Rússia ameaça cortar relações com União Europeia (por causa de Navalny)

Kremlin / Wikimedia

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) da Rússia advertiu esta terça-feira que poderá interromper as relações com a União Europeia (UE) em resposta às sanções impostas por Bruxelas por causa do envenenamento do líder da oposição russa Alexei Navalny.

A posição de Moscovo surgiu um dia depois de os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE acordarem sobre a imposição de sanções a oficiais e organismos da Rússia, considerados responsáveis pelo envenenamento de Navalny com um agente nervoso do grupo Novichok.

“Provavelmente teremos de simplesmente deixar de falar com as pessoas no Oeste que são responsáveis pela política externa e que não entendem a necessidade de um diálogo respeitoso mútuo”, explicitou o MNE russo, durante uma conferência em Moscovo, citado pela Associated Press (AP).

Em relação às recentes declarações da presidente da Comissão Europeia, a alemã Ursula Von der Leyuen, de exclusão de uma parceria com a Rússia, o chefe de diplomacia russa garantiu que esse cenário é possível, se a União Europeia assim o quiser.

“A Rússia quer perceber se é possível fazer negócios com a União Europeia nas condições atuais”, explicitou Sergey Lavrov.

Esta segunda-feira, os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE aprovaram um pacote de sanções contra Moscovo, após o envenenamento do opositor russo, Alexei Navalny, com um agente nervoso do grupo Novichok.

O ministro dos negócios estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian, e o seu homólogo alemão, Heiko Maas, tinham publicado, na altura, um comunicado conjunto em que referiam que “a França e a Alemanha pediram múltiplas vezes à Rússia para esclarecer as circunstâncias do crime, assim como aqueles que a perpetraram”, mas “nenhuma explicação credível” lhes foi fornecida.

Cabe agora ao Conselho Europeu implementar as sanções hoje aprovadas, com base numa lista que será fornecida pela França e Alemanha.

Navalny começou a sentir-se mal a bordo do avião que fazia a rota entre Tomsk, na Sibéria, e Moscovo, no passado dia 22 de agosto, acabando por entrar em coma, tendo sido mais tarde transferido para um hospital de Berlim, a pedido da família.

Três laboratórios europeus já haviam concluído que Navalny foi envenenado com esse agente nervoso do tipo Novichok, projetado para fins militares na época soviética.

Navalny acusou o russo Vladimir Putin de estar “por trás” do envenenamento, uma acusação que o Kremlin já qualificou “insultuosa e inaceitável”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …