Rui Rio quer saída da troika com programa cautelar para evitar problemas

presidencia.pt

O economista Rui Rio, ex-presidente da cãmara Municipal do Porto

O economista Rui Rio, ex-presidente da cãmara Municipal do Porto

O economista Rui Rio (PSD) defendeu hoje que Portugal deve “deixar a troika” com um programa cautelar porque precisa de “rede” e, sem ela, será “um barquinho a remos à deriva no oceano” susceptível a “problemas bem mais graves”.

“Devíamos sair com rede e não sem rede, embora politicamente o discurso seja mais difícil de fazer”, concluiu o social-democrata Rui Rio, que participou hoje, no Porto, na conferência “Iniciativa privada – A economia, as empresas e o sistema fiscal”.

O ex-presidente da Câmara do Porto admitiu que, “do ponto de vista eleitoral, é mais simples falar numa saída à irlandesa ou numa saída limpa”, mas defendeu que “um país pequeno e financeiramente fragilizado” não deve ser “atirado sozinho” aos mercados e às agências de ‘rating’.

“A imagem que dou é a de um barco pequeno, a remos, no meio do oceano. Se pusermos o barquinho sozinho à deriva no oceano podemos ter problemas bem mais graves”, frisou.

Para Rui Rio, no fim do programa de assistência financeira, Portugal será “um país pequenino, financeiramente débil, saído dos cuidados intensivos” que, “atirado sozinho ao mercado, corre um risco de todo o tamanho”.

As empresas de ‘rating’ e os mercados serão “rigorosamente os mesmos”, alertou, defendendo a possibilidade de “negociar uma linha de crédito” à qual o país se possa “agarrar”.

“Naturalmente que é muito mais seguro”, vincou.

Para o economista, “a própria taxa de juro no mercado já não sobe pelo simples facto de Portugal ter aquela rede”.

Na conferência organizada pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) e a TSF, Rio defendeu que “até para reduzir o endividamento” o objetivo “tem de ser o crescimento económico”.

No que toca às exportações, Rio defendeu “nunca perder de vista” que a competitividade passa pela qualidade e produtividade “e não pelos salários baixos”.

“Não podemos cair na tentação de conseguir essa competitividade pela baixa de salários, senão condenamos um país a um país paupérrimo no futuro”, observou.

Quanto ao peso do Estado, Rui Rio não ser possível reduzi-lo sem uma medida que tomou enquanto presidente da Câmara do Porto: pedir a uma empresa externa uma análise, serviço a serviço, para ver “onde existe gente a mais e a menos”.

“Admito que um estudo destes, feito para uma autarquia, é mais simples, mas [ao nível do Estado] é possível escolher quais os serviços fundamentais e analisá-los. Se estivermos à espera das chefias intermédias do Estado, nunca mais lá vamos chegar”, frisou.

Na área fiscal, o social-democrata sustenta que o Governo devia criar um “benefício fiscal muito grande” para “todas as empresas que mantenham os lucros gerados dentro da empresa e não os distribuam.

“Já não estou a falar de crédito fiscal ao investimento, estou a falar de crédito fiscal à capitalização, no sentido de voltar a equilibrar os balanços das empresas”, defendeu.

Para o economista, também a poupança devia ser estimulada.

“Algo que nunca entendi é o desprezo que a política económica tem tido pela poupança. Devia haver um discurso e políticas consistentes para incentivar as pessoas à poupança. Não é sustentável uma política de poupança sem um incentivo mínimo”, alertou.

Rio defendeu que o “novo ciclo de fundos europeus” deve ser voltado “para a competitividade e o sector produtivo”, admitindo que neste domínio Portugal está no bom caminho.

“O que ouço do Governo é essa a preocupação e aqui tenho sérias esperanças de que o novo quadro [Comunitário de Apoio] vai privilegiar esta área e não a das infra-estruturas de que Portugal não precisa”, afirmou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sardenha vai cobrar entrada em praia invadida por turistas

Sardenha, em Itália, quer limitar a entrada de turistas numa das suas famosas praias, La Pelosa. A praia vai ter lotação limitada e a entrada vai ser paga para maiores de 12 anos. As medidas de …

Se não quer que a Alexa e a Siri ouçam a sua vida privada, basta usar uma "pulseira do silêncio"

Uma equipa de professores de ciência da computação da Universidade de Chicago inventou uma pulseira especial que interfere com todos os microfones próximos, incluindo os dos altifalantes e assistentes inteligentes. As câmaras de segurança e altifalantes …

Algoritmo analisa textos de Edgar Allan Poe e indica que autor pode não ter cometido suicídio

Através de um algoritmo que identifica marcadores linguísticos de depressão e cognição suicida, investigadores norte-americanos que o escritor Edgar Allan Poe pode não ter cometido suicídio. Nesta análise, investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos …

Mudanças climáticas estão a secar um rio que fornece água a milhões de pessoas nos Estados Unidos

As mudanças climáticas reduziram drasticamente o fluxo do rio Colorado, nos Estados Unidos, deixando em risco o abastecimento de cerca de 40 milhões de pessoas e milhões de hectares de terrenos agrícolas. O alerta consta …

Trump vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou na segunda-feira que vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros, à chegada à cidade de Ahmedabad, para uma visita …

Vale e Azevedo livre de processo de desvio de fundos do Benfica

O Tribunal Judicial de Lisboa declarou a prescrição do processo em que o antigo presidente do Benfica João Vale e Azevedo era acusado de ter desviado dinheiro do clube. O Tribunal Judicial de Lisboa declarou, na …

O Pentágono acabou de simular uma guerra nuclear com a Rússia

O Pentágono realizou um exercício de treino na semana passada, no qual simulou uma guerra nuclear com a Rússia. Apesar de ser comum passar por conflitos simulados, é incomum divulgá-los.  De acordo com a National Defense …

Novo passaporte britânico é desenhado em França e feito na Polónia

A ministra do Interior britânica, Priti Patel, apresentou no sábado os novos passaportes. Começam a ser emitidos em março e recuperam a cor azul que tinham antes de 1988, quando o Reino Unido se juntou …

Confirmados resultados das presidenciais da Guiné-Bissau e vitória de Sissoco Embaló

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau confirmou os resultados das eleições presidenciais e a vitória de Umaro Sissoco Embaló. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau confirmou esta terça-feira os resultados das eleições presidenciais …

Multimilionário Warren Buffett revela qual é "o melhor negócio do mundo"

O investidor e empresário norte-americano Warren Buffett revelou que, para ele, a Apple é "o melhor negócio do mundo" na segunda-feira, durante uma entrevista ao canal da CNBC. Em declarações ao canal, o multimilionário de 89 …