Putin nega envolvimento da Rússia no envenenamento de Navalny. “Teríamos terminado o trabalho”

Yuri Kochetkov / EPA

Vladimir Putin negou o envolvimento da Rússia no envenenamento de Alexei Navalny, ativista anticorrupção e crítico do Kremlin, depois de uma investigação conjunta de três órgãos de comunicação ter imputado responsabilidades ao país.

Na sua habitual conferência de imprensa de fim de ano, o Presidente russo falou sobre a investigação levada a cabo pelo site de jornalismo Bellingcat, o site russo The Insider, o jornal alemão Der Spiegel e a emissora norte-americana CNN, que sugere que um grupo de agentes do Serviço de Segurança Federal Russo (FSB) – principal agência sucessora da KGB da era soviética – esteve por detrás da tentativa de assassinato de Alexei Navalny.

Vladimir Putin afirmou que Navalny não era “suficientemente importante” para ser um alvo do Kremlin, considerando ainda que a investigação, publicada esta semana, faz parte de uma campanha para desacreditá-lo.

“Se [nós] quiséssemos envenená-lo, [teríamos] terminado o trabalho (…) Em vez disso, a sua esposa pediu-me e eu concedi autorização para sair do país para ser tratado”, disse o Presidente russo, citado pelo jornal britânico The Independent.

O líder russo pareceu, no entanto, confirmar algumas das alegações do relatório agora divulgado, especialmente as que sustentam que um grupo composto por elementos estaduais seguiu Navalny durante, pelo menos, três anos.

Putin admitiu que os serviços de segurança russa se aperceberam de que as suas comunicações estavam sob escuta: “Claro que sabemos que estamos a ser seguidos. Mas o facto de o paciente estar a ser sustentado por serviços secretos ocidentais é interessante por si só. Quem precisa de Alexei Navalny?”, questionou.

Militante anticorrupção e fervoroso crítico do Kremlin, Alxei Navalny adoeceu gravemente em 20 de agosto a bordo de um avião na Sibéria. Três laboratórios europeus concluíram que foi envenenado por um agente neurotóxico do tipo Novitchok, concebido para fins militares na época soviética. As acusações foram rejeitadas por Moscovo.

Sara Silva Alves Sara Silva Alves, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Fónix… “teríamos terminado o trabalho…”?!!!!??!!!
    Esta frase tem muito que se lhe diga. Depreende-se desde logo que quando querem fazem-no e já deverão ter uma ampla experiência na matéria. O que dito publicamente é no mínimo ao nível do das Filipinas.

  2. Todos réus perante um tribunal se dizem inocentes. O Terribilíssimo já pertenceu aos quadros da KGB e sabe muito como eliminar “inimigos” do Estado. E o caso do cientista ocorrido na Inglaterra a pouco tempo atrás? Inclusive foi repudiado por diversos governos europeus, o que levou a diversos governos da UE a expulsar inúmeros diplomatas russos d seus países! É triste sabermos que nada acontece ao tirano. A ONU e seu órgão de Direitos Humanos só agem quando esses atos acontecem nos pequenos países da África ou da América Central.. É lamentável. É uma vergonha. A Inquisição vaticana está de volta. Ainda bem que que Alexei Navalny saiu vivo, o que nao ocorreu aos coitados Giordano Bruno e Galileo Galilei. É o que pensa joaoluizgondimaguiargondim…- jlg21.com@gmail.com

RESPONDER

Espanha aprova lei para proteger as crianças contra a violência. Decisão é pioneira a nível mundial

Espanha está a pouco mais de um mês de dar um passo importante em prol da defesa dos direitos sociais dos cidadãos. O Congresso dos Deputados aprovou na passada quinta-feira o projeto de lei de …

Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário

Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário Nacional (PFN). Esta segunda-feira, é dado o pontapé de saída para o debate nacional sobre a ferrovia. Em declarações à TSF, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno …

Sporting volta à carga por Yaremchuk, mas tem concorrência de Paulo Fonseca

Roman Yaremchuk volta a entrar na equação do Sporting. O avançado ucraniano leva 20 golos esta temporada e pode ser reforço para a próxima temporada. O Sporting CP não desiste de procurar opções para o ataque, …

Atraso de três meses do Governo terá facilitado venda de barragens da EDP

O Ministério do Ambiente demorou quase três meses a pedir uma avaliação do negócio das seis barragens da EDP à Engie, o que terá facilitado o processo de venda. Em 30 de julho de 2020, a …

Marques Mendes acredita que Sócrates tem ajudado a extrema-direita a crescer

Segundo Luís Marques Mendes, José Sócrates "tem dado um contributo enorme, enorme, enorme para o crescimento da extrema-direita em Portugal". No seu habitual espaço de comentário no Jornal da Noite da SIC, Luís Marques Mendes defendeu …

Rio impôs candidatos a Leiria e Castelo Branco (e causou desconforto no PSD)

Em Leiria e Castelo Branco as estruturas locais do PSD mostraram-se descontentes com as escolhas de Rui Rio para a corrida às autárquicas e imputam os resultados de outubro à direção nacional do partido. Ainda no …

José Mourinho despedido do Tottenham

José Mourinho foi despedido do comando técnico do Tottenham. Os maus resultados da equipa ditaram a saída do treinador. A notícia é avançada esta segunda-feira pelo portal britânico The Athletic. O lugar do português já há …

Começou a "fotografia perfeita da população". Já pode responder aos Censos pela Internet

Os Censos 2021, a maior operação estatística nacional, já arrancou. Com as cartas com os códigos que os recenseadores distribuíram pelas casas dos portugueses, já é possível responder ao inquérito pela Internet. Os Censos são o …

Foi descoberta a evidência mais antiga de um cão domesticado na Arábia

Os ossos de um cão, descobertos em 2018 na Arábia Saudita, podem representar o exemplo mais antigo da domesticação deste animal naquela região. De acordo com o site Live Science, os ossos do cão, com seis …

PS com pior resultado num ano. PSD também cai, Bloco e Chega sobem

PS e PSD, o chamado bloco central, continuam em queda nas intenções de voto. Já o Bloco de Esquerda e o Chega ganham peso. Com 36,2% das intenções de voto, o Partido Socialista (PS) continua a …