Acolhimento e 18 mil empregos para portugueses que queiram regressar da Venezuela

Tiago Petinga / Lusa

Augusto Santos Silva

Portugal está preparado para acolher todos os portugueses e luso-descendentes que vivam na Venezuela e decidam regressar a Portugal, assegurou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva.

“Nós estamos preparados para acolher todos aqueles que entendam exercer o seu direito de regressar a Portugal”, disse o ministro numa conferência de imprensa em Lisboa com a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

Augusto Santos Silva precisou que esse acolhimento está preparado para ser feito “nos centros de emprego, no sistema de saúde, nas escolas e no sistema de segurança e proteção social”.

O ministro frisou contudo que “a preocupação maior” do Governo português neste momento “continua a ser com o bem-estar dos portugueses e lusodescendentes que estão a residir na Venezuela”. “É aí que concentramos todos os nossos esforços”, disse.

Em declarações à Renascença, o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, garantiu que os portugueses e lusodescendentes a viver na Venezuela que queriam regressar a Portugal terão à sua espera 18 mil empregos.

Augusto Santos Silva foi também questionado sobre a morte, nesta terça-feira de madrugada, de um vereador municipal em Caracas, Fernando Albán, que caiu de um 10.º andar onde estava a ser interrogado nos serviços de informações, morte que a oposição atribui ao regime de Nicolas Maduro.

“Estamos a tentar obter todas as informações”, disse, considerando no entanto “muito lamentável” a morte de uma figura política. Santos Silva frisou que este tipo de incidente “só prejudica as circunstâncias de segurança, estabilidade e previsibilidade”.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. estes apoio, fariamos bem melhor figura, do que deixar entrar no país os que a UE nos tem andado a ‘vender’, os quais nunca na vida como a Suécia é exemplo, se integrarão nas sociedades ocidentais.

  2. Estes “idiotas” do nosso governo vão acabar por fazer uma asneira que mais tarde teremos que a limpar.
    O problema dos Venezuelanos ou Portugueses que foram para lá é deles.
    Temos o pais uma desgraça com falta de emprego (e não se convençam que esta tudo bem, pois este país está muito, mas muito pior do que o governo da a entender…) e depois vamos ter mais 18 mil que não são mão de obra especializada e com muitos “vícios” laborais terríveis (existindo como é óbvio grandes e boas exceções de pessoas, mas que são raras… se não o pais não estaria também na desgraça que está!), que apenas vão trazer problemas… aos poucos que já temos!

  3. Se há emprego para quem bem de fora porque ainda temos desemprego?
    Primeira dar emprego a quem cá esta e é português, depois logo se vê!

  4. Sabemos que o pão, apesar das queixas (quem não chora não mama), dá imenso dinheiro, mas abrir 18000 padarias é obra!
    PADARIAS? NA MADEIRA?…cuidado com o Ronaldo

  5. Pois é, mas 99% dos familiares da minha esposa foram para Espanha e só um está nos EUA à cerca de 20 anos. Investigador esse, que após condecoração nos Países Hevelticos, e ampla difusão em Espanha, teve uma nota de cerca de 3 linhas em Portugal.
    Que grande Portugal. Pois é, cidadãos, abraum os Olhos.

RESPONDER

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Liveblog Autárquicas. PS ganha em Beja, Chega é a terceira força

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …

Autárquicas: PS reivindica vitória e acredita que ganha em Lisboa

O secretário-geral adjunto do PS reivindicou hoje vitória do seu partido nas eleições autárquicas, dizendo que irá vencer em número de câmaras e de freguesias, e manifestou-se confiante no quinto triunfo consecutivo em Lisboa. Esta posição …

Autárquicas: Santana reconquista a Figueira e fala numa "proeza sem igual"

Pedro Santana Lopes já fez o seu discurso de vitória como presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, num autoelogio pelo facto de ter ganho a dois "grandes partidos", o PS e o PSD, …

Autárquicas: PS segura Almada

Aposta da CDU em Maria das Dores Meira, atual autarca de Setúbal que atingiu o limite de mandatos naquele concelho, parece não ter sortido os efeitos desejados. O Partido Socialista deverá, segundo as primeiras projeções, conseguir …

Autárquicas: Coimbra muda de mãos com maioria absoluta de José Manuel Silva

Segundo as primeiras projeções desta noite, o ex-bastonário da Ordem dos Médicos e candidato do PSD, José Manuel Silva conquista a Câmara Municipal de Coimbra, com margem confortável Segundo a projeção SIC, José Manuel Silva obterá …

Autárquicas: Rui Moreira reeleito no Porto, mas com maioria em risco

A sondagem ICS-ISCTE, divulgada pela SIC, projeta uma vitória confortável de Rui Moreira no Porto. A sondagem indica que o atual autarca terá entre 39,2 e 44,2%. De acordo com as primeiras projeções, o resultado obtido …