Rui Rio admite “nova fase” nas relações com o PS

Inácio Rosa / Lusa

O presidente do PSD admitiu que há “uma nova fase” nas relações com o PS e anunciou que irá ainda esta terça-feira indicar os interlocutores para o diálogo com o Governo nas áreas da descentralização e do futuro quadro comunitário.

“Estivemos os dois a tratar mais do que possa consubstanciar políticas positivas e não estivemos a carregar naquilo que nos divide”, afirmou Rui Rio no final de uma audiência com o primeiro-ministro, António Costa, que durou quase duas horas e meia.

Rio anunciou que, já esta terça-feira, na primeira reunião da Comissão Política Nacional irá indicar os interlocutores do PSD para avançar no diálogo com o Governo em dois dossiês: a descentralização e o futuro quadro comunitário, o chamado pós-2030.

O presidente do PSD apontou ainda outros dois temas abordados na reunião que são “relevantes, mas não com tanta urgência”: a justiça e a segurança social, campo no qual deixou uma ressalva.

“Nunca estará em causa, no caso da segurança social, qualquer alteração à situação presente: é tomarmos as medidas, fazermos a reforma relativamente àquilo que vai ser a segurança social daqui a 10, 20, ou 30 anos”, afirmou.

Rio acrescentou ainda que apesar de a reunião ter sido com os líderes dos dois maiores partidos “não quer dizer” que não sejam envolvidas as restantes forças partidárias.

Por sua vez, o primeiro-ministro considerou que a conversa com o presidente do PSD “correu muito bem” e foi “muito construtiva”, distinguindo a atual solução governativa, que não precisa de mudar, de temas que requerem acordo político mais alargado.

“Há sempre o tempo de semear e depois o tempo de crescer, mas vamos ver como é que as coisas correm, mas foi uma conversa muito simpática, muito cortês, muito construtiva”, respondeu António Costa quando questionado sobre o encontro com Rui Rio, que disse ter corrido “muito bem”.

O primeiro-ministro, que falava aos jornalistas já à saída da cerimónia de entrega de carros elétricos à Administração Pública, fez questão de “separar bem e distinguir bem o que está em causa”.

“Quanto à solução de Governo, está encontrada. É uma solução que funciona bem, tem produzido bons resultados na economia, bons resultados no emprego, bons resultados nas finanças públicas, bons resultados para o país, que está hoje calmo, tranquilo, confiante. Não há nenhuma razão para mudar nada“, garantiu.

Para Costa, “outra coisa completamente distinta é, a par de uma solução de Governo que está consolidada e felizmente a funcionar bem”, haver temas que “requerem o acordo político mais alargado possível”.

“É desejável que não se limite a haver um acordo entre os partidos da maioria, mas que possa ser alargado a outras forças políticas”, defendeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já são conhecidos os jogos da final a oito da Liga dos Campeões

O sorteio dos jogos da 'final eight' da Liga dos Campeões realizou-se na manhã desta sexta-feira, em Nyon, na Suíça. Todos os encontros da competição disputam-se em Lisboa, entre 12 e 23 de agosto, sem …

Governo estuda regime de lay-off específico para setor do turismo

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reuniram-se na quinta-feira com a Confederação do Turismo de Portugal para estudar um regime de lay-off específico para esse setor. Devido ao grande impacto …

"Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda". Escutas comprometem Vieira na Operação Lex

Novas escutas reveladas comprometem o presidente benfiquista na Operação Lex. "Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda", disse Luís Filipe Vieira. A revista Visão relevou as conversas telefónicas, ouvidas durante quase um …

Beneficiários da ADSE vão pagar mais pelas consultas

Os beneficiários da ADSE passarão a pagar mais pelas consultas, escreve esta sexta-feira o Jornal de Negócios e o semanário Expresso, que citam a proposta da nova tabela de preços do sistema de saúde dos …

"Classe distinta". Bruno Fernandes já fez aquilo que nunca ninguém tinha feito na Premier League

O internacional português Bruno Fernandes esteve diretamente envolvido em 13 golos nos primeiros dez jogos que disputou com a camisola do Manchester United. É uma marca que nunca nenhum outro jogador da Premier League conseguiu …

OMS: Portugal não foi escolhido por acaso para acolher a Champions. Foi dos que melhor lidou com a covid-19

Portugal “não foi escolhido por acaso” para acolher a final da Liga dos Campeões de futebol, mas porque “foi um dos países que melhor lidou” com a covid-19, assinala um conselheiro da Organização Mundial da …

Há quatro anos, Ronaldo saiu em lágrimas e Paris foi surpreendida pelo "patinho feio"

Foi precisamente há quatro anos que Portugal sagrou-se campeão europeu de futebol. Na final da competição, a Seleção derrotou a anfitriã França, por 1-0. Portugal começou o Euro 2016 com o pé esquerdo. Num grupo com …

China alerta para pneumonia "mais mortal" do que a covid-19. Informações "incorretas", garante Cazaquistão

A Embaixada da China no Cazaquistão alertou esta quinta-feira os cidadãos chineses para uma pneumonia desconhecida, cuja mortalidade é "muito maior" do que a covid-19. De acordo com o jornal chinês Global Times, que cita um …

Cláusula "secreta" permite nacionalização encapotada do Novo Banco

Na eventualidade de um cenário adverso, um mecanismo exigido por Bruxelas prevê a intervenção direta do Estado no Novo Banco. Isto pode levar a uma espécie de nacionalização encapotada. A venda do Novo Banco ao fundo …

Descoberta uma mina de ocre pré-histórica nas cavernas subaquáticas do México

As cavernas subaquáticas ao longo da península de Yucatán, no México, contêm um vasto labirinto de relíquias arqueológicas. A vasta rede de cavernas submersas guardam segredos dos Maias. Porém, uma nova descoberta remonta a episódios …