Rui Rangel endividava-se, teve execuções fiscais e contas penhoradas

António Pedro Santos / Lusa

O ex-juíz desembargador Rui Rangel

Rui Rangel teve vários processos de execução fiscal por falta de pagamentos de impostos e até contas penhoradas. Era o seu alegado testa-de-ferro que o ajudava a regularizar os pagamentos.

Era comum o ex-juiz Rui Rangel estar atoado de dívidas devido aos seus vários gastos: casas com rendas mensais que chegavam aos 3.500 euros, carros de luxo e despesas relativas a filhos de três mulheres diferentes, escreve o jornal Público. As dificuldades em regularizar as dívidas era tal, que era muitas vezes tema de conversa entre Rangel e o seu alegado testa-de-ferro, o advogado José Santos Martins.

Aliás, Rangel chegou mesmo a ter vários processos de execução fiscal por falta de pagamentos de impostos e até contas penhoradas. Rui Rangel e a sua mulher, Fátima Galante, estão inscritos na lista de incumpridores bancários do Banco de Portugal devido a falhas no pagamento de um crédito de 50 mil euros que subscreveram juntos.

O seu salário elevado e os mais de 352 mil euros que entraram nas suas contas entre 2012 e 2017 não se revelaram suficientes para Rangel manter os pagamentos em dia.

Em 2013, o juiz viu-se obrigado a entregar um apartamento T3, na Saldanha, em Lisboa, após o senhorio rescindir o contrato por incumprimento do inquilino. A dívida já superava os 16 mil euros.

Em 2014, o casal viu uma conta sua ser penhorada após falharem o pagamento do IMI e devido a uma dívida de quase 2.600 euros relativa ao IRS. A sua situação tributária foi regularizada pelo filho de Santos Martins.

De acordo com o Público, em 2015 e 2016, continuaram a verificar-se dívidas ao Fisco. Para além do IMI e do IRS, Rangel não pagou o Imposto Único de Circulação e o imposto sobre os rendimentos que devia ter pago no ano anterior.

Em situações de aflição, era Fátima Galante que, embora já separados, também valia a Rui Rangel. O advogado José Santos Martins enviou uma mensagem à ex-juíza a pedir que esta adiantasse os 2.700 euros da renda de uma casa outra onde viveu Rangel: “Ainda não consegui pagar a renda do Rui e estou muito preocupado. É um valor elevado que tem que ser pago integralmente por uma só vez”.

“Pelos Santinhos, faz lá este favor”, lia-se ainda na mensagem.

Galante também beneficiava dos serviços do alegado testa-de-ferro de Rangel. Num email enviado em 2012, Galante diz ao advogado que precisa “urgentemente de 500 euros”, acrescentando que já tinha referido a urgência uma semana antes. “Se fosse o Rui já terias resolvido o problema”, atirou.

Na Operação Lex foram acusadas 17 pessoas, entre as quais o antigo presidente do TRL Luis Vaz das Neves, o oficial de justiça daquele tribunal Octávio Correia e a sua mulher, o presidente do Benfica Luís Filipe Vieira, dois advogados e o empresário ligado ao futebol José Veiga.

Em causa estão crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, usurpação de funções, falsificação de documento, fraude fiscal e branqueamento.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Costa diz que estado de emergência é "prematuro" e põe de lado o recolhimento obrigatório

Numa altura em que o número de infetados não pára de subir em Portugal, o Governo prefere manter a situação de calamidade para dar resposta à pandemia, o que permite tomar medidas como o confinamento …

22-0: a soma de dois jogos, no mesmo dia

Com claro destaque para o que aconteceu nos Países Baixos: 13-0, vitória do Ajax. Recorde no campeonato holandês, cinco golos de um jogador, um guarda-redes a querer marcar uma grande penalidade... O que aconteceu no sábado, …

Aminoácido produzido no cérebro pode prevenir ataques epiléticos

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Florida descobriu que um aminoácido produzido pelo cérebro pode desempenhar um papel crucial na prevenção de um tipo de ataque epilético. As crises epiléticas do …

Ir à escola, viajar e assistir a espetáculos. As exceções à proibição de circulação entre concelhos

No final do último Conselho de Ministros, na semana passada, o Governo anunciou a proibição de circulação entre concelhos entre as 0h de 30 de outubro e as 6h de 3 de novembro, englobando o …

País Basco em confinamento, Bélgica quer transferir doentes para os Países Baixos e França "perdeu o controlo"

Numa altura em que a Europa volta a ser epicentro da pandemia de covid-19, o País Basco decretou o confinamento da população e França considera impor a mesma medida. Com falta de camas, Bélgica pediu …

"Dia histórico". Senado confirma nomeação de Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos EUA

O Senado norte-americano confirmou segunda-feira à noite a juíza Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, o que representa uma vitória política para o Presidente Donald Trump a poucos dias das eleições …

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …