Jovem saudita enfrenta pena de morte por se ter manifestado aos dez anos

 

(dr) Murtaja Qureiris

Murtaja Qureiris

Murtaja Qureiris participou numa manifestação quando tinha apenas dez anos de idade. Foi preso três anos depois e, agora, com 18 anos arrisca-se a ser executado pelo estado saudita.

O caso é relativo a 2011, quando Murtaja Qureiris, juntamente com mais um grupo de crianças, andava pelas ruas de uma cidade saudita de bicicleta. Poderia parecer uma mera brincadeira de crianças, mas tudo mudou quando Murtaja pegou num megafone e gritou “As pessoas exigem direitos humanos!“.

Três anos depois, quando viajava com a família para o Bahrein, foi detido na fronteira por autoridades sauditas. Aos 13 anos de idade, foi considerado o mais jovem preso político do país. No entanto, nada fazia prever que aos 18 anos de idade enfrentasse pena de morte e corresse o risco de ser executado.

A CNN explica que a Arábia Saudita é um dos países com uma das maiores taxas de execução e é frequentemente criticada por executar pessoas que eram menores de idade na altura em que cometeram os crimes.

Esse é o caso de Murtaja, que também é acusado de juntamente com o seu irmão ter incendiado um quartel da polícia de Awamiya ao arremessar um cocktail Molotov. A idade de responsabilidade criminal na Arábia Saudita não é clara, mas em 2006, o país defende que não executa pessoas que tenham cometido crimes abaixo da idade de 12 anos.

Murtaja será agora julgado pelo Ministério Público, que o acusa de “pertencer a um grupo terrorista extremista”. Além disso, querem que seja executado da maneira mais penosa possível, que pode incluir crucificação e até mesmo desmembramento depois da execução.

“É deplorável que Murtaja seja executado por crimes que incluem participar num protesto quando ele tinha apenas dez anos. As autoridades sauditas têm um historial assustador do uso da pena de morte como uma arma para esmagar críticas políticas e castigar manifestantes hostis ao Governo — incluindo crianças — da perseguida minoria xiita“, afirmou Lynn Maalouf, diretora de pesquisa no Médio Oriente da Aministia Internacional, citada pelo jornal Público.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Eh lá… queres ver que os EUA se esquecem da Arábia Saudita quando começaram a exportar “democracia” para o médio-oriente – e que tão bem tem resultado na Síria, Líbia, Iraque, etc…

RESPONDER

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …

Grávidas e crianças até aos 10 anos não devem comer peixe-espada e atum, recomenda Espanha

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio. Em causa …