Saída de Portugal do programa de ajustamento começa a ser discutida em Janeiro

portugal.gov.pt

foto: portugal.gov.pt

foto: portugal.gov.pt

Os ministros das Finanças da zona euro deverão começar a discutir a 27 de Janeiro a estratégia de saída de Portugal do programa de ajustamento, segundo o programa de trabalho provisório do Eurogrupo para o primeiro semestre de 2014.

De acordo com o calendário indicativo elaborado pelos ministros das Finanças da zona euro, que se encontram reunidos desde segunda-feira em Bruxelas, a estratégia com vista à saída de Portugal do programa de assistência e regresso aos mercados, prevista para Junho de 2014, será discutida, “possivelmente”, pela primeira vez já no próximo encontro do Eurogrupo, dentro de sensivelmente mês e meio, coincidindo com a análise aos resultados do décimo exame regular da ‘troika’, que está actualmente em curso.

Ressalvando que o programa de trabalho é meramente indicativo, até porque “a primeira metade do ano terá um contexto particularmente político, com as eleições europeias calendarizadas para Maio”, o programa de trabalho do Eurogrupo assinala que, a par da vigilância pós-programa para a Irlanda – que se “despediu” do respectivo “resgate” no encontro de segunda-feira -, será prosseguida a revisão dos programas de ajustamento de Grécia, Portugal e Chipre, sendo que, após Dublin, Portugal será o próximo país a concluir o seu programa.

No esboço de calendário de reuniões do fórum de ministros da zona euro agendadas para 2014, Portugal encontra-se assim sem surpresa na agenda de todas elas, com a respectiva estratégia de saída a surgir — sempre com a ressalva de “possivelmente” — também nos encontros previstos para 17 de Fevereiro, 10 de Março (neste caso em paralelo com a análise dos resultados do 11.º exame regular), e 01 de Abril.

Depois de a Irlanda ter anunciado, no mês passado, a opção pela chamada “saída limpa” do seu programa, ou seja, o regresso aos mercados sem recurso a uma linha de crédito cautelar e na data originalmente prevista, o corrente mês de Dezembro, o Governo português já indicou que só mais perto da data prevista para a saída do programa decidirá em que moldes o fará, designadamente se com recurso a um programa cautelar ou sem solicitar qualquer apoio, à semelhança de Dublin.

O primeiro semestre de 2014 na zona euro ficará também marcado pela adesão do seu 18.º membro, a Letónia, com efeitos já a partir de 1 de Janeiro próximo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …