“Parece que Putin está a ter uma crise de histeria”. Rússia abre inquérito por “fraude em grande escala” contra Navalny

As autoridades russas anunciaram esta terça-feira a abertura de um inquérito por presumível “fraude em grande escala” contra o opositor russo Alexei Navalny, que está a recuperar no estrangeiro de um alegado envenenamento com um agente neurotóxico.

O reconhecido opositor de Vladimir Putin, Presidente russo, já reagiu a este anúncio, tendo denunciado uma “crise de histeria” por parte do Kremlin (Presidência russa).

Num comunicado, o Comité de Inquérito russo informou que Navalny é suspeito de ter usado para gastos pessoais 356 milhões de rublos (cerca de 3,9 milhões de euros) que foram angariados como doações por “várias” organizações sem fins lucrativos.

As autoridades russas referem-se em particular a doações feitas ao Fundo de Luta Contra a Corrupção, organismo fundado pelo opositor, e a outras cinco entidades de defesa dos direitos humanos, nas quais Navalny é “diretor de facto”.

A Comissão de Inquérito sustenta que Alexei Navalny utilizou este dinheiro “para a aquisição de bens pessoais e materiais, bem como para o pagamento de despesas (incluindo férias no estrangeiro)”.

A lei russa prevê uma pena de até 10 anos de prisão por esse delito.

“Parece que Putin está a ter uma crise de histeria”, reagiu Alexei Navalny através da rede social Twitter.

Na mesma mensagem, o opositor russo apelou aos seus apoiantes para ignorarem e até “gozarem” com esta nova investigação e para continuarem a fazer doações às organizações implicadas no processo.

Também argumentou que este novo caso está ligado ao seu alegado envenenamento na Sibéria, em agosto passado.

Navalny sentiu-se mal e desmaiou a 20 de agosto durante um voo doméstico na Rússia e foi transportado dois dias depois em coma para a Alemanha para ser tratado.

Laboratórios na Alemanha, França e Suécia, assim como a Organização para a Proibição de Armas Químicas demonstraram que esteve exposto a um agente neurotóxico, do tipo Novichok, da era soviética.

As autoridades russas têm rejeitado todas as acusações de envolvimento no envenenamento. “Estão a tentar mandar-me para a prisão porque não morri e procurei depois os meus assassinos”, afirmou também esta terça-feira Navalny.

Na semana passada, o opositor russo divulgou o conteúdo de uma conversa telefónica que manteve com um suposto agente do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB).

Durante a conversa, o alegado agente, que pensava que estava a falar com um responsável dos serviços de informações, admitiu que os serviços especiais russos tinham envenenado Navalny, mas que a missão tinha corrido mal.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …

Catarina Martins volta a bater o pé e Jerónimo sublinha: "Ainda não há Orçamento"

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta terça-feira, o Bloco de Esquerda, o PCP e o CDS, em mais uma ronda de reuniões com os partidos com assento parlamentar. Se o objetivo do Presidente da República era …