Navio com 42 migrantes desafia Salvini e entra em águas italianas

Sea-Watch International / Twitter

O navio alemão Sea-Watch 3

A capitã do navio Sea-Watch 3 foi contra as ordens do Governo Italiano e entrou, esta quarta-feira, no porto de Lampedusa para salvar 42 migrantes.

O navio Sea-Watch 3, gerido por uma organização humanitária alemã, desafiou as autoridades italianas ao entrar, esta quarta-feira, nas águas do país. Até ao momento, não há qualquer sinal de que os migrantes a bordo, que a ONG assegurou estarem em condições inseguras, receberão permissão para desembarcar.

“Decidi entrar no porto de Lampedusa. Sei o que estou a pôr em risco, mas os 42 sobreviventes que tenho a bordo estão exaustos. Vou levá-los para um lugar seguro. Sou responsável por estas pessoas e elas não aguentam mais. As suas vidas são mais importantes do que um jogo político”, justificou a capitã do navio, Carola Rackete, numa mensagem divulgada nas redes sociais.

De acordo com a revista Sábado, a alemã de 31 anos, licenciada em conservação ambiental, trabalha como voluntária na Sea Watch desde 2016 e, antes disso, também fez parte da equipa do navio da Greenpeace ‘Arctic Sunrise’ durante dois anos.

“A minha vida foi fácil, pude estudar em três universidades. Sou branca, alemã, nascida num país rico e com o passaporte certo. Quando percebi isto senti uma obrigação moral: salvar aqueles que não tiveram as mesmas oportunidades do que eu”, escreveu na sua página pessoal do Twitter, que foi entretanto foi apagada.

No interior da embarcação, encontram-se 42 dos migrantes resgatados a 12 de junho no Mediterrâneo (inicialmente eram 53 mas os restantes foram desembarcados por razões médicas). “Temos pacientes com dores insuportáveis, consequência da tortura que sofreram”, descreve uma das médicas a bordo, citada pelo semanário Expresso.

A tripulação rejeita a possibilidade de devolver estas pessoas à Líbia, por não considerar o país seguro, e exigiu hoje autorização para desembarcar os migrantes, numa mensagem dirigida à União Europeia.

“Esperámos durante a noite toda, mas não se pode esperar mais”, afirma a ONG, acrescentando que “o desespero das pessoas não é algo com que se possa brincar“.

Mais tarde, a organização explicou o porquê de ter decidido desafiar as ordens de Itália. “Passaram-se 23 horas desde que entrámos em águas italianas por necessidade. Vimo-nos obrigados a isso porque em duas semanas nenhuma instituição da UE assumiu a responsabilidade. Temos de continuar sozinhos ou há alguém que se lembre do dever de proteger a vida no mar.

Segundo mostram os meios de comunicação locais, o barco encontra-se a cerca de cinco quilómetros da costa, frente ao monumento conhecido como “Porta de Lampedusa, Porta da Europa”, em memória dos migrantes mortos na viagem para o continente europeu.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, tem recusado deixar migrantes desembarcarem no território e sublinhou que o Sea-Watch desafiou o país ao entrar em águas italianas, defendendo que a tripulação deve ser detida e o navio arrestado.

Hoje, o comissário europeu para as Migrações, Dmitris Avramopoulos, pediu a Itália que permita a entrada dos migrantes a bordo e garantiu que vários Estados-membros da UE estão prontos para ajudar, sublinhando, no entanto, que a ajuda só pode ser dada quando estas pessoas estiverem em terra.

“Espero que Itália, neste incidente em particular, contribua para uma solução rápida para as pessoas a bordo”, afirmou o comissário.

Itália mantém uma política de portos fechados aos barcos das ONG. Tal como no caso do jovem português Miguel Duarte, tanto a capitã do Sea-Watch 3 como os responsáveis pela ONG arriscam enfrentar um processo judicial por suspeita de ajuda à imigração ilegal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Numa Liga Europa "aportuguesada", o Sporting foi o único a rugir

O Sporting foi a única equipa portuguesa a conseguir vencer nos 16-avos-de-final da Liga Europa. Benfica, FC Porto e SC Braga saíram derrotados dos seus respetivos jogos. A Liga Europa é casa dos emblemas portugueses esta …

Suspensão de voos para a Venezuela vai custar 10 milhões à TAP. "Quem vai pagar a conta?"

O presidente da TAP está preocupado com as consequências da suspensão dos voos para a Venezuela. "Quero saber que vai pagar essa conta." O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, disse esta quinta-feira que a suspensão …

Há mais gestores a abandonar empresas de Isabel dos Santos. MP admite descongelar contas bancárias

Depois das várias demissões no EuroBic, NOS e Efacec, há mais gestores a abandonarem empresas menos conhecidas de Isabel dos Santos em Portugal. Na sequência da polémica em torno do caso Luanda Leaks, pessoas como Mário …

Marcelo pondera veto à despenalização da eutanásia e envio para Constitucional

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai optar pelo veto político quando o diploma que prevê a despenalização da eutanásia chegar ao Palácio de Belém, apurou o Jornal Económico (JE) junto de fontes …

Dois acusados pela derrocada em Borba continuam a fiscalizar pedreiras

José Pereira e Bernardino Piteira são dois dos acusados pela derrocada em Borba. No entanto, continuam a exercer funções de chefia em fiscalização e licenciamento de pedreiras. Dois dos acusados pelas mortes em Borba continuam a …

Encontrada uma câmara oculta atrás do túmulo de Tutankhamon que pode esconder Nefertiti

Uma equipa de arqueólogos encontraram potenciais evidências de câmaras ocultas por trás das paredes do famoso túmulo de Tutankhamon, no Vale dos Reis, no Egito, que alguns dizem esconder a rainha Nefertiti. Os investigadores, liderados por Mamdouh …

Chega e Bloco são os que mais sobem (e o PS não pára de cair)

O Partido Socialista (PS) continua a cair cair nas intenções de voto dos eleitores, quatro meses depois das eleições legislativas. Já o Bloco de Esquerda e Chega estão cada vez mais fortes. De acordo com a …

Contribuintes têm até hoje para validar agregado familiar

Os contribuintes têm até esta sexta-feira para validarem a composição do seu agregado familiar. Apesar de o prazo ter terminado no dia 15, serão considerados pela Autoridade Tributária os dados comunicados durante o dia de …

Morreu aos 61 anos João Ataíde, deputado do PS

João Ataíde, juiz e atual deputado do Partido Socialista (PS) morreu esta sexa-feira em casa, em Coimbra, por volta das 7h. O deputado tinha 61 anos e esteve no debate sobre a eutanásia no Parlamento, …

Pela primeira vez, os cientistas tornaram transparentes órgãos humanos

Normalmente, para obter uma resposta clara sobre o que passa dentro dos nossos órgãos, são necessários cortes profundos. Porém, agora, os cientistas conseguiram tornar órgãos humanos transparentes, para conseguir espreitar para dentro deles sem o …