa. É o terceiro em quatro anos

O Manchester City garantiu esta terça-feira a conquista do seu sétimo título de campeão inglês de futebol, e terceiro em quatro anos, face ao desaire do Manchester United na receção ao Leicester (1-2), na 36.ª …

Venda da Groundforce pode ficar nas mãos do administrador de insolvência

A apreciação judicial do pedido de insolvência da Groundforce feito pela TAP ainda deverá demorar alguns meses. Até lá, o acionista maioritário terá de conseguir vender a sua parte, ou a decisão poderá passar para …

Estádio do Dragão vai receber final da Liga dos Campeões

O Estádio do Dragão, na cidade do Porto, vai ser o palco da final da Liga dos Campeões, entre Chelsea e Manchester City, agendada para 29 de maio. A hipótese de a cidade "Invicta" e o …