Ryanair muda as regras: vai ser preciso pagar para levar uma mala na cabine

A companhia aérea quer reduzir atrasos e incentivar passageiros a mandar malas para o porão. Para isso, vai descer preços da bagagem de porão e subir os das malas na cabine.

A partir do 1° de novembro, os clientes da Ryanair que quiserem viajar com uma pequena mala na cabine vão ter de pagar mais cinco euros pela tarifa de “embarque prioritário” aquando da compra ou seis euros se adquirida após a compra da viagem.

A companhia alterou as regras relativas à bagagem, alegando que sentiu necessidade de reduzir o tempo de embarque e os atrasos causados pelos passageiros que entram para o avião com a mala e depois têm dificuldades em encontrar espaço para a arrumar.

De acordo com um comunicado enviado às redações, a companhia low cost informa que os passageiros que pagarem pelo embarque prioritário poderão levar uma mala com as dimensões aceites na cabine e mais uma carteira ou mochila – com as dimensões 35cm x 20cm x 20cm.

Quem preferir não pagar o extra, vai ter de mandar a mala – com as dimensões 55cm x 40cm x 20cm – para o porão, sem pagar mais por isso, e esperar no final do voo para a recolher.

A companhia irlandesa prepara-se também para descer os preços da bagagem de porão. Cada passageiro poderá levar uma mala que pese até 20kg, em vez dos anteriores 15kg, e pagar por isso 25 euros (anteriormente o preço fixado era de 35 euros).

De referir, ainda, que estas novas regras aplicam-se a todos os voos a operar a partir de 1 de novembro, para as reservas já adquiridas ou a adquirir.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A Rynair apareceu para preencher uma lacuna que existia no transporte aéreo, com um serviço LOW COST que veio permitiu que muita gente pudesse viajar ou viajar ainda mais.
    Ok. Têm regras apertadas no que toca às bagagens. Todavia as regras estão bem explicitas no site deles, e nos bilhetes. As pessoas é que abusam e depois queixam-se…

    Não concordo todavia com a politica de atribuirão de assentos. Pois se for uma família de 4, com crianças, eles separam toda gente para “incentivar” a comprar o lugar… Todavia, o valor é acessível e vale bem a pena.
    Pela minha experiência, este é o problema dos atrasos no embarque. Encontramos pessoas a sentarem-se em outros lugares marcados, para irem junto com as suas famílias, que é compreensivo. Todavia vem depois a pessoa para se sentar no seu lugar marcado, que se encontra depois ocupado por outra pessoa, e dá se o forrobadó total… com gente a mudar de lugares e a querem mudar também as bagagens de mão… Um Autêntico circo.

    Resumindo: Queres viajar barato vai pela rynair, segue as regras e aguenta-te. Ou então compras os lugares e o speedy boarding para maior conforto.

RESPONDER

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …

A nova primeira-ministra da Finlândia é a pessoa mais nova de sempre a ocupar o cargo

A ministra dos Transportes da Finlândia, de 34 anos, foi escolhida para ser a próxima primeira-ministra do país, o que fará dela a pessoa mais nova de sempre — e terceira mulher — a ocupar …