Santana Lopes prepara programa (e candidatura a lider) “contra as lapas” do PSD

Tiago Petinga / Lusa

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes

Por um PSD “capaz de combater a ambição de maioria absoluta do PS”, e contra as “lapas que se agarram quando lhes interessa”, Pedro Santana Lopes já está a preparar o seu programa para entrar na corrida à liderança do PSD.

Depois de ter admitido na quarta-feira à SIC que “pondera obviamente” uma candidatura à liderança do partido, na sequência da decisão de Passos Coelho de não se apresentar, Pedro Santana Lopes adiantou hoje, na sua crónica semanal no Correio da Manhã, que está a “cuidar” do programa para o Partido Social Democrata.

Sob o argumento de que “o PPD/PSD não nasceu para ser segundo de ninguém” e de que “Portugal precisa de crescer acima da média europeia, precisa de criar mais riqueza”, o social democrata escreve que “nesta fase, os programas são muito importantes, é disso que estou a cuidar estes dias”.

O actual provedor da SCML, ex-primeiro-ministro e ex-autarca justifica ter avançado para o programa após os “muitos apelos para o seu regresso” e por se considerar um homem de acção.

“Sou mais de acção, sou mais de agir e, desculpem a presunção, mas nas três casas que dirigi com algum tempo até hoje, têm querido que eu regresse ou que eu continue: falo da Figueira, de Lisboa e da Santa Casa”, escreve Santana Lopes.

As lapas estão ou vão quando lhes convém

Santana reconhece que “o PPD/PSD tem muita coisa boa“, como os autarcas que “têm feito obras extraordinárias, transformam urbes com projectos inovadores e mobilizadores, e principalmente, militantes de uma generosidade fantástica, as chamadas bases”.

Mas, no rescaldo das autárquicas, e sem especificar nomes, Santana deixa uma forte crítica a “alguns autarcas” social democratas, que qualifica de “lapas”.

Há lapas que já foram autarcas, mas não deixaram marca, não deixaram nada, ou porque não são capazes e/ou porque se preocupam sempre mais em tratar da sua sobrevivência do que do desenvolvimento das comunidades a quem o voto pediram. São lapas porque não são mais nada, não têm mais nada para dar”, critica Santana.

O ex-líder do PSD, que chegou a chefiar o executivo após a saída de Durão Barroso para a presidência da Comissão Europeia, assegurou que apoiaria Passos Coelho, se este tivesse decidido voltar a candidatar-se. “O PSD viu sair o seu líder que fez um trabalho digno de muito reconhecimento”, escreve Santana Lopes na sua crónica desta sexta-feira.

O grande desafio do PSD é “a recuperação dos muitos que estão fora da vida política activa, nomeadamente fora de Portugal, mas que são grandes quadros e que têm ser aproveitados”, preconiza o ex-líder do partido.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Está a fazer um trabalho tão bom na Santa Casa e agora quer abandonar? Não há dúvida que a politica ainda é um grande emprego.

    Pense bem antes de se decidir. Continue o bom trabalho que tem feito e deixe o Partido para as “lapas”

  2. “O PSD viu sair o seu líder que fez um trabalho digno de muito reconhecimento”, escreve Santana Lopes na sua crónica desta sexta-feira. Tudo dito em ordem a este senhor., ou seja, a continuação do projecto (não social-democrata), da destruição do País e dos Portugueses.

    • Quer maior ” DESTRUIÇÃO ” que aquela herdada por nós, com os famosos PEC´s !!? Com o pais a cair paulatinamente na banca rota !? Uns desbaratam e depois vêm os ” malandros do PSD” apertar o cinto…é cíclico. Já se deu, muitas vezes, para este peditório !!!

  3. Lapa: 3. ZOOLOGIA molusco gastrópode, de concha univalve, pertencente à família dos Patelídeos, utilizado na alimentação, que aparece com muita frequência preso aos rochedos do litoral, e que, quando grande, é denominado laparão

    4. figurado pessoa importuna; maçador

    Assenta na perfeição à figura: Agarrado ao poder e maçador.

  4. Ahahahaha muito bom…
    Os portugueses não esquecem a porcaria que este marmanjo fez enquanto presidente da CML e enquanto PM que foi demitido por incompetência…
    Por isso já estamos mesmo a ver o que vai acontecer LoL
    O PS agradece ter este senhor como adversário, vai facilitar-lhes MUITO a vida.

    • Este senhor, que é o digníssimo Dr. Santana Lopes fez muito na politica e pelo povo enquanto o deixaram. Você esqueceu-se de mencionar o quanto foi querido como presidente da Figueira da Foz. Foi um autarca muito trabalhador, atento e interessado, que no seu mandato, tirou a cidade da Figueira do marasmo, do marasmo igual ao que se encontra o país e que outros do seu partido e de outros partidos tinham condenado.
      Antes e depois dele não houve ninguém, desde o 25 de abril que o superasse ou igualasse, nem na competencia nem na honestidade. O que me parece é que você tambem é um dos coveiros que estão sempre prontos a enterra-lo.
      Será inveja ou será azedume de digestões mal digeridas? Seja honesto consigo mesmo e não mande bocas foleiras da sua boca.

  5. O pouco tempo que permaneceu como 1º ministro penso ter sido um desastre, parece-me bom para dançar o baile mandado, que fique por onde está a fazer mal a uns para bem de outros e já chega.

  6. Qualquer português com memória e com experiência suficientes e que já tenha vivido tempo suficiente para não ser um jovem «altamente qualificado» de quem se desconhece o que, afinal, sabe fazer bem feito, recordará que o Sr. Lopes quando meteu o nariz na política sempre ou quase saiu de lá chamuscado, quer por acção quer por omissão, quer pelo que fez tanto quanto pelo que não fez e devia ter feito. O homem tem o seu quê de lerdo em política. Também o Sr. Rio, lá do Norte, sendo íntegro em contas e atinado em nunca gastar mais do que aquilo que se pode, tem contra ele a imagem, o aspecto físico, o sorriso, o cabelo, que fazem com que mais pareça um “empresário nocturno” do que um homem talhado para vir a ser um dia primeiro ministro de Portugal. Se o PSD estava mal, creio que com estes dois senhores pior irá ficar, a candidatura de um e outro é queimar pólvora seca, vendo as lebres passarem-lhe por entre as pernas ou correrem atrás dos galgos. O PSD, ao contrário do que diz o Sr. Ângelo, não tem ninguém à tona de água que possa ombrear com o malfado Passos Coelho. Este, em vez de ter desistido e ir embora, se tivesse começado a compor um bom e promissor programa, onde os impostos e as remunerações fossem clara e consistentemente equânimes, porventura chamando a Cristas à colação mas sem portas por perto a estender-lhe ratoeiras, talvez ainda fosse (e ainda seja) a melhor solução. O tempo o dirá…

    • Concordo com o reu raciocínio, mas não com a sua opinião acerca do Rui Rio. O Rio tem um problema, que neste caso é uma virtude: não é muleta de ninguém. Por isso, dificilmente terá apoio dentro do partido. Agora estando na liderança, será sem duvida um fortíssimo adversário do Costa, capaz de catapultar o PSD para o governo nas próximas eleições. Na zona Centro e Norte, arrazará completamente o Costa. Aquela franja de votantes (que é bastante grande) que vota nas pessoas e não nos partidos, votará massivamente no Rio, disso não tenho dúvidas.

  7. Sr Malagueta da Silva .
    O ser lá do Norte , também é PORTUGAL, não queira ser mais um a dividir este país já de si pequeno, para isso já chega um conhecido presidente de um club de futebol.
    Quanto a Rui Rio , porque não ?? Alguém já está com medo de perder as mordomias , porque foi o que aconteceu na Camara do Porto , e não se esqueçam que o PSD foi o vencedor das eleições legislativas , só que a golpada ” COSTA ” espetou a faca nas costas .
    Vamos aguardar por Janeiro.
    Um portuense da cidade do Porto.

Testes rápidos ao VIH já podem ser feitos em casa

A partir da próxima semana vai ser possível comprar nas farmácias autotestes ao vírus da SIDA para fazer em casa. Os resultados demoram apenas 15 minutos. As farmácias portuguesas vão começar a vender, a partir da …

Polícia dispara balas de borracha sobre manifestantes em Hong Kong

A polícia disparou no domingo balas de borracha em confrontos com manifestantes pró-democracia, em Hong Kong, perto de um centro comercial no qual causaram distúrbios. Pelo décimo sexto fim de semana de mobilização, milhares de manifestantes …

Portugal já paga juros mais baixos que Itália e Espanha, diz Costa

"Todos em Portugal estão hoje a viver melhor do que viviam há quatro anos", afirmou António Costa, durante uma ação de campanha do PS. António Costa disse, este domingo, que Portugal já está a pagar a …

Os últimos cinco anos foram os mais quentes de sempre

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC. O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este …

Duarte Lima perde último recurso e deve ser julgado pela morte de Rosalina Ribeiro em Portugal

O Supremo Tribunal brasileiro indeferiu um novo recurso de Duarte Lima que assim está mais próximo de ser julgado em Portugal, pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, em Maricá, em 2009. Ao recurso extraordinário, interposto de uma …

Governo britânico cumprirá decisão do Supremo sobre suspensão do Parlamento

O Governo britânico cumprirá a decisão do Supremo Tribunal do Reino Unido sobre a legalidade ou ilegalidade da suspensão do Parlamento, uma decisão que deverá ser anunciada esta semana. A garantia foi dada este domingo à …

Bancos vendem créditos à habitação a Fundos de Investimento (e é "dramático" para muitas famílias)

Estão a chegar à DECO cada vez mais pedidos de ajuda de famílias que viram os seus créditos à habitação serem adquiridos aos Bancos por Fundos de Investimento e que estão a ser pressionadas para …

BE fará uma campanha "sem energia perdida, palavras ocas ou provocações"

Um partido que pretende ao mesmo tempo trilhar um "caminho de alternativa" e "caminhos de convergência". Assim definiu Catarina Martins a orientação do Bloco de Esquerda (BE) na campanha eleitoral. Ao discursar num almoço com agentes …

Jornalistas não podem ser condenados por violação de segredo de justiça, defende Costa

No primeiro dia da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 06 de outubro, António Costa, primeiro-ministro e líder do PS, deu uma entrevista à CMTV e aproveitou para mostrar divergências em relação a Rui …

Défice fica nos 0,8% do PIB no primeiro semestre do ano

O défice situou-se em 0,8% do PIB no primeiro semestre deste ano, em contas nacionais, abaixo dos 2,2% registados no período homólogo, mas longe da meta para o conjunto do ano, de 0,2%. "No conjunto do …